terça-feira, 30 de junho de 2015

Está mesmo aí a NOVENA DE SANTA HELENA 2015!!!


- Sábado, dia 4 de julho, às 18.30h, início da NOVENA


- De domingo, dia 5, a sábado, dia 11, NOVENA às 8 horas e às 18.30 horas


- Domingo, dia 5 de julho, FESTA DA SENHORA DAS DORES, às 18.30h


- Dia 12 de julho: Encerramento da NOVENA às 9.30 horas e Missa da FESTA DE SANTA HELENA às 11.30h


Venha a Santa Helena da Cruz! Traga um amigo consigo.
A novena é para si também!
Venha respirar o oxigénio da Fé com outros irmãos!

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Jesus Cristo e a comunicação social

A comunicação social e as novas tecnologias não confiam no homem. Se alguém tem o azar de cometer uma asneira ou dar um passo em falta, exige-se logo a demissão. Na vida social não há alternativa para um falhanço. Quem o comete é queimado na comunicação social.
A comunicação social e as novas tecnologias não acreditam na regeneração e na conversão do homem.
Jesus Cristo acredita. Totalmente. A quem falhou é aberta uma porta. Basta que o prevaricador se arrependa e queira mudar de vida. É que Jesus Cristo acredita no homem. Para Ele a pessoa humana tem sempre futuro.
Reparemos em Pedro. Falhou rotundamente e negou o Mestre. Cristo destituiu-o? Não. Deu-lhe oportunidade, abriu-lhe portas. Pedro arrependeu-se, experimentando o olhar misericordioso do Salvador.
Com quem estamos? Com esta comunicação social descrédula e destruidora ou com Cristo que acredita sempre na regeneração e reabilitação de cada pessoa?

domingo, 28 de junho de 2015

PARAPENTES SOBREVOARAM TAROUCA


Tarouca foi hoje sobrevoada por vários parapentistas, que durante toda a manhã deram um novo colorido aos céus da cidade, despertando muitos olhares curiosos.
Inserido nas festividades em Honra de S.Pedro, os amantes da modalidade aceitaram o desafio do Município de Tarouca e lançaram-se pelo Vale Varosa, tendo como ponto de partida a Serra de Santa Helena.
Num Concelho com excelentes condições para a prática de parapente, a iniciativa da autarquia procura incentivar e dar um novo impulso à prática da modalidade, bem como atrair atletas de todos os cantos do mundo.

Município de Tarouca, facebook

sábado, 27 de junho de 2015

A encíclica do Papa num ensaio vídeo. Francisco em defesa da Terra

video

Ex-Combatentes estiveram hoje em Santa Helena

Image result for santa helena tarouca
A tropa cria laços muito fortes de amizade, de camaradagem e de solidariedade, especialmente quando decorreu em período de guerra.. Daí que os ex-militares sintam necessidade de se reunir de tempos a tempos. Não há companhia que não tenha o seu encontro anual.
Hoje  reuniu em Tarouca um companhia que esteve na Guiné no tempo das guerra coloniais. Depois de uma visita à Casa do Paço, os ex-militares e suas famílias subiram até à Serra de Santa Helena onde puderam contemplar o silêncio falante da Serra e saborear o panorama único que de lá se desfruta.  Seguidamente, teve lugar a Eucaristia em que rezámos por todos os membros desta companhia que já partiram para a Casa do Pai para que, no abraço do Eterno, partilhem alegremente do encontro bem-aventurado.
Foi a primeira vez, em muitos e muitos encontros anuais, que a Eucaristia fez parte do plano do convívio desta companhia.
Foi bom sentir a serenidade da participação destes ex-militares, suas esposas, filhos e netos.  Estivemos em vivência de uma família de famílias.
Seguidamente, as pessoas seguiram para o repasto num restaurante local, tendo posteriormente outras visitas a realizar.
Muita desta gente não conhecia esta região e mostrava-se encantada com tudo o que tinha observado.

sexta-feira, 26 de junho de 2015

INAUGURADA LOJA INTERATIVA DE TURISMO DE TAROUCA.

O Presidente da Câmara Municipal de Tarouca, Valdemar Pereira, e o Presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira, inauguraram hoje a Loja Interativa de Turismo de Tarouca.
A nova infraestrutura, que representa a integração do Município na rede de Lojas Interativas do Turismo do Porto e Norte de Portugal, que conta já com 53 lojas, vem consolidar a estratégia definida pela autarquia de aposta na promoção e desenvolvimento do turismo. Todo o potencial t...urístico de Tarouca, a sua riqueza natural, histórica, patrimonial, cultural e gastronómica é desta forma dado a conhecer não apenas localmente, como também em toda a região do Porto e Norte, permitindo desta forma atrair mais turistas ao concelho.
Na ocasião, o presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira, elogiou o empenho da autarquia na promoção do turismo.
Para Valdemar Pereira, presidente da Câmara Municipal de Tarouca, " este é um importante passo dado na consolidação da nossa estratégia de dar um novo impulso aos dois pilares de desenvolvimento fundamentais para o nosso concelho: o turismo e a agricultura. Este novo equipamento permite-nos promover o nosso património natural e arquitetónico únicos, bem como o que de melhor se produz localmente".
A Loja Interativa de Turismo de Tarouca possui um conjunto de valências tecnológicas que permitem ao turista percorrer virtualmente o Concelho, com informação detalhada dos vários pontos de interesse.
Com uma forte componente interativa, a loja pretende ser um espaço privilegiado para que munícipes, turistas e visitantes descubram o que de melhor Tarouca tem para oferecer.




In Município de Tarouca, facebook

Estado Islâmico - Execuções cada vez mais grotescas

Prisioneiros do Estado Islâmico afogados em vídeo de propaganda. 

A revelação surge na sequência de mais um vídeo de propaganda que mostra técnicas novas e grotescas de execução de alegados “espiões” no Iraque. 
O autoproclamado Estado Islâmico crucificou recentemente dois jovens, aparentemente menores de idade, por terem sido encontrados a comer durante o dia, no mês do Ramadão. 
De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, que funciona a partir de Londres mas monitoriza a situação na Síria através de uma rede de contactos no terreno, o incidente teve lugar na cidade de Mayadin, na passada segunda-feira. 
Como é seu hábito nestes casos, o Estado Islâmico não crucifica as suas vítimas vivas, mas mata-as primeiro e depois pendura os cadáveres com um letreiro a indicar o motivo da execução, como exemplo para os residentes locais. Neste caso, o letreiro indica que os jovens tinham violado o jejum do Ramadão "sem qualquer justificação religiosa". 
As normas tradicionais islâmicas indicam que todos os adultos saudáveis deviam jejuar desde o nascer ao pôr-do-sol durante o mês de Ramadão. Estão isentos desta obrigação os doentes, as crianças, os idosos e as grávidas, bem como pessoas que estejam em viagem, por exemplo. 
Execuções cada vez mais grotescas 
Esta não é a primeira vez que o Estado Islâmico executa publicamente crianças. O grupo, que ao longo deste último ano já divulgou vários vídeos que comprovam os seus crimes, tem vindo a inventar novas formas, cada vez mais rebuscadas e grotescas, de matar os seus inimigos e alegados "criminosos" que captura.
Desde o lançamento de homossexuais do topo de edifícios ao piloto jordano que foi queimado vivo numa jaula em Fevereiro de 2015, a lista de crimes dos fundamentalistas é extensa. Mas vídeos divulgados nas redes sociais esta semana mostram técnicas ainda não vistas. 
No primeiro vídeo quatro alegados espiões são fechados dentro de um carro. De seguida um militante dispara um rocket, incendiando o veículo. No segundo registo outros quatro homens são colocados dentro de uma jaula que depois é içada por um guindaste e depositada dentro de uma piscina até as vítimas morrerem afogadas. A jaula está equipada com câmaras que registam a morte dos homens debaixo de água. 
Por fim, o último grupo de oito “espiões” é colocado num descampado, ligados uns aos outros com cabo explosivo atado à volta dos pescoços. O cabo é activado e os prisioneiros morrem decapitados. 
Este tipo de vídeos servem sobretudo como instrumento de propaganda para o grupo, mostrando simultaneamente que é o mais feroz na "jihad islâmica" e também assustando os potenciais inimigos. 
Um califado às portas de Putin 
No terreno, a situação para o Estado Islâmico continua a evoluir de forma mista. Na Síria as forças curdas que têm combatido o grupo conseguiram fazer alguns avanços, mas no Iraque, na região de Anbar, várias tribos sunitas têm jurado lealdade ao autoproclamado califado islâmico. 
As juras de lealdade chegam também de fora do Médio Oriente, um dos principais grupos de militantes islâmicos da região do Cáucaso declarou a sua lealdade ao califado do Estado Islâmico. 
O autodenominado "Emirado do Cáucaso", que alega ter cerca de 15 mil militantes e actua na região da Chechénia, combatendo sobretudo o regime russo, fez a sua declaração na segunda-feira. Esta foi aceite, como se esperava, pelo porta-voz do Estado Islâmico que aproveitou o seu discurso para incentivar os muçulmanos de todo o mundo a combater os "infiéis" e, neste mês do Ramadão, se "exporem ao martírio".
Fonte: aqui (título da nossa responsabilidade)

