terça-feira, 31 de maio de 2011

"Não me afastam, aproximam-me ainda mais"

Conversava há dias com uma pessoa que também lera o livro Bala Santa. Comentámos e trocámos impressões.
Ficou-me uma frase que lhe ouvi, sentindo-a emergir das profundezas da alma:
- Não são as faltas dos homens e das mulheres deste tempo ou de outros tempos que me afastam de Cristo. Pelo contrário, aproximam-me d'Ele. Remetem-me para o essencial e esse só pode ser Jesus Cristo.

Diálogo na família

Há dias dizia alguém na rádio que mais vale uma pequena discussão na família do que o silêncio.
Lembro-me também dum desabafo de uma adolescente que me dizia que os pais nunca lhe diziam nada, para eles estava tudo bem. E ela acrescentava que isso a preocupava, pois podia ser que os pais não se importassem com ela.
O diálogo entre os diversos membros da família é importantíssimo. Desde o início do casamento é importante encontrar espaços, momentos de privacidade para comunicar, especialmente quando já existe um filho que absorve muito tempo e o marido se sente posto á margem. Nos Estados Unidos, no âmbito da Preparação Matrimonial, inventou-se a expressão ten-ten, dez minutos por dia que cada um dos cônjuges tem para conversar com o outro. Respeitando quotidianamente esta regra, uma parte do tempo de cada um transforma-se em tempo comum para haver mais união no casal.Embora o caminho a dois comece já no noivado, o casamento é o ponto de partida de uma vida em comum para vir a ser um casal, esforçando-se por superar os aspectos negativos que possam constituir um obstáculo a esse crescimento. É um processo lento, cansativo, por vezes conflituoso, mas as experiências negativas, se forem bem controladas, podem também servir de ajuda. As discussões podem ser uma força dinâmica para um maior entendimento e até para uma mudança, já que muitas vezes fazem cair os mecanismos de defesa.
Depois quando os filhos crescem, tem de haver tempo para brincar com eles e para os ouvir. Doutro modo eles sentem-se postos de lado e podem mesmo criar o hábito de nada dizerem do que sentem ou os preocupa, com repercussões negativas no seu crescimento psicológico e afectivo.
Para que a comunicação seja autêntica, é importante que se comuniquem os sentimentos, tanto negativos como positivos. Os sentimentos constituem a resposta a uma pessoa, situação ou facto; transmitem algo de importante acerca de «mim», exprimem com clareza aquilo que cada um de nós interioriza.
In O Amigo do Povo

Para quem gosta de conspirações religiosas

Sinopse :
Que acontecimentos estiveram por detrás da tentativa de assassinato do Papa na praça do Vaticano em 1981?
Quem é, e o que sabia verdadeiramente Alia Agca, o turco que disparou contra João Paulo II?
Que forças ocultas gerem os destinos da igreja católica e conseguem nomear e destronar Papas, ocultando impunemente as suas acções?
Uma jornalista internacional, um ex-militar português, um muçulmano que vê a Virgem Maria, uma padre muito pouco ortodoxo que trabalha directamente sob as ordens do sumo-pontífice, vários agentes dos serviços secretos mais influentes do mundo e muitos outros personagens dos quatro cantos do globo, envolvem-se numa busca pela verdade e descobrem que ela nem sempre é útil. Pelo menos não o foi para João Paulo II.
 (Fonte:aqui)

Depois de surpreender o mundo com O último papa, thriller baseado na estranha morte do papa João Paulo I em 1978, Luís Miguel Rocha fisga mais uma vez os leitores com Bala santa, a continuação de uma história de conflitos, intrigas e mistérios dentro da Igreja Católica. Desta vez, o ponto de partida é maio de 1981, quando o papa João Paulo II sofre um atentado brutal no Vaticano. Em Bala santa, as dúvidas sobre os fatos se misturam com as respostas oferecidas pela imaginação do autor. O resultado é uma trama hipnotizante, que faz pensar: será esta apenas uma obra de ficção?  (Fonte: aqui)

Eu li
Uma pessoa amiga ofereceu-me este livro de 510 páginas e quase li num fôlego. Foi uma maneira de desligar momentaneamente de algumas preocupações bem reais que me acompanham, como a do Centro Paroquial . E bem preciso é, caso contrário, como diz o povo, "dá-se em doido".
Na obra a realidade mistura-se com a ficção. E aqui o leitor menos avisado pode confundir uma com a outra. Daí o alerta.
Tudo gira à volta do atentado sofrido pelo "Papa mais amado da História", João Paulo II, na Praça de São Pedro, em Roma. Quem foi ou foram o (s) verdadeiro (s) autores?
Ao palco sobem várias forças secretas que, aliando-se ou combatendo-se sem ligar a meios, deixam no caminho um rasto trágico e frio de sangue e morte.
A CIA, o KGV, a Loja Maçónica P2 entre outras forças secretas externas à Igreja alinham e/ou combatem com forças internas da mesma Igreja como o Opus Dei, movimentos fundamentalistas e até um espião do Papa. A espionagem e a guerra secreta entre as forças internas da Igreja aparece na obra nua e crua.
O autor do livro consegue deixar no leitor uma forte aversão a comportamentos como o do arcebispo Paul Marcinkus, que foi o "banqueiro do Vaticano", ao Opus Dei para quem o dinheiro aparece como o verdadeiro deus e que por ele  não olham a meios, e aos movimentos fundamentalistas que, sob uma capa macia de defesa da piedade e da tradição,  mostram uma brutalidade sem nome.
Recuso-me liminarmente a aceitar esta ideia de Igreja. Por angelismo? Não. A Igreja não é tanto isto e muito menos só isto. Ela é santa e pecadora. Santa em Cristo e por causa d'Ele em tantos santos, conhecidos ou anónimos. Pecadora nas faltas e pecados de todos os baptizados, sejam leigos, padres ou religiosos.
Como alguém diz, em Roma há ainda demasiada corte imperial e demasiada falta do Cristo da Palestina. Mas daí a a fazer dela um ninho de espíões e assassinos vai um abismo. Não é verdade.
Repito, para terminar, trata-se de uma obra com ficção. É assim que deve ser lida.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Ucrânia: Jovem muçulmana morta por participar em concurso beleza

Uma jovem muçulmana de 19 anos foi apedrejada até à morte por ter participado num concurso de beleza, na Ucrânia, segundo o jornal britânico Daily Mail.
Katya Koren foi encontrada morta, numa vila na região da Crimeia.
Os seus amigos contaram que a rapariga gosta de se vestir com roupas da moda e que tinha ficado em sétimo lugar num concurso de beleza. A sua participação foi considerada como uma ofensa à fé islâmica por três jovens que, em nome da ´sharia`, a lei muçulmana, apedrejaram a rapariga.
Um dos rapazes, Bihal Gaziev, de 16 anos, já foi preso e disse que não se arrepende do assassínio porque a Katya «violou as leis do islão».
O corpo da jovem foi encontrado enterrado numa floresta, perto da sua casa, uma semana após o crime.
Fonte: aqui

Impacto económico da Baga do Sabugueiro, Tarouca

A produção da Baga (fruto) do Sabugueiro está a correr bem no concelho de Tarouca. Este ano prevê-se que o impacto económico do produto possa atingir o meio milhar de euros com a exportação do fruto para a Alemanha. Actualmente, o concelho não consegue transformar o produto, exportando apenas, um factor que penaliza o produtor. O Poder Local está à procura de soluções que permitam a transformação do produto no concelho para servir a industria alimentar e poder assim rentabilizar ainda mais este produto junto dos produtores.

Veja aqui o vídeo.

sábado, 28 de maio de 2011

É JÁ AMANHÃ!

"Domingo Especial" com artistas populares! Nos Bombeiros de Tarouca. A receita reverte para o Centro Paroquial de Tarouca, em construção! Partilha com teus amigos e eles que partilhem também! Divulga!!!

A porta abre às 14 horas.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Dia das Comunicações Sociais

No próximo Domingo, dia 5 de Junho, a Igreja celebra o Dia mundial das comunicações Sociais e o Papa publicou uma Mensagem, subordinada ao tema: "Verdade, anúncio e autenticidade de vida, na era digital".

Nela podemos ler:
«Vai-se tornando cada vez mais comum a convicção de que, tal como a revolução industrial produziu uma mudança profunda na sociedade através das novidades inseridas no ciclo de produção e na vida dos trabalhadores, também hoje a profunda transformação operada no campo das comunicações guia o fluxo de grandes mudanças culturais e sociais. As novas tecnologias estão a mudar não só o modo de comunicar, mas a própria comunicação em si mesma, podendo-se afirmar que estamos perante uma ampla transformação cultural. Com este modo de difundir informações e conhecimentos, está a nascer uma nova maneira de aprender e pensar, com oportunidades inéditas de estabelecer relações e de construir comunhão».

«Aparecem em perspectiva metas até há pouco tempo impensáveis, que nos deixam maravilhados com as possibilidades oferecidas pelos novos meios e, ao mesmo tempo, impõem de modo cada vez mais premente uma reflexão séria acerca do sentido da comunicação na era digital. Isto é particularmente evidente quando nos confrontamos com as extraordinárias potencialidades da rede internet e a complexidade das suas aplicações. Como qualquer outro fruto do engenho humano, as novas tecnologias da comunicação pedem para ser postas ao serviço do bem integral da pessoa e da humanidade inteira. Usadas sabiamente, podem contribuir para satisfazer o desejo de sentido, verdade e unidade que permanece a aspiração mais profunda do ser humano».

E Bento XVI aponta a seguir alguns limites dessa comunicação:
A distinção clara entre o produtor e o consumidor da informação aparece relativizada; a parcialidade da interacção, a tendência a comunicar só algumas partes do próprio mundo interior, o risco de cair numa espécie de construção da auto-imagem que pode favorecer o narcisismo; uma presença virtual mas pouco activa nos problemas do nosso mundo e do próximo carente; empobrecimento da reflexão e do contacto com a realidade.

Depois o Papa chama a atenção para a necessidade de usar estes meios para difundir a verdade do Evangelho. Mas também aqui há que ter em conta que não interessa mostrar apenas o que é "popular" no ensinamento de Jesus mas toda a integridade da sua Palavra, mesmo o que pode criar rejeição.

Os crentes devem encorajar «todos a manterem vivas as eternas questões do homem, que testemunham o seu desejo de transcendência e o anseio por formas de vida autêntica, digna de ser vivida. Precisamente esta tensão espiritual própria do ser humano é que está por detrás da nossa sede de verdade e comunhão e nos estimula a comunicar com integridade e honestidade».

In O Amigo do Povo

quinta-feira, 26 de maio de 2011

COMPREENDER E VIVER

Seis milhões à beira de morrer de fome na Coreia do Norte

Mais de seis milhões de norte-coreanos, cerca de um terço da população do país, "estão à beira de morrer de fome" e "necessitam de ajuda urgente", alertou, quinta-feira, um jornal chinês citando o Programa Alimentar Mundial.
O alerta coincidiu com a secreta visita à China do líder norte-coreano, Kim Jong-il, "centrada", de acordo com um perito local, na "cooperação económica" e na "assistência chinesa" à Coreia do Norte.
A "escassez de comida" forçou a Coreia do Norte a pedir ajuda externa, disse Zhang Liangui, especialista em assuntos norte-coreanos da Escola Central do Partido Comunista Chinês, citado pelo jornal Global Times.
As estimativas do Programa Alimentar Mundial (PAM), divulgadas em Março, referiram que a Coreia do Norte necessitará de 450 mil toneladas de alimentos.
Zhang Liangui considerou que "para a comunidade internacional, há sempre um dilema na ajuda à Coreia do Norte".
"Por razões humanitárias, é necessário ajudar as pessoas com fome, mas por outro lado há o receio que a ajuda seja usada pelos militares e pelo governo para financiar o programa de desenvolvimento nuclear", explicou.
O líder norte-coreano chegou na sexta-feira passada à China, na terceira viagem ao país no espaço de um ano.
Como habitualmente, Kim Jong-il viaja num comboio blindado e a viagem não deverá ser confirmada antes de regressar à Coreia do Norte.
Kim Jong-il chegou na quarta-feira a Pequim, onde se encontrou com o Presidente chinês, Hu Jintao, disseram fontes sul-coreanas.
Na capital chinesa, o líder norte-coreano visitou uma empresa de alta tecnologia e a seguir embarcou para o Norte da China, em direcção à fronteira entre os dois países, indicaram as mesmas fontes.
In Jornal de Notícias

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Trovoada ataca estas zonas

Nuvem funil  em Tarouca

Veja aqui.

Cepões (Lamego): Atingido por raio

Um homem foi atingido esta quarta-feira por um raio durante uma forte tempestade ocorrida na aldeia de Cepões, em Lamego, queimando o pénis e a perna direita.

A vítima estava a fazer reparações no telhado devido a infiltrações, acabando por ser atingida, sendo depois transportada para o Hospital de Vila Real com ferimentos graves.
A chuva intensa, que durou cerca de dez minutos, causou ainda várias inundações e deslizamentos de terra.

Fonte: aqui

Os baixos ordenados são solução? A enorme disparidade de ordenados resolve?

É preciso que se saiba que: "... os portugueses comuns (os que têm trabalho) ganham cerca de metade (55%) do que se ganha na zona euro,



mas os nossos gestores recebem, em média:

- mais 32% do que os americanos;


- mais 22,5% do que os franceses;


- mais 55 % do que os finlandeses;


- mais 56,5% do que os suecos"

(dados de Manuel António Pina, Jornal de Notícias, 24/10/09)


E são estas "inteligências" (?) que chamam a nossa atenção afirmando:
"os portugueses gastam acima das suas possibilidades".

terça-feira, 24 de maio de 2011

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Estará a senhora Merkel assim tão errada?

