domingo, 4 de dezembro de 2016

sábado, 3 de dezembro de 2016

Sobre a Criação

Papa Francisco:
“Todo o universo material é uma linguagem do amor de Deus, do seu carinho sem medida por nós. O solo, a água, as montanhas: tudo é carícia de Deus”

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Inauguração da Imagem de Santa Helena prevista para 1 de janeiro de 2017

 
 

 Imagem em granito de Santa Helena

 Imagem em granito de Santa Helena e de seu filho Constantino.
Em fase de acabamentos.
Peças em granito que servirão de suporte à Imagem. Em fase de acabamentos.

Com a base, a Imagem terá 3 metros e 20 cm de altura.
Prevê-se que a Imagem esteja pronta para ser inaugurada no dia 1 de Janeiro.
Nesse dia, caso as previsões se confirmem, as Missas serão no Centro Paroquial, seguidas de uma visita à Imagem que, como é sabido, ficará na parte externa do Centro Paroquial.
Gostei muito do que vi. Mais uma obra que vamos deixar ao futuro como sinal do nosso carinho por Santa Helena.


quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

42º Aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Tarouca

O hastear das bandeiras deu "início oficial das comemorações. Após a Eucaristia, teve lugar a receção às entidades oficiais, seguindo-se a sessão solene e o desfile motorizado e apeado do Corpo de Bombeiros. O almoço de confraternização encerrou a comemoração aniversária. Estiveram presentes, como habitual, os bombeiros de Bucelas com a sua fanfarra, o que deu mais brilho às comemorações.


Foram muitos - e justos - os elogios à Direção, ao Comando, ao Corpo Ativo, ao Voluntariado.
Foram referidos os melhoramentos conseguidos e as situações a merecer resposta.
Fez-se memória agradecida de todos os que estiveram na origem desta Associação, dos que a integraram e por ela lutaram ao longo dos tempos.
Salientaram-se as boas relações institucionais com a Câmara, as Juntas, as empresas, os cidadãos.
Salientou-se o esforço feito em ordem ao autocontrole financeiro da instituição.
Frisou-se o papel dos associados.
Condecoram-se Bombeiros pelo mérito aliado a datas de serviço estipuladas.
Elogiou-se o Comandante, também condecorado, e a transição pacífica que tem levado a cabo.
Elogiou-se quem passou ao Quadro de Honra.
Admitiram-se novos Adjuntos do Comando.
Elogiou-se  o profissionalismo e a competência dos Bombeiros.
Elencaram-se situações que precisam da melhor resposta, a nível nacional, tanto da instituição nacional como do governo.
Falou-se da importância do acolhimento e do acompanhamento das crianças e jovens candidatos a Bombeiros.
No âmbitos nacional e distrital, Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Tarouca é uma referência. E é assim que quer continuar a caminhar.
Parabéns, Bombeiros de Tarouca!

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

terça-feira, 29 de novembro de 2016

"QUE PATIFES, OS DE BELÉM!"

Há tempos, contando às crianças o que o Evangelho nos diz a respeito do nascimento de Jesus, como Ele teve que nascer num curral, porque as casas de Belem estam todas cheias, uma criança desabafa:
- Que patifes os de Belém!
Pois. E os patifes do nosso tempo? Da nossa família, do nosso bairro, do nosso povo, da nossa comunidade, do nosso país, do nosso mundo!?
Tanta gente que vive como se Deus não existisse......

Tanta gente que encharca o seu coração dos falsos deuses da moda: gozar a vida, carro, desporto, comezainas, nights, materialismos... Tudo cheio no coração das pessoas. E Deus?
Muitos corações estão enferrujados... Desabituaram-se de Deus. Ele que bate à porta constantemente
!

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

O CRISMA e os Morcegos


Um padre queixava-se a um grupo de colegas dos morcegos que tinham assentado arrais na Igreja e não conseguia maneira de se livrar dos intrusos que sujavam o templo de forma alarmante.
Várias tinham sido as tentativos de afugentar os morcegos mas todas se haviam revelado infrutíferas.
Então um colega, mais atreito à piada, sugeriu-lhe:
- Não consegues livrar-te dos morcegos? É fácil. Crisma-os
.

***

O CRISMA não é:
- a cerimónia da graduação para dizer adeus;
- ficar simplesmente a "ver passar a procissão";
- demitir-se de participar na comunidade;
- esperar sentadinhos;
- abandono, bater com a porta, esquecer a comunidade;
- uma burocracia para se poder ser padrinho;
- uma cerimónia para se sentir integrado socialmente...