CUIDADO COM A ASTÚCIA

Há quem confunda inteligência com astúcia. Há quem use a inteligência para enganar.
Mas esse é um caminho que pode dar mau resultado.
La Rochefoucauld já reparou: «O uso frequente da astúcia é sinal de pouca inteligência e quase sempre quem se serve dela para se cobrir de um lado acaba por se descobrir do outro».
Atenção ao que faz contra os outros.
O atacante acaba por se expor mais que o atacado.
Nada como a lisura e a simplicidade!
In Theosfera

terça-feira, 23 de junho de 2015

Farmacêutico João Almiro: o herói português

A segurança dos cidadãos

A segurança das pessoas e dos seus teres e haveres tem que estar sempre em cima da mesa das autoridades. Neste caso, vale excelentemente o aforismo que diz: "Antes prevenir do que remediar."
Por estar perto de uma via estruturante como a A24, por ser uma terra habitualmente calma que não levanta grandes suspeitas, por ser vizinha de localidades maiores que estão mais sob o fogo de mira das autoridades, a nossa zona pode tornar-se numa coutada de gente ligada a qualquer tipo de crime.
Urge, por isso, que quem de direito não cesse de vigiar, antecipando medidas que abortem a criminalidade e desaconselhem esta terra a pessoas com maus instintos.
A segurança acima de tudo!
Há sinais que indicam que as autoridades competentes estão de atalaia. Bom sinal.
Compete igualmente aos cidadãos estar vigilantes e comunicar a quem de direito indícios de insegurança. Também para os cidadãos vale o provérbio: "Antes prevenir do que remediar."
Ninguém pode dizer que estas coisas não são consigo, porque a criminalidade é um chuveirinho que pode molhar a todos.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Papa visita o Santo Sudário

Francisco em Turim para uma visita de dois dias que inclui a veneração do Santo Sudário e um reencontro com as raízes familiares suas.

“Somos chamados a reafirmar o ‘não’ a uma economia do desperdício, que pede para se resignar à exclusão daqueles que vivem em pobreza absoluta”, afirmou o Papa Francisco à sua chegada à cidade italiana de Turim.

Ali, sublinhou, a pobreza absoluta afecta “cerca de um décimo da população”.

Durante o seu encontro com representantes de trabalhadores, antes da oração diante do Santo Sudário, na Catedral, Francisco apelou a que digamos “não” à “idolatria do dinheiro” e “à corrupção, tão espalhada que parece ser uma atitude e um comportamento normal. ‘Não’ aos conluios mafiosos, às fraudes, aos subornos e coisas do género!”, continuou.

O Papa falou também directamente aos que vivem as dificuldades do desemprego e trabalho precário, sobretudo os jovens de Turim, mais afectados pelas dificuldades.
Francisco lembra que o trabalho é essencial para a dignidade da pessoa humana.

“Exprimo a minha proximidade aos jovens desempregados, às pessoas com subsídio de desemprego ou trabalho precário; mas também aos empresários, aos artesãos e a todos os trabalhadores dos vários sectores, sobretudos os que têm mais dificuldade em ir por diante. O trabalho não é necessário apenas para a economia, mas para a pessoa humana, para a sua dignidade, para a sua cidadania e também para a inclusão social”, afirmou.