Diz-se que:

- Na Alemanha, para formar um exército, aparece um general e mil soldados; em Portugal, para formar um exército, aparecem mil generais e um soldado.

- Na Alemanha, para uma empresa, aparecem mil trabalhadores e um gestor; em Portugal, para uma  empresa, aparecem mil gestores e um trabalhador.

- Na Alemanha, quando nas eleições nenhum partido tem maioria absoluta, os dois partidos mais votados juntam-se para oferecer ao país um governo estável; em Portugal, os partidos transformam a campanha eleitoral - que deveria ser para elucidar - numa guerrilha pessoal.

- Na Alemanha, nenhum político que minta ao eleitorado se atreve sequer  a candidatar-se, muito menos a recandidatar-se.

Isto não explica tudo, mas ajuda a compreender. A Alemanha, escaqueirada na  2ª Grande Guerra, é hoje a maior potência económica da Europa; Portugal, que não entrou nessa Guerra, é a "lanterna vermelha" da Europa.

Em Portugal, está hoje na moda atacar  a senhora Merkel, Chanceler da Alemanha (= 1ª Ministra da Alemanha). É certo que o poderia alemão não torna a Alemanha dona da Europa e que no tocante à coesão e solidariedade na Europa, compete aos mais poderosos serem solidários com os mais pobres. Mas também é certo que compete à Chanceler defender os interesses do povo que a elegeu. Não pode a Alemanha ajudar sempre aqueles que nada fazem para merecer serem ajudados.
Quantas vezes Merkel não terá desabafado com o seu travesseiro, citando a respeito de Portugal aquela célebre frase dum general romano acerca dos nossos antepassados, os Lusitanos: " Não se governam, nem se deixam governar."

Pedalar e caminhar á volta Sta.Helena 2011

Veja aqui a reportagem fotográfica.

Um apelo de Santo António que assenta como uma luva na actual campanha política

Santo António de Lisboa, mestre da oratória, apelava:
«Cessem as palavras e falem as obras, de palavras estamos cheios e de obras vazios».

II Encontro de Bandas em Tarouca

Bela iniciativa da Junta de Freguesia de Tarouca.

Veja aqui a reportagem fotográfica.

domingo, 22 de maio de 2011

4º Título na presente temporada!

O FC Porto, na época 2010/2011, venceu:
- Supertaça de Portugal,
- Campeonato Nacional,
- Liga Europa.
- Taça de Portugal.
Quase apetece a dizer: "E se mais houvesse..."
Foi uma época em cheio. Fantástica!
Parabéns aos atletas, treinadores, estrutura, direcção, adeptos.

Aquela primeira parte do jogo da Final da Taça, que neste domingo se disputou, foi verdadeiramente emotiva, com muitos golos como o pública gosta e com que vibra.
Houve golos muito consentidos? Sim, de um lado e de outro, mas foi um jogo aberto, sem autocarros à frente da baliza.
Sublinho o facto de James Rodriguez, 19 anos, ter marcado três golos no 6-2 com que o Porto venceu o Guimarães. Cheira-me a "puto-maravilha"! Veremos se o futuro próximo o confirma.

O jovem treinador portista revelou sabedoria e carisma para o cargo. Depois de uns meses na Académica onde fez bom trabalho, mas sem nada de especial, eis que chega ao comando técnico do Porto e logo na primeira época ganha quase tudo o que havia para ganhar.
Além da competência técnica revelada, mostrou saber unir e motivar os jogadores. Além de revelar enorme capacidade para enfrentar problemas difíceis - vejam-se os jogos com o Benfica...  Por exemplo, para a Taça, o Porto perdeu no Dragão por 0-2 e foi à Luz dar a volta ao resultado.
Três fantasmas recentes ele afastou eloquentemente:
- Dificuldade que o Porto da "era Jesualdo" sentia para ultrapassar num jogo  resultados negativos;
- Dificuldade em enfrentar os grandes adversários (Jesualdo normalmente inventava e perdia; Villas-Boas, fiel ao seu esquema, não inventava, transmitindo assim confiança ao grupo.
- Desculpas do tempo de Jesualdo (nos momentos difíceis da época, vinha sempre com aquela "Estamos a construir uma equipa... Saíram jogadores e é preciso integrar os novos..."). Villas-Boas nunca se desculpou desta maneira. E sempre que um jogador era susbtituído por outro - rotação de jogadores - a equipa praticamente não acusava o facto.

Também eu, no início e até em certa parte da época, mantive alguma reserva em relação a Villas-Boas, embora nunca me suscitasse a aversão que sentia pelo anterior treinador. Reconheço que as minhas reservas não tinham  grande razão de ser. Felicito, por isso, o actual treinador azul-e-branco.

Oxalá que o Porto consiga segurar os seus principais atletas. E penso que para a Champions o Porto precisará de um defesa central de grande categoria e de um bom avançado-centro.

Por Tarouca

- II Jornadas Educação, Formação e Emprego e XIV Feira do Livro de Tarouca - Programa

 - 4ª Maratona do Vale

Veja aqui

Domingo ou feriado?

O 1º dia da semana  a que chamamos domingo é para si domingo ou feriado?
Domingo quer dizer DIA DO SENHOR.

Se convictamente não se assume como cristão, merece o nosso respeito e então para si o domingo será o feriado semanal.

Mas se se afirma como cristão, como é?
Se o o primeiro mandamento do seu domingo é dormir mais umas horas, assistir a um jogo de futebol, realizar com os amigos uma corrida de bicicletas, almoçar fora, fazer um passeio, gastar uns tempos mais longos no café...
Se nos mandamentos do seu domingo nem sequer cabe o Senhor (e domingo é dia do Senhor)...
Se o Senhor tem lugar no seu tempo dominical ao fim do tempo para todas as outras coisas e caso sobre tempo...
Se deixa o seu lugar vazio na assembleia eucarística, prejudicando-se e prejudicando os outros com a sua ausência...
Então será que para si, que se diz cristão, é domingo? Não será apenas e só um feriado?
Não acha que é tempo de dar tempo ao Senhor do tempo?
É que o PRIMEIRO MANDAMENTO é este mesmo: Adorar Deus e amá-l'O sobre todas as coisas!
É preciso criar hábitos bons. E este de celebrar o domingo com sabor cristão  é realmente um deles. Até porque Deus não tira nada e dá tudo.
Não arranje desculpa. Seja cristão do essencial. Deus espera cada um de nós  com as suas imperfeições e limites. Deus só não espera que nos ausentemos d'Ele invocando as falhas dos outros.
Não se desculpe, apareça!
Não se ausente, ajude a melhorar!
Todos precisamos uns dos outros, todos precisamos de fazer a experiência de comunidade centrada em Cristo.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Reunião do Conselho de Arciprestes

Na Casa de São José, Lamego, reuniu na manhã do dia 20 de Maio o Conselho de Arciprestes, presidido pelo senhor Bispo.
Fundamentalmente a reunião centrou-se em três pontos:
- Análise ao Plano Pastoral Diocesano em curso
- Contribuições para o futuro Plano Pastoral
- Reflexão sobre os dados recolhidos nesta Diocese acerca do “REPENSAR A IGREJA EM PORTUGAL”, que brevemente estará no site da Diocese como foi proposto.
Foi um momento de bela partilha e de boa comunhão presbiteral que o nosso Bispo sempre acolhe com gosto.
É bom quando os padres se encontram e comungam êxitos, fracassos, diversidade de caminhadas, esperanças e projectos. Na diversidade a unidade, a abertura e o enriquecimento mútuo. Sobretudo, a vontade de anunciar melhor Aquele faz faz andar a Igreja: Jesus Cristo.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Um Clube vencedor

O FC Porto conquistou a quarta taça europeia da sua história, ao vencer o Sp. Braga por 1-0, na final da edição 2010/2011 da Liga Europa, disputada em Dublin, na República da Irlanda.

