sábado, 15 de outubro de 2011

Portugal aderiu à marcha dos «indignados»

Fonte: aqui

Precários, reformados, jovens, pessoas de meia-idade, idosos, crianças, famílias inteiras,  constituíram as  mais de cem mil pessoas  que esta tarde desfilaram em várias cidades deste país, ‘indignados’ com o sistema político e financeiro.
Em resposta a um apelo internacional, mas com reivindicações que refletem o atual estado de degradação das condições de vida no país, os manifestantes apelaram a uma “democracia participativa, pela transparência nas decisões políticas e pelo fim da precariedade de vida”.
Os movimentos cívicos que integraram as manifestações  defendem “uma democracia onde os mais ricos não sejam protegidos por regimes de exceção e um sistema fiscal progressivo e transparente, onde a riqueza seja justamente distribuída e a segurança social não seja descapitalizada."

Sem comentários: