quinta-feira, 20 de outubro de 2011

O ESTUDANTE ÁRABE

O filho árabe escreve ao pai:
Meu querido pai, Berlim é maravilhoso. As pessoas são excelentes e eu estou realmente a gostar disto. Mas, pai, eu estou um bocado envergonhado em chegar à minha faculdade com o meu Ferrari 599GTB em ouro, quando todos os meus professores e meus colegas vêm de comboio.
Seu filho, Nasser Al-Asry.

No dia seguinte o pai responde ao e-mail do Nasser:
Meu amado filho, 200 milhões de dólares acabaram de ser transferidos para a tua conta. Por favor pára de nos envergonhar.
Vai comprar um comboio para ti também....

Love, your Dad
(Enviado por email)

1 comentário:

Maria disse...

NUNCA SUBESTIME UMA MULHER.........

Ocorreu um acidente de transito, com dois carros batendo de frente, um guiado por um homem e o outro por uma mulher.
Ficaram completamente destruídos, mas, surpreendentemente, os motoristas nada sofreram. Saíram completamente ilesos.
Depois de saírem de seus carros, o homem pronto para agredi-la verbalmente, mas a mulher rapidamente diz:
- Interessante, você um homem e eu uma mulher, com os carros totalmente destruídos, mas estamos sem nenhum arranhão.
Isto deve ser um sinal de Deus. Nós realmente precisávamos nos encontrar.
Estava em nossos destinos nos conhecermos e ficarmos vivendo em paz, como grandes amigos, até o fim de nossos dias.
- Concordo! disse o homem. Isto com certeza é um sinal de Deus.
- E olhe outro milagre, disse a mulher: meu carro está completamente destruído, mas esta garrafa de vinho não se quebrou.
- Está claro que o destino quer que a bebamos para celebrar a nossa vida, que foi
salva milagrosamente neste acidente.
- Vamos celebrar!
Então a mulher passa a garrafa para o homem.
Ele concorda sem titubear e vira o gargalo na boca até beber a metade da garrafa.
Entrega a garrafa pela metade para a mulher. Ela pega a rolha e a recoloca no
gargalo, imediatamente, sem beber nenhum gole.
Sem entender nada, o homem pergunta:
- Não vai beber a sua metade para comemorar?
A mulher responde:
- Agora não. Vou esperar a polícia chegar primeiro...