Um golo do avançado colombiano Falcao, aos 44 minutos, selou o triunfo dos dragões, que já tinham na sua sala de troféus duas edições da Taça dos Campeões (1986/87 e 2003/2004) e uma da Taça UEFA (2002/2003).

Oito anos após a conquista da Taça UEFA e depois de sete anos consecutivos na Liga dos Campeões, que arrebatou em 2003/2004, o FC Porto celebrou, assim, da melhor forma, o regresso à segunda prova continental.

Em 2002/2003, os comandados de José Mourinho venceram os escoceses do Celtic, em Sevilha, por 3-2, após prolongamento, com um "bis" de Derlei e um tento de Alenitchev.

Foi a primeira de duas épocas mágicas, já que, na seguinte, os "dragões", na despedida de "Mou", conquistaram a "Champions", em Gelsenkirchen, na Alemanha, ao superarem na final o AS Mónaco por 3-0, com tentos de Carlos Alberto, Deco e Alenitchev.

Estes foram os últimos capítulos da brilhante história europeia do FC Porto, que chegou pela primeira vez a uma final em 1983/84 e, pela única vez, não foi feliz, já que, apesar de um tento de António Sousa, perdeu por 2-1 com a poderosa Juventus, em Basileia, na Suíça.

Os "dragões" só esperaram, porém, mais três anos para arrebatarem o primeiro troféu: em Viena, na final da Taça dos Campeões Europeus, venceram os alemães do Bayern Munique por 2-1, depois de terem chegado ao intervalo a perder, com tentos do argelino Madjer, e o inesquecível calcanhar, e do brasileiro Juary.

Além destes troféus, o FC Porto conta duas edições da Taça Intercontinental e uma Supertaça Europeia, prova que vai voltar a disputar no início da próxima época, frente ao FC Barcelona ou ao Manchester United, finalistas da "Champions".
In Record

Concordo totalmente com o treinador do FCPorto, André Villas-Boas, quando afirma: "Estou um pouco triste porque a exibição podia ter sido outra. Só fizemos um remate à baliza? Foi o decisivo. O espectáculo não foi excelente. As equipas estiveram intranquilas, procuraram jogo directo e agressivo, o que é de lamentar. Não foi um jogo que explique o que é o futebol português.
Não há nada de novo nas finais, gostávamos que não tivesse sido assim, mas o Sp. Braga fez uma pressão boa, era difícil encontrar espaços. Grande alegria pela conquista do troféu."


Uma final é uma final, com tudo o que isso acarreta de tacticismo, pressão, entrega. Mas penso que das finais que vi o Porto disputar este foi o jogo menos conseguido. Valeu pela vitória.
Parabéns ao Braga pela entrega total. Não é uma equipa fácil de bater, já o sabíamos.

terça-feira, 17 de maio de 2011

'Engolir sapos vivos'

Não abundam hoje pessoas que se deixam entusiasmar por grandes metas. Ou então, após o entusiasmo inicial, deixam-se enredar por questões e questiúnculas que as absorvem totalmente, tolhendo-lhes e toldando-lhes o horizonte.
Faltam pessoas com estofo interior e grandeza de alma que não façam das pedritas da calçada abismos onde se afundam.
Os problemas são para ser vencido e não para nos levarem ao abatimento, tendo em conta a meta a atingir.
Quantas vezes é preciso "engolir sapos vivos" e falar pelo silêncio!

Será que tudo se pode partilhar?

As piores dores são aquelas que têm que ficar connosco...

segunda-feira, 16 de maio de 2011

"A quem compete ir à procura da ovelha perdida?"

Peço que passem  pelo blog Paróquia de Tarouca e leiam o post "A quem compete ir à procura da ovelha perdida?"
Aqui:  http://paroquiadetarouca.blogspot.com/

 

domingo, 15 de maio de 2011

zwani.com myspace graphic comments

sábado, 14 de maio de 2011

Poupar em tempo de crise

- Surgem apelos ao aumento da poupança dos portugueses. Não da parte do Governo, cuja visão idílica da nossa situação económico-financeira tem estimulado o consumismo.

- Em 1972 a poupança bruta das famílias portuguesas andava pelos 20% do PIB. Em 2007 estava reduzida a 5%. No entanto, em média, as famílias eram mais ricas em 2007 do que 35 anos antes.

- Portugal  é hoje o quarto país do Mundo com mais automóveis por cem habitantes.

- Não se pode pedir poupança a quem vive abaixo do limiar da pobreza – agora mais de um quinto dos portugueses.

- O problema está numa larga parte da classe média, sobretudo aquelas famílias que só há pouco ascenderam a esse estatuto social. Muitos passaram a gastar para manterem um nível de vida que os distinguia da antiga pobreza. Quando os seus rendimentos deixaram de cobrir essas despesas – algumas socialmente simbólicas, como ter carro ou passar férias no estrangeiro – alguns recorreram ao crédito, endividando-se dramaticamente para não mudarem de vida.

- Segundo um estudo da Deco do final de 2008, apenas um em cada três portugueses poupava para a sua reforma – uma proporção inferior à registada em Espanha, na Itália ou na Bélgica.

- Por outro lado, há que tornar a poupança mais atractiva, remunerando-a melhor. É o que os bancos já estão a fazer, por necessidade...

- Durante tempo demais o Estado português desprezou a poupança nacional, tornando agora aflitiva a dívida ao estrangeiro.