O Papa iniciou este domingo uma visita de dois dias à cidade de Turim, com um programa que inclui a veneração do Santo Sudário e um reencontro com as suas raízes familiares.

Depois do momento de oração na Catedral de Turim, Francisco dirigiu-se à Praça Vittorio, onde preside à Eucaristia e à recitação do Angelus.

Uma tradição a manter Nesta visita a Turim, o Papa rezou diante do Santo Sudário, dando assim continuidade à tradição de visitas papais à relíquia guardada na catedral da cidade.

Diante do misterioso lençol de linho, com marcas de sangue, venerado como sendo a mortalha que envolveu o corpo de Cristo no Sepulcro, Francisco deteve-se vários minutos em silêncio.

Não é sempre que o Santo Sudário está exposto ao público. Mas quando isso acontece, o grande lençol de linho fica protegido dentro uma moldura colocada atrás do altar principal.

Em geral, os fiéis sentam-se a alguma distância do Sudário, mas para o Papa foi colocada uma cadeira mesmo em frente para lhe permitir algum recolhimento.
Francisco sentou-se a rezar durante vários minutos e, no final, aproximou-se do Sudário e tocou-lhe com a mão.
Fonte: aqui

domingo, 21 de junho de 2015

BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE TAROUCA - Bênção da Nova Ambulância de Emergência

21 de junho, início do Verão. Procedeu-se à bênção da Nova Ambulância de Emergia, adquirida a expensas da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Tarouca.
Mais um meio que os Bombeiros possuem para continuar a prestar serviços de excelência à população que deles precise.

Há prendas que nos enchem o coração...


Obrigado, D. Isabel!

sábado, 20 de junho de 2015

Aí estão as Festas de São Pedro, o Padroeiro

Tarouca,  São Pedro/2015
 Hoje no Bairro de São Pedro





sexta-feira, 19 de junho de 2015

Stultorum infinitus est numerus


Incêndio atinge igreja do milagre da multiplicação dos pães. Li a notícia a meio da manhã nas redes sociais. Vinha na página de um conhecido jornal nacional. Como já lá estive há uns anos, numa experiência de fé emocionante, fiquei triste com a notícia. O espaço nunca perderá o significado que tem para quem imagina que possa ter sido al...i o milagre da multiplicação dos pães. Recordo que imaginar Jesus por aquelas paragens estremeceu em mim o que de melhor tem o meu coração. Mas o que mais me chamou a atenção na notícia foram os abundantes comentários jocosos. Copio alguns como lá estão ainda. “alguem nao prestou atencao ao forno...”; “Agora é a multiplicação do pão torrado....ou das tostas”;”Hoje há torradinhas para todos.”; “se calhar estavam a aquecer o forno para fazer os pães em duplicado.”; “Agora podem multiplicar os tijolos”; “Lá se foi a padaria do bairro,...”; “Esqueceram-se do forno aceso , agora nem pão multiplicado vão ter.”; “ao menos o pão cozido deve ter ficado”; “"Esturraram-se" as carcaças! Hahahaa”…

O ahahaha ainda soa na minha cabeça. Não é que me sinta indignado com a falta de respeito. Já estou habituado. As redes sociais dão possibilidade a todos os seus frequentadores de dizer o que bem lhes apetece sem medir a reação própria e natural do frente a frente. Além disso, faltar ao respeito não dá direito ao desrespeitado de faltar ao respeito a quem faltou ao respeito. Sim, porque a seguir logo diriam que não me podes faltar ao respeito por eu dizer o que me apetece.
Sinto-me, isso sim, espantado pelo facto de algo como uma casa que ardeu possa dar azo a piadas. Já estou a imaginar como seria comunicar a algumas dessas pessoas que gostam de rir com o mal alheio. Olhe a sua casa ardeu, ahahahah, esturricaram-se as mobílias, ahahaha, a comida que tinha na despensa já está cozinhada, ahahaha, cheira-me a esturro, ahahahah. Talvez, ou talvez não, nessa ocasião se apercebessem que o mal alheio só é alheio enquanto não nos toca a nós. Apetecia-me dizer mais umas coisas, mas não quero faltar ao respeito. 