O CRISMA É receber o Espírito Santo para:
- “ser gente grande”, tomar de que a “comunidade precisa” dos crismados,   oferecendo o contributo que se pode dar;
- um princípio de vida nova, ativa, tomando consciência que "esta é a minha comunidade, eu colaborei para fazê-la, para construí-la";
- aceitar que a comunidade paroquial tem também “o direito” de pedir aos crismados o seu “serviço da fé, da esperança, o entusiasmo”, aquilo que o Espírito lhes dá.
- Fazer da  vida um alerta para servir, porque este mundo precisa de gente amada por Deus, que sente o carinho e amor de Deus e é capaz de pôr ao serviço de um mundo melhor esse capital e vida, de amor, energia, criatividade;
- tomar consciência de que ser crismado é um impulso para crescer como cristão, como membro de uma comunidade, como apóstolo de Cristo que nos envia às periferias existenciais;
- uma ligação pessoal forte a Cristo que "não tira nada, mas dá tudo";
- a alegria de viver a fé num mundo que precisa de testemunhas e não de respeitos humanos...

Os amigos topam-se no momento certo!

Centro Paroquial foi inaugurado
(ver  aqui)

Às muitas pessoas que pessoalmente, pelo telemóvel, pelo facebook ou por email me fizeram sentir a sua amizade, a sua presença e o seu estímulo, o meu muito obrigado.
Nesta altura em que o desgaste é imenso sabe muito bem sentir a verdadeira amizade!
É bom sentir os verdadeiros amigos!

quinta-feira, 24 de novembro de 2016


quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Campanha de Recolha de Alimentos







Viseu 21 de Novembro de 2016
Assunto: Campanha de Recolha de Alimentos
O Banco Alimentar Contra a Fome de Viseu vai realizar nos próximos dias 3 e 4 de Dezembro, mais uma Campanha de Recolha de alimentos nos supermercados do nosso distrito....
Numa altura em que a ajuda de cada um de nós se torna mais imprescindível, aqui estamos uma vez mais a pedir a indispensável colaboração (...) A sensibilização de todas as pessoas e a boa vontade para estas campanhas tem sido decisiva para as mesmas, tanto no que se refere aos produtos doados como ao trabalho voluntário prestado.
Graças à generosidade de muitas pessoas o Banco Alimentar Contra a Fome de Viseu, está neste momento a contribuir todos os dias com alimentos para 102 Instituições de Solidariedade Social do Distrito de Viseu, muitas das quais Centros Sociais Paroquiais e Conferências de S. Vicente de Paulo, que os entregam a mais de 6.000 pessoas necessitadas.
Esperando a melhor colaboração, agradecemos desde já a atenção dispensada e enviamos os nossos melhores cumprimentos,

Fátima Ribeiro
(Presidente da Direção)

terça-feira, 22 de novembro de 2016

1% da população mundial concentra metade de toda a riqueza do planeta

Em Portugal, os números da riqueza situam-se entre os 25 mil e os 100 mil dólares por adulto, segundo o relatório da riqueza “Global Wealth Report”, publicado pelo Credit Suisse.

 desempregados_iefp_desemprego_pessoa_1

Segundo o relatório da riqueza “Global Wealth Report”, publicado esta terça-feira pelo Credit Suisse, e que traça o panorama da riqueza mundial, 10% dos mais ricos concentram 89% da riqueza mundial. E 1% da população mundial concentra metade de toda a riqueza do planeta.

Em Portugal, os números da riqueza situam-se entre os 25 mil e os 100 mil dólares por adulto. O relatório mostra que um adulto precisa de 3210 dólares para pertencer à classe dos 50% mais ricos do planeta.
De acordo com o estudo 90% da riqueza mundial vive em nações desenvolvidas, sobretudo nos Estados Unidos, mas o maior crescimento entre os magnatas vem de países como a China
Segundo o relatório, o número de milionários estima-se que atinja os 45,1 milhões em 2021.

O estudo destaca ainda a queda de 10% da riqueza acumuladas pelos britânicos, causada sobretudo pelo Brexit e a consequente queda dos mercados financeiros.
Fonte: aqui

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Relatório diz que 75 por cento da população mundial vive com severas restrições à liberdade religiosa


Ver aqui

UM DIA, ISTO TINHA DE ACONTECER

Está à rasca a geração dos filhos que nunca foram ensinados a lidar com frustrações.
Um belo texto de Mia Couto que vale a pena ler.... Se vale!!!
Veja aqui

domingo, 20 de novembro de 2016

Esta tarde em Cristo Rei


Hoje. Solenidade de Jesus Cristo Rei do Universo.
De tarde, subi até ao Monte de Cristo Rei para celebrar a Eucaristia na capela. Como vem sendo costume. E compreende-se. Num monte e numa capela dedicados a Cristo Rei, é de assinalar o dia em que a Igreja celebra esta solenidade.
O dia, por estas bandas, começou carrancudo, chuvoso, agreste. Mas de tarde foi-se compondo. Embora continuando a mostrar-se maldisposto, reduziu a agressividade e a impetuosidade da chuva. Talvez por isso, estiveram menos pessoas do que é costume. Mas quem foi participou com satisfação na celebração.  Desafiando o clima, alguns ainda se reuniram para uns momentos de convívio.
O Outono traz outros encantos à paisagem que se vislumbra de Cristo Rei. Agora a tonalidade verde é suavizada pelo amarelo outonal, oferecendo outro enquadramento ao salpicar de povoados.
Que os abraços abertos da Imagem de Cristo Rei nos falem da misericórdia do Pai, sempre disposto a acolher, perdoar, incentivar e fortalecer.