Veja aqui esta importante reflexão de  Francisco Sarsfield Cabral

Fenómeno meteorológico que acontece 100 dias por ano

Comoção e muitos aplausos a João Paulo II, beatificado a 1 de Maio, em Roma, encerraram nesta sexta-feira a peregrinação internacional aniversária ao Santuário de Fátima. .
Antes da tradicional procissão do adeus, os milhares de peregrinos presentes no recinto do santuário concentraram os olhares nos vários ecrãs onde era exibido um filme que relata momentos da vida de João Paulo II e da sua ligação  a Fátima.   Quando as primeiras imagens surgiam nos ecrãs, as pessoas dirigiram o olhar para o céu, onde uma auréola, com as cores do arco-íris, circulava  o sol. Houve lágrimas a rolar na cara de muitos peregrinos que diziam ver um "milagre", enquanto muitos outros dirigiam os telemóveis para o sol para registar o momento em fotografia.
Fonte: aqui

Fenómeno meteorológico que acontece 100 dias por ano
Por ALFREDO MAIA, in Jornal de Notícias

O fenómeno óptico observado, esta sexta-feira, ao início da tarde, em Fátima, não tem nada de anormal e tem uma frequência estimada em 100 dias por ano em distintos pontos do planeta.
No contexto da procissão do Adeus, "é natural que pessoas mais emocionadas encontrem explicação num fenómeno religioso", mas trata-se apenas de um efeito atmosférico comum de dispersão de luz e nem sequer é de natureza astronómica, diz o director do Observatório Astronómico de Lisboa, Rui Agostinho. "Na nossa latitude, não é muito comum, mas também não é raro", nota o director científico do Instituto de Meteorologia, Pedro Viterbo.
A auréola observada - um halo, na terminologia científica - é provocada pela passagem de raios solares através de microcristais de gelo dos cirros - as nuvens esfarrapadas na alta atmosfera (mais de 20 quilómetros de altitude) - formando uma espécie de lente que dá o efeito circular à volta do Sol. É o chamado "disco de Airy" (em homenagem ao astronómo britânico do século XIX George Airy que descreveu o fenómeno), que pode ser observado também à noite em volta da Lua. Por causa da geometria (faces hexagonais) das partículas microscópicas, produz-se a difracção (mudança de direcção).
Este fenómeno óptico também produz a separação das cores - vermelho e azul - e é por isso que há quem pense tratar-se de um arco-íris, como aconteceu ontem na Cova da Iria. Mas só o vermelho se observa com mais facilidade, devido à falta de contraste do azul com a cor do céu.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Sabe o que é a Taxa Única?

Veja aqui

Imaginação ao poder, imaginação à sociedade

"Em momentos de crise, só a imaginação é mais importante do que o conhecimento". (Albert Einstein)

A COMUNHÃO A MUGABE

O que sempre marcou Jesus com os outros foi a largueza de horizontes.

O que sempre demarcou Jesus em ralação a outros foi a misericórdia, a tolerância, a compaixão.

Ele não condenou quem pecava, franqueou as portas do paraíso a um ladrão e deu a comunhão a quem O entregou.

Severo foi apenas (mas de modo muito contundente) para com a hipocrisia, a duplicidade.

Não me repugna que se dê a comunhão a Robert Mugabe, que tem perseguido e eliminado muitos dos seus concidadãos.

Afinal, todos precisam de um reencontro com a verdade da existência e de um estímulo para que se tornem outros.

Mas penso em tantos a quem a comunhão é negada porque (tantas vezes, no meio de dramas de consciência) tomaram determinadas opções na sua vida pessoal.

Apesar disso, são incapazes de fazer mal seja a quem for. E esmeram-se na prática do bem, na promoção da justiça e na vivência do amor pela partilha com os mais desfavorecidos.

Jeus foi assertivo na Sua mensagem. Mas nunca estigmatizou ninguém. O Seu coração rasgava-Se para todos.

É importante que a largueza se manifeste diante de ditadores como Mugabe. Andrés Torres Queiruga, para escândalo de alguns, disse há dias que Deus não condena ninguém. Nem Hitler.

É fundamental que o coração da Igreja de Jesus seja magnânimo como foi o coração de Jesus.

E se oferece o corpo de Jesus a quem, publicamente, semeia a morte, como negá-lo a quem melhor quer crescer na vida?
Fonte: aqui

Portugal entra oficialmente em recessão

A economia portuguesa entrou oficialmente em recessão, depois de uma contração de 0,7% no primeiro trimestre de 2011, maior do que a prevista, anunciou o Instituto Nacional de Estatísticas (INE).
No trimestre anterior a economia portuguesa registrou contração de 0,6%.
O novo retrocesso havia sido previsto pelos economistas, como consequência dos efeitos das novas medidas de austeridade implementadas em janeiro (redução de salários e aumento do IVA, em particular) para tentar reduzir o déficit público, que chegou a 9,1% ano passado e a 10% em 2009.
Os resultados, ainda provisórios, são piores que o previsto pelos analistas, que projetavam uma contração limitada a 0,3% no primeiro trimestre ou até mesmo um crescimento zero.
O retorno à recessão, da qual Portugal havia saído no fim de 2009, aconteceu antes mesmo da aplicação das novas medidas de rigor previstas em contrapartida à ajuda financeira de 78 bilhões de euros, negociada no início do mês entre o governo socialista interino, a União Europeia (UE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI).
O programa de austeridade exigido em troca do empréstimo por três anos, que os ministros europeus das Finanças devem aprovar na segunda-feira, pode provocar uma contração da economia de 2% em 2011 e em 2012, afirmou no início de maio o ministro português da Economia, Fernando Teixeira dos Santos, antes da retomada do cresciment em 2013.
Nesta sexta-feira, a Comissão Europeia publicou uma previsão de retrocesso de 2,2% do Produto Interno Bruto (PIB) português em 2011 e de 1,8% em 2012.
Segundo dados provisórios do INE, nos três primeiros meses do ano, o PIB retrocedeu 0,7% tanto em ritmo mensal como anual.
"Esta baixa reflete a queda acentuada da demanda interna, em consequência da redução do consumo, e, em menor medida, do investimento", afirma um comunicado do INE, que destaca, no entanto, a contribuição das exportações, que registraral aumento de 17% no trimestre.
O INE revisou a queda do PIB registrada no quarto trimestre de 2010, que passou a 0,6%, ao invés dos 0,3% anunciados previamente.
Para o conjunto de 2010, a taxa de crescimento caiu de 1,4% a 1,3%.
Fonte: aqui

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Dia da família

Por proposta da Organização das Nações Unidas (ONU), desde 1994, o dia 15 de Maio de cada ano assinala o Dia Internacional da Família. Esta iniciativa é uma forma de reconhecer o papel nuclear da família na sociedade e de impulsionar a adopção de medidas no plano nacional e internacional com o fim de melhorar a sua condição.
Quando os filhos criam problemas, logo toda a gente culpa as suas famílias. Mas no que diz respeito a ajudá-las, o caso muda de figura. E logo a partir de quem tinha maior dever de a ajudar – o Estado.Será que as leis promulgadas nos últimos anos têm valorizado a estabilidade da Família como comunidade de vida e de afectos?
Será que se apoiam devidamente os casais com crianças? Há dias os meios de comunicação social deram-nos a notícia de que o Abono de Família foi retirado a 645 mil crianças nos últimos seis meses.
Na Família dá-se e recebe-se ternura, carinho, apreço, segurança, generosidade, partilha, ... numa palavra: Amor.
Mas..., antes de tudo, a Família é fonte de vida. E a vida é condição prévia à existência de qualquer direito.
Portanto, o Direito à Vida deve ser defendido por todos. Porém..., estranhamente, Portugal continua com uma reduzidíssima taxa de natalidade. Com a taxa de fertilidade em 1,32 filhos por casal é um genocídio não promover a natalidade. Em vez de se encarar este problema de frente, apoiando-se fortemente a parentalidade, continua o Estado Português a penalizá-la, em franco contraste com o que acontece, há anos, na esmagadora maioria dos países europeus!
Proclamar a Cultura da Vida, apoiando os casais com filhos, é uma exigência para os nossos dias!
A Família aberta à vida é a maior riqueza. Os filhos representam o florescer da Família, são o elo de ligação entre o passado, o presente e o futuro e constituem a Esperança da Sociedade.
Apostar na ajuda às Famílias devia ser a preocupação número um dos governos e de toda a sociedade.