Fonte:  aqui


Senti repulsa e indignação por esses comentários.
"o mal alheio só é alheio enquanto não nos toca a nós." É mesmo assim, mas quando o mal lhes entra pela porta dentro sem pedir licença muda o cenário, mudam os comentários.
Stultorum infinitus est numer
us (O número dos tolos é infinito", frase do Eclesiastes, que o falecido P.e Duarte Fernandes dos Santos muitas vezes gostava de citar, e que se aplica com total propriedade aos comentadores referidos neste post.

Um guia para a leitura da encíclica do Papa Francisco sobre o meio ambiente

Pope Francis and Saint Francis of Assisi_
Veja aqui

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Sobre o cuidado da casa comum - a nova encíclica


Aqui está o texto da Encíclica Laudato Si (Louvado Sejas), que acaba de ser apresentada aos jornalistas no Vaticano.
Fica o início de um apelo do Papa a todas aspessoas de boa vontade (Nº 14 e início do 15):
"Lanço um convite urgente a renovar o diálogo sobre a maneira como estamos a construir o futuro do planeta. Precisamos de um debate que nos una a todos, porque o desafio ambiental, que vivemos, e as suas raízes humanas dizem respeito e têm impacto sobre todos nós. O movimento ecológico mundial já percorreu um longo e rico caminho, tendo gerado numerosas agregações de cidadãos que ajudaram na consciencialização. Infelizmente, muitos esforços na busca de soluções concretas para a crise ambiental acabam, com frequência, frustrados não só pela recusa dos poderosos, mas também pelo desinteresse dos outros. As atitudes que dificultam os caminhos de solução, mesmo entre os crentes, vão da negação do problema à indiferença, à resignação acomodada ou à confiança cega nas soluções técnicas. Precisamos de nova solidariedade universal. Como disseram os bispos da África do Sul, «são necessários os talentos e o envolvimento de todos para reparar o dano causado pelos humanos sobre a criação de Deus».[22]Todos podemos colaborar, como instrumentos de Deus, no cuidado da criação, cada um a partir da sua cultura, experiência, iniciativas e capacidades.

Espero que esta carta encíclica, que se insere no magistério social da Igreja, nos ajude a reconhecer a grandeza, a urgência e a beleza do desafio que temos pela frente."

Para descarregar o ficheiro pdf: AQUI 


Fonte:  aqui

quarta-feira, 17 de junho de 2015

O Papa Francisco vai publicar esta quinta-feira a sua nova encíclica sobre o ambiente

Nova encíclica antecipa-se muito bem à cimeira de Paris
(Lusa)
A encíclica, ‘Laudato si’, quer ser um apelo à “responsabilidade” ambiental e em favor dos mais pobres.