PARÓQUIA DE S. PEDRO DE TAROUCA prepara o dia da comunidade paroquial e da Inauguração do Centro Paroquial

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Projecto cultural do Vale do Varosa ganha prémio de património em Espanha


O projecto Vale do Varosa ganhou o Prémio Internacional AR&PA 2016, atribuído durante a X Bienal de Restauro e Gestão do Património, que terminou no domingo, em Valladolid, Espanha, anunciou esta segunda-feira o Museu de Lamego, que gere o projecto.
O projecto Vale do Varosa teve início em 2009 com a criação de uma "rede de monumentos abertos de forma integrada, tendo tido como núcleo principal, numa primeira fase, os mosteiros cistercienses de São João de Tarouca e de Santa Maria de Salzedas e o convento franciscano de Santo António de Ferreirim", explicou o museu. Desde Julho último o projecto está "a funcionar em pleno", depois de, em 2014, ter aumentado o número de monumentos com a inclusão da Torre Fortificada de Ucanha, no concelho de Tarouca, e da Capela de São Pedro de Balsemão, em Lamego.
Segundo a mesma fonte, o júri reconheceu ainda o Vale do Varosa como "um projecto que potencia as parcerias público-privadas, através do mecenato, e viu-o como um exemplo de 'intervenção correcta, historicamente sensível, num contexto social definido', que faz emergir na região do Douro, Património da Humanidade, a herança cultural, artística e paisagística de um conjunto de monumentos que foram intervencionados para fruição pública". O júri destacou neste projecto a "forma de actuar consistente que conjuga território, paisagem e património", e que resulta numa "intervenção viva e uma aposta de futuro".
A norte-americana Martha Thorne, da Escuela de Arquitectura y Diseño e directora executiva do Prémio Pritzker, presidiu ao júri, que foi ainda composto por Javier Rivera Blanco, catedrático de História da Arquitectura e Restauro, Manuel Roberto Guido, da direção-geral do Património do Ministério da Cultura de Itália, e por José Maria Lobo de Carvalho, arquitecto e consultor para o Património Português e Prémio Europa Nostra.
O projecto do Vale do Varosa abrange os concelhos de Lamego e Tarouca, no Alto Douro, e é desenvolvido sob a égide da Direcção Regional de Cultura do Norte e com gestão directa do Museu de Lamego. "As principais linhas estratégicas foram a recuperação de edificado, a musealização do património móvel e imóvel, a instalação de centros de acolhimento e interpretação, a criação de uma imagem personalizada e, finalmente, a abertura ao público com funcionamento em rede e o desenvolvimento de acções de divulgação conjuntas", explicou à agência Lusa fonte do Museu de Lamego.
O diretor do Museu de Lamego, Luís Sebastian, explicou que a rede de monumentos Vale do Varosa já contabilizou mais de 50 mil visitantes ao longo deste ano, devendo atingir os 60 mil até final de Dezembro. Para o responsável, este crescimento deverá vir a ser impulsionado pelo reconhecimento que o projecto alcançou além-fronteiras, com o prémio que agora lhe foi atribuído.
Luís Sebastian lembra que esta rede de seis monumentos está totalmente aberta desde Junho e deverá continuar a crescer. "Para o ano contamos ter muito mais visitas. A nossa ambição é grande, sendo dados passos sustentados, pois queremos que estes monumentos continuem abertos daqui a dez anos, com qualidade, guias e formação", acrescentou.
Os Prémios AR&PA de Intervenção no Património Cultural foram criados em 2000, com o objectivo de reconhecer o trabalho realizado por profissionais e instituições dedicadas à conservação, reabilitação e restauro do património cultural, assim como o interesse de projectos destacados na aplicação de técnicas, metodologias e estratégias inovadoras nas intervenções em bens culturais, explicou Carlos Saiz, director do Património Cultural do Governo Autónomo da Comunidade de Castela e Leão, que organiza a Bienal.
Portugal foi este ano o país-convidado da Bienal, tendo a sua programação sido apresentada em Outubro passado, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, por Carlos Saiz e pela directora-geral do Património Cultural de Portugal, Paula Silva, que na ocasião realçou que este é o maior encontro na área do património cultural da Península Ibérica.
Fonte: aqui

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Comentadores desportivos, independência e amenismo


Na televisão e nos jornais portugueses, no que ao futebol diz respeito, há uma distinção óbvia entre os que representam o seu papel de forma digna e independente;  os que estão ali  para transmitir mensagens previamente definidas e alinhadas com a versão oficial dos acontecimentos.
Os primeiros são os comentadores e cronistas portistas, pessoas independentes e imparciais, capazes de elogiar o nosso clube numa semana para, logo de seguida, criticarem de forma veemente as opções do actual Presidente, da SAD, do treinador, dos jogadores, etc. Falo