In O Amigo do Povo

A economia portuguesa não cresce há uma década

1 - O facto do Estado português ter chegado a uma situação de quase insolvência significa que o seu modelo não é sustentável.
Se Portugal não tiver ajuda externa, ou vier a perdê-Ia, o Estado social faliu. Se Portugal tiver ajuda externa, terá de recriar o Estado social para o poder manter. A defesa do Bem Comum, da coesão social e dos mais desprotegidos implica enfrentar esta questão.
2 - Igualmente, a economia portuguesa não cresce há uma década. Sem crescimento económico, a degradação do Estado social e o agravamento do desemprego e da pobreza serão uma inevitabilidade e a capacidade para pagar eventual empréstimo externo uma perigosa incerteza.

Veja este artigo em que empresários cristãos refectem sobre a crise.

terça-feira, 10 de maio de 2011

35.000 peregrinos dirigem-se a pé para Fátima

Que motivos concorrerão para que tantos milhares caminhem a pé até Fátima?
- Tradição?
- Pagamento de promessas?
- Fé pouco esclarecida?
- A ideia pagã de um Deus sanguinário que se compraz com o sacrifício humano?
- Procura de experiências de paz através de um certo esvaziamento interior?
- Vivenciar a Igreja peregrina que somos?
- Gosto pela caminhada?
- Descoberta de si?
- Confiança no sacrifício para obter favores divinos?
- Experiência libertadora? (Desprendidos de tudo o que ficou em casa e do dia-a-dia, mais livres para si e para os companheiros de jornada?)
- Procura?

Veja esta reportagem junto dos intervenientes.

Festa ao Emigrante

Veja aqui

segunda-feira, 9 de maio de 2011

"Beatice" safada

Há quem afirme que a alma portuguesa tem um genes anticlerical. Por motivos históricos, por motivos lendários, por causas reais, por causas psicológicas, por ...

Muitas vezes esse anticlericalismo mora dentro da própria Igreja, entre aqueles que se declaram católicos.
Entre todos avultam os chamados "beatos" e "beatas" que nada têm a ver com os verdadeiros BEATOS e BEATAS, gente que vive a santidade do Evangelho  e que, pelo seu testemunho, nos mostra a face de Deus. É o caso de João Paulo II, há dias beatificado.
Os "beatos" prezam, por norma, o fundamentalismo religioso. Eles auto-proclamam-se os 'verdadeiros católicos'. Os outros, os que deles discordam, são herejes, maus católicos, inimigos. Eles é que estão certos, pensam. Os outros estão todos errados. Reagem com violência em relação ao diferente.
As "beatas", normalmente solteiras - embora nem todas as solteironas sejam beatas nem todas as beatas sejam solteironas - têm uma linguinha  de quilómetros e segregam um veneno super-perigoso. E então em relação aos padres nem lhes digo nem lhes conto! Umas vezes partem para o embate directo, de peito feito, erguendo montanha de ódio maiores do que o Evereste. Outras vezes refugiam-se na guerrilha em que são mestras. Pela frente, simulam simpatias, mas depois é cada emboscada!... Detestam deixar rasto.
Gostam de pavonear lacaios que lhes emprestam a voz e a face. Assim conservam melhor a máscara.

Será que "beatos" e "beatas" gostam de si mesmos, de Deus e dos outros?

Felizmente que nesta comunidade não pressinto gente assim.
Se há coisas que muito me custam é 'aturar' bêbedos, chatos e "beatos".

domingo, 8 de maio de 2011

sábado, 7 de maio de 2011

A LIÇÃO DO BRAGA E A IMPORTÂNCIA DO LÍDER

De Paul Ricoeur retive que todo o significante encerra um significado. E com Xavier Zubiri aprendi que cada coisa-realidade contém uma coisa-sentido.

O Sp. de Braga é uma demonstração cabal da capacidade do grupo e da importância do seu líder. Este caso deve ser estudado, mormente na fase que o país está a viver.

Em dois anos, um clube apenas médio conseguiu disputar um título nacional (no ano passado) e um título europeu (este ano).

Foi capaz de se transcender e de superar os melhores.

Os factores do êxito serão vários, mas o segredo só pode estar na liderança.

Há jogadores que, ali, parecem fenomenais quando, noutros clubes, eram somente razoáveis.

O bom líder é o que acrescenta ao grupo. É o que tira partido das capacidades de cada um. É o que leva a acreditar que o resultado até pode compensar a dedicação. É o que motiva. É o que vê antes e decide cedo, fazendo as alterações no momento próprio. É o que sabe aliar o talento ao esforço. 

O bom líder nunca deprime. Conta-se que determinado treinador dizia ao guarda-redes suplente que ele era o melhor da Europa. «Então - perguntava - porque é que não me põe a jogar?» Resposta: «Simplesmente porque o guarda-redes titular é o melhor do mundo!».

Domingos tem a paciência que ostenta no nome, conseguindo fazer uma equipa melhor que a soma dos seus elementos.

O técnico bracarense tem sido capaz de inverter a tendência da realidade. Sim, porque a realidade atestava que o Benfica, o Sevilha, o Liverpool ou o Dínamo de Kiev eram superiores. Mas o Braga acreditou que podia ser melhor.

O bom líder é o que consegue que o seu grupo seja melhor que ele mesmo.

E, pormenor nada despiciendo, o bom líder certifica que o dinheiro, sendo importante, não é o factor decisivo. O Braga ultrapassou clubes com orçamentos maiores.

O bom líder prova que não é o dinheiro que traz as vitórias. São as vitórias que trazem dinheiro.

Meditem no exemplo do Braga e vejam se não é de um timoneiro como Domingos (ainda por cima com) Paciência que o país precisa.

Portugal tem tudo o que o Braga mostra. Apareça alguém que saiba motivar as pessoas, gerir os recursos, apontar um rumo e não defraudar as expectativas.

Não se trata de revivalismos sebastiânicos. Um líder não é tudo. Mas é muito importante. 

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Miriam Fernández, talvez a cantora e compositora juvenil mais querida da Espanha

video

Miriam nasceu com paralisia cerebral e os médicos diziam que, aos 15 anos, não caminharia, e só me arrastaria; mas hoje caminho com ajuda de um andarilho" – explica ela. A sua mãe, adolescente, ignorou a proposta de realizar um aborto e optou por entregá-la para adopção. Por isso diz-se eternamente grata a sua mãe biológica que a deixou viver. Assim como à família que a acolheu e apoiou em todos os sentidos.
Aos 20 anos de idade, Miriam é talvez a cantora e compositora juvenil mais querida da Espanha. E usa o seu talento para defender a vida e transmitir uma mensagem de fé: "Deus não manda nada que não possamos suportar" – diz ela.