O diretor da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa (UCP) acredita que a nova encíclica do Papa sobre a Ecologia vai dar força a uma nova abordagem política sobre “um problema que afeta a todos”.
Em entrevista à Agência ECCLESIA, José Miguel Sardica realça que com este texto Francisco se “antecipa muito bem à cimeira de Paris” sobre as alterações climáticas, que está agendada para o mês de dezembro.
Segundo aquele responsável, “à Santa Sé cabe marcar a agenda, cabe apelar e cabe sobretudo, ter a margem de influência que o Papa tem de marcar o debate”, quer público quer político, à volta de qualquer questão que seja estrutural para a sociedade e o bem-comum.
Neste prisma, José Miguel Sardica considera que a encíclica poderá “obrigar os decisores políticos a, pelo menos quando se sentam à mesa para decidir sobre as quotas que cada país tem em termos ambientais, terem um alerta de uma autoridade internacional importante sobre uma questão que não tem cor política, regime ou idade”.
Para o comentador da Agência ECCLESIA, “o Papa tem toda a razão” em debruçar-se sobre esta temática, já que hoje veem-se “tantas cimeiras, sobre aquecimento em geral, sobre quotas, sobre industrialização, sobre os países A, B ou C, cimeiras sobre tudo e mais alguma coisa, o G6, o G7, o G qualquer coisa, mas não se vê inverter as coisas”.
“Ou seja, pensar o desenvolvimento político e económico pensando que a montante temos recursos finitos, temos recursos naturais que apesar de todas as economias verdes não são maximizáveis ao ponto para chegarem a todos”, concretiza aquele responsável.
Até dezembro, em Paris, vão decorrer uma série de eventos destinados a definir um novo acordo climático global pós-2020, centrado na redução de emissões para limitar o aumento médio de temperatura em 2º.
José Miguel Sardica salienta que quando se fala em Ecologia, “desde os oceanos aos rios, ao ar, às águas, tudo isso são questões que estão para lá da política”, está em causa o “futuro” da humanidade.
Questões que, a não serem convenientemente resolvidas, “serão provavelmente a causa de muita tensão e se calhar de algumas guerras durante este século XXI em geral”, complementa.
Outro dado destacado pelo docente é que, com este documento, o Papa retoma “uma doutrina social da Igreja que sempre olhou para o cosmos, para o mundo natural no sentido muito respeitoso e no sentido de fazer com que o Homem se realize, respeitando os outros seres”.
Como aliás fez o seu “ilustre antecessor medieval, São Francisco de Assis”, quando em 1225 compôs o celebre Cântico das Criaturas, ao irmão Sol, à irmã Lua”.
Uma obra que já “num tempo em que não havia indústria”, realça José Miguel Sardica, exortava a sociedade a “não se servir do mundo à sua volta mas a inserir-se harmoniosamente nos seus recursos”.
A nova encíclica do Papa Francisco, intitulada “Laudato si, sobre o cuidado da casa comum”, é o 298.º documento do género na história da Igreja Católica e vai ser apresentada esta quinta-feira no Vaticano.
A encíclica, grau máximo das cartas pontifícias, tem um âmbito universal, onde o Papa empenha a sua autoridade como sucessor de Pedro e primeiro responsável pela Igreja Católica.
In agência ecclesia

terça-feira, 16 de junho de 2015

Gatos e cães em vez de filhos

O papa Francisco voltou a surpreender numa das suas mensagens aos fiéis. Francisco, na missa desta segunda-feira, falou sobre o casamento, perante quinze casais, e para além da fidelidade e da perseverança, o líder da Igreja Católica abordou o tema da fecundidade.

Num claro ataque a alguns hábitos dos «tempos modernos», o papa Francisco faz mesmo referência aos casais que preferem ter animais de estimação em vez de filhos. «Mas é melhor talvez - mais cómodo - ter um cãozinho, dois gatos, e amor vai para o cão e os dois gatos. E verdade isto, ou não? Já viram isto, não é?», perguntou o papa Francisco que alerta para os fiéis que o futuro destes casais é a solidão.
«E no final este matrimónio chega à velhice em solidão, com a amargura da triste solidão. Não é fecundo, não faz aquilo que Jesus faz com a sua Igreja: fá-la fecunda», disse o santo padre, segundo informa a Radio do Vaticano. 
O papa Francisco que falava para os casais que celebravam 25, 50 e 60 anos de casados chamou ainda a atenção os casais que preferem ir de férias ou comprar casas em vez de terem filhos: «Estes matrimónios que não querem os filhos, que querem permanecer sem fecundidade. Esta cultura do bem-estar de há dez anos atrás convenceu-nos: «É melhor não ter filhos! É melhor! Assim tu podes ir conhecer o mundo, de férias, podes ter uma casa no campo, tu estás tranquilo».
Fonte: aqui