Conheça o pacote de reformas negociado entre a 'troika' e o Governo

AQUI

Final lusa com sotaque nortenho

  Dublin vai receber FC Porto e Sporting de Braga, a 18 de Maio, para a final da Liga Europa. Um feito inédito para Portugal e um momento histórico para o Sporting de Braga de Domingos, pela primeira vez numa final de uma competição europeia.
Os Guerreiros do Minho bateram esta quinta-feira o Benfica, no estádio AXA, beneficiando do golo marcado a semana passada na Luz. Custódio deu o bilhete de ida para a República da Irlanda, aos 19 minutos.
Em Villarreal, o FC Porto até entrou a perder, mas Hulk, aos 39 minutos, e Falcao aos 47’, empataram. Rossi e Capdevilla acabariam, no entanto, por dar a volta ao marcador, mas isso não impediu os dragões de seguir em frente, fechando as duas mãos com um resultado esmagador: 7-4.
Agora as duas equipas vizinhas deslocam-se a Dublin para ver quem leva o troféu. O FC Porto parte como favorito, mas este Sporting de Braga já mostrou que derrubar gigantes é com eles: começou com o Celtic, passou pelo Sevilha, para a Liga dos Campeões, e chegou ao Liverpool, na Liga Europa. Frente a um Benfica enfraquecido, em Braga bastou um golo.
O Sporting de Braga conseguiu o feito inédito de estar numa final europeia. FC Porto perde, mas passa. Duas equipas lusas na final, duas equipas com sotaque do Norte.
Fonte: aqui

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Made in Portugal

Aos consumidores portugueses
O Português, depois de dormir numa almofada de algodão (Made in Egipt), começou o dia bem cedo, acordado pelo despertador (Made in Japan) às 7 da manhã.
Depois de um banho com sabonete (Made in France) e enquanto o café (importado da Colômbia) estava a fazer na máquina (Made in Chech Republic), barbeou-se com a máquina eléctrica (Made in China).
 Vestiu uma camisa (Made in Sri Lanka), jeans de marca (Made in Singapure) e um relógio de bolso (Made in Swiss).
Depois de preparar as torradas de trigo (produced in USA) na sua torradeira (Made in Germany) e enquanto tomava o café numa chávena (Made in Spain), pegou na máquina de calcular (Made in Korea) para ver quanto é que poderia gastar nesse dia e consultou a Internet no seu computador (Made in Thailand) para ver as previsões meteorológicas.
Depois de ouvir as notícias pela rádio (Made in India), ainda bebeu um sumo de laranja (produced in Israel), entrou no carro Saab (Made in Sweden) e continuou à procura de emprego.

Ao fim de mais um dia frustrante, com muitos contactos feitos através do seu telemóvel (Made in Finland) e, após comer uma pizza (Made in Italy), o Português decidiu relaxar por uns instantes.
Calçou as suas sandálias (Made in Brazil), sentou-se num sofá (Made in Denmark), serviu-se de um copo de vinho (produced in Chile), ligou a TV (Made in Indonésia) e pôs-se a pensar porque é que não conseguia encontrar um emprego em PORTUGAL...
O Ministério da Economia de PORTUGAL estima que se cada PORTUGUES consumir 150€ de produtos nacionais, por ano, a economia cresce acima de todas as estimativas e, ainda por cima, cria postos de trabalho.

DOMINGO ESPECIAL

Espectáculo com verdadeiros artistas populares da Rádio e da Tv a reverter a favor da construção do Centro Paroquial.

RICO versus SOLIDÁRIO

"Um povo não é solidário quando é rico. É rico quando é solidário." (Theosfera)

quarta-feira, 4 de maio de 2011

'Troika' e Governo definem poupança de 8,8 mil milhões em 2012-2013

A 'troika' e o Governo irão impor mais medidas de austeridade entre 2012 e 2013 que permitirão poupar 5,1% do PIB. As taxas moderadoras na saúde aumentam até Setembro e haverá redução de trabalhadores na Administração Central e local. A linha de TGV Lisboa-Porto é suspensa e os independentes passam a receber subsídio de desemprego.
Para atingir a meta de 5,9% do PIB, o Governo e a 'troika' comprometem-se a reduzir a despesa em 2011 em cerca de 0,25% do PIB, "particularmente em subsídios aos sectores empresarial do Estado e Saúde".

Outras medidas:
- Menos autarquias e menos funcionários
- TGV Lisboa-Porto suspenso
- Independentes passam a receber subsídio de desemprego
- Taxas moderadoras aumentam e isenções descem
- BPN para vender até Julho
- Auditoria para dar celeridade à Justiça
- Uma em cada cinco repartições de Finanças vai fechar
- Defesa sem margem para gastar
- Estado vai sair da EDP e da REN até final do ano
- Dois meses para acabar com 'golden shares'

Acompanhe aqui detalhadamente estas medidas a implementar.

Pode também passar por aqui.

Ajuda externa: as medidas que não vão acontecer

MEDIDAS QUE NÃO VÃO SER CONTEMPLADAS
Na intervenção ao país sobre os termos da ajuda externa, José Sócrates enumerou as medidas que não vão ter lugar no âmbito da negociação com a troika, sublinhando que o acordo para Portugal "decorre essencialmente das medidas previstas no PEC IV".

Veja aqui

terça-feira, 3 de maio de 2011

D. José Policarpo eleito novo presidente da Conferência Episcopal

O patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, foi eleito esta manhã (3 de Maio) para presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), substituindo no cargo o arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, que completou o segundo mandato consecutivo permitido pelos estatutos da CEP.

A eleição do patriarca, que já exerceu o cargo entre 1999 e 2005, teve que ultrapassar, no entanto, um forte número de votos em D. Manuel Clemente, bispo do Porto, que era a outra forte hipótese para o cargo e que foi eleito vice-presidente.

Nos últimos dias, o bispo do Porto insistiu na ideia de que a presidência da CEP deveria voltar para sul. No sábado de Páscoa, em entrevista ao Correio da Manhã, Manuel Clemente avançava claramente a hipótese do patriarca para presidente: “Neste momento acho que a Conferência Episcopal deve estar no sul. Esteve dois mandatos no Norte e acho que agora ficava muito bem lá para o Sul, para a zona de Lisboa.”

O patriarca foi eleito à terceira votação, depois de ter dito que a sua escolha levantaria um problema: “A minha eleição não deveria ser interpretada como forma de fazer qualquer pressão sobre a Santa Sé para prolongar o meu mandato como patriarca”, disse aos jornalistas. O cardeal Policarpo completou 75 anos em Fevereiro e, segundo as regras do direito canónico, pediu a resignação, aguardando agora a escolha do sucessor. Mas prevê-se que ele possa ficar no cargo pelo menos até final de 2012.