GABINETE DE APOIO AO AGRICULTOR E EMPRESÁRIO DÁ NOVO IMPULSO AO TECIDO AGRÍCOLA E EMPRESARIAL DO CONCELHO DE TAROUCA



Procurando impulsionar o setor agrícola e empresarial do Concelho, a Câmara Municipal de Tarouca criou o Gabinete de Apoio ao Agricultor e Empresário - GAAE, um serviço de proximidade prestado aos agricultores e empresários que procura informar, apoiar e orientar os mesmos.
Segundo Valdemar Pereira, presidente da Câmara Municipal de Tarouca, "o papel da autarquia passa por incentivar e promover os setores com potencial de desenvolvimento no Concelho e por isso, com a criação de um serviço que possa apoiar agricultores e empresários a lidar com a burocracia que muitas das vezes surge como um obstáculo ao desenvolvimento destes setores, estaremos certamente a encurtar e a simplificar procedimentos". 
Ao nível do setor agrícola, o Gabinete de Apoio ao Empresário prestará apoio na elaboração de projetos de investimento do PDR2020, formação no âmbito agrícola em parceria com o Gabinete de Inserção Profissional (GIP) e Régiefrutas (Cooperativa de Interesse Público Távora Varosa CIPRL), aconselhamento e informação sobre subsídios agrícolas.
No setor empresarial, o GAAE servirá como uma ferramenta no apoio à criação de novas empresas, candidaturas a incentivos, cooperação na abertura de mercados de proximidade, nacionais ou internacionais, acesso a parceiros visando o escoamento do produto (cooperativas, organizações de produtores, empresas), formação no âmbito empresarial, em parceria com o GIP, e aconselhamento empresarial.
O Gabinete da Apoio ao Agricultor e Empresário funciona de segunda a sexta-feira, das 9h00 ás 13h00 e das 14h00 às 17h00, nas instalações da Câmara Municipal de Tarouca.

Cátia Rocha
TÉCNICA SUPERIOR

segunda-feira, 15 de junho de 2015

CONTRASTES QUE FEREM

O nosso mundo é cheio de contrastes. E os contrastes desvanecem uns e fazem doer outros.
Há tantos que dispõem de pouco dinheiro para gastar em muito tempo enquanto outros dispõem de muito dinheiro para gastar em pouco tempo.
Diz a imprensa que uma cidade vai investir 50 mil euros numa partida de fogo que terá a duração de...16 minutos!
Fonte: aqui

domingo, 14 de junho de 2015

Reunião de Arciprestado

Na tarde deste dia, reuniram-se em Arícera padres do Arciprestado de Armamar/Tarouca, sob a presidência do Arcipreste, P.e Mergulhão.
Após um momento de oração, foram transmitidas informação do Conselho de Arciprestes, falou-se da do Dia da Família Diocesana, preparou-se a visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima que passará por Armamar em 3/4 de agosto e por Tarouca em 4/5 do mesmo mês, foram dados contributos para o próximo Plano Pastoral, propuseram-se assuntos pastorais que exigem uma reflexão comum, a serem tratados oportunamente.
Seguiu-se um tempo de convívio numa refeição fraterna.

sábado, 13 de junho de 2015

Cultivar as boas relações


1 – Não dizer sempre tudo o que pensamos. Falar em voz baixa, persuasiva.

2 Fazer poucas promessas, mas cumprir fielmente as que se fizeram, quer nos custe muito ou pouco.

3 – Elogiar um trabalho bem feito, sem ter em conta quem o faz. Se é ne­cessário criticar, fazê-lo de forma encora­jadora e nunca com desprezo.

4 – Interessarmo-nos pelos outros. Pelas suas aspirações, o seu bem-estar, as suas famílias, etc. Fazê-lo de maneira que qualquer pessoa, por mais humilde que seja, sinta que é considerada como uma pessoa importante.

5 – Ter boa disposição. Esconder com um sorriso os desgostos, as preocupações, as desilusões.

6 – Manter uma opinião leal e franca em todas as questões. Discutir um assunto sem, no entanto, nos impormos. É sinal de possuirmos uma personalidade superior discordar sem, contudo, deixarmos de ter uma atitude amigável.

7 Não seguir pelo caminho da bisbilhotice e da maledicência. Habituarmo-nos a nada dizer de outrem, excepto se for por bem.

8.– Ser cuidadoso com a sensibilidade dos outros. Fazer graça à custa alheia raramente compensa esse esforço e pode ferir quem menos se espera.

9 – Não dar importância a obser­vações maldosas a nosso respeito. A me­lhor maneira de as anular é seguir uma conduta que convença os outros da falsi­dade dessas mesmas observações.

10 – Que o nosso convívio com os outros os deixe mais serenos e felizes.
Fonte: aqui