Na assembleia, depois de ter referido o mesmo problema, o núncio apostólico terá feito notar que o facto não constituiria obstáculo da parte do Vaticano. Até porque em Espanha o arcebispo de Madrid, cardeal Rouco Varela, foi reeleito há dois meses para um novo mandato como presidente, apesar de também completar 75 anos em Agosto próximo – e não no passado, como por erro o PÚBLICO ontem referia.

Para vogais do conselho permanente, foram eleitos os bispos de Braga e de Leiria-Fátima, António Marto, além dos do Algarve, Manuel Quintas, de Aveiro, António Francisco dos Santos, e de Setúbal, Gilberto Reis (que faz um segundo mandato no cargo).

A assembleia da CEP decidiu ainda, tal como o PÚBLICO adiantara na edição de ontem, que só mais tarde, possivelmente em Novembro, serão eleitos os presidentes das comissões sectoriais. O episcopado preferiu esperar pela nomeação dos novos bispos de Bragança e Lamego, bem como por outros auxiliares de Lisboa, para poder eleger os presidentes das comissões já a contar com os novos nomes.
Fonte: aqui

O gesto da empregada doméstica

Bateu à porta. Disse ao que vinha. Trazia não mão um envelope que me entregou. "É para o Centro Paroquial. Desculpe por ser pouco, mas agora não posso mais. Voltarei  logo que tenha possibilidades."
Pensei toda a tarde no gesto daquela pessoa. Ofereceu o que tanta gente, com mais possibilidades, ainda não ofereceu. Fê-lo com uma amizade, uma simplicidade e uma humilde enormes. "- Não ponha o meu nome no jornal", acrescentou. - Ponha 'anónimo'.
Veio-me muita vez ao pensamento aquilo que Jesus observou quando uma vez se pôs a ver as esmolas que as pessoas do seu tempo ofertavam para o templo. "Aquela viúva deitou mais do que todos os outros, porque ela deu tudo o que possuía e os outros do que lhe sobejava", comentou Jesus.
Esta pessoa muito simples, empregada doméstica, deu imenso. E desafia a generosidade de todos os outros!!!

segunda-feira, 2 de maio de 2011

CO-RESPONSÁVEIS E FIRMES NO DESAFIO DA MUDANÇA URGENTE

"... o modelo de desenvolvimento da sociedade portuguesa terá de assentar, de modo inequívoco, nos três critérios fundamentais: a justiça, a solidariedade e o bem comum. E significa, sobretudo, que não é aceitável que estes critérios fundamentais sejam postos entre parêntesis durante o tempo em que são precisas medidas e políticas mais austeras para restituir os equilíbrios económicos e financeiros perdidos. Pelo contrário, é nesta fase da vida do país que a justiça, a solidariedade e o critério do bem comum devem estar mais presentes no processo de definição das novas políticas, evitando sacrifícios maiores aos sectores da população que vêm sendo gravemente injustiçados."

"A Comissão Nacional Justiça e Paz considera inaceitável o corte ou congelamento dos baixos salários, pensões ou outras prestações sociais. Os recursos necessários deverão advir dos estratos de rendimentos (do trabalho e do capital) mais altos."

Leia aqui esta importante comunicação da Comissão Nacional Justiça e Paz.

Corpo de Bin Laden foi lançado ao mar

Bin Laden morto por tropas
dos Estados Unidos
Os Estados Unidos mataram Osama Bin Laden, anunciou o Presidente norte-americano Barack Obama. O líder da Al-Qaeda estava num luxuoso esconderijo perto de Islamabad, no Paquistão. No ataque norte-americano terá morrido também um filho do autor de vários ataques terroristas, como o 11 de Setembro. (em actualização) «Foi feita justiça», disse Barack Obama, numa declaração ao país: «A morte de Bin Laden não é o fim dos nossos esforços. Não temos dúvidas de que a Al-Qaeda continuará a tentar atacar-nos. Devemos e iremos continuar vigilantes».
Bin Laden foi morto esta madrugada em Abbottabad, a cerca de 100 quilómetros de Islamabad, confirmaram as autoridades norte-americanas e paquistanesas.
Os militares tomaram a custódia do cadáver e disseram que será tratado de acordo com as tradições islâmicas.
Foram também mortos três homens, incluindo um dos filhos do líder da Al-Qaeda, e uma mulher que terá sido usada como escudo por um resistente. Duas outras mulheres foram feridas.
Veja aqui as fotos dos festejos em todo o mundo
De acordo com as autoridades norte-americanas, a CIA localizou Bin Laden, seguindo-se o envio de tropas de elite da unidade de contra-terrorismo dos SEAL em quatro helicópteros. Bin Laden foi então atingido na cabeça, depois de ele e dos seus guardas terem resistido. As mesmas fontes militares dos Estados Unidos garantem que o raide não fez vítimas entre civis nem entre militares norte-americanos.
A morte de Bin Laden, o da maior caça ao homem da História, já foi saudada pelo anterior inquilino da cara Branca, George W. Bush: «A guerra contra o terror continua, mas esta noite a América enviou uma mensagem inequívoca: será feita justiça, não importa o tempo que leve».
Em frente à Casa Branca, em Washington, e no Ground Zero, em Nova Iorque, as manifestações de júbilo multiplicaram-se pelos milhares e milhares de pessoas que, apesar da hora adiantada na costa Leste, saíram à rua.

Lançado ao mar
O terrorista responsável pelos ataques de 11 de Setembro de 2001 e pela morte de mais de 3 mil pessoas foi esta segunda-feira morto por tropas norte-americanas e sepultado no mar.
O corpo do Osama Bin Laden foi lançado ao mar, conta a CNN, num ritual que respeitou as crenças e tradições islâmicas que acreditam que um corpo deve ser sepultado no máximo 24 horas após a sua morte.
Deste modo quis-se igualmente evitar que o corpo de Osama Bin Laden se transformasse num santuário de veneração para seguidores da Al-Qaeda e muçulmanos.
Antes disso, o corpo do principal líder terrorista da Al-Qaeda foi submetido a técnicas de reconhecimento facial e a testes de ADN para confirmar a sua identidade, segundo a agência Reuters.
Fonte: aqui

A ESTA HORA
Alguns suspiram de alívio. Outros ardem de raiva.
 Será preciso imitar o vencido para se tornar um vencedor?
 O que viveu matando acabou morto.
 O mundo perdeu uma ameaça. Mas será que ganhou tranquilidade?
 Alguém reclamará vitória. Não é, porém, a paz que se prepara para vencer.
Fonte: aqui

domingo, 1 de maio de 2011

As oportunidades da crise

"Numa época de crise em que todos choram, há sempre alguém que se lembra de fabricar lenços." - Autor desconhecido

ANTES DE SUBIR AOS ALTARES, JÁ TINHA DESCIDO AOS CORAÇÕES

Veja aqui

Festa ao Emigrante - 10 de Maio

Veja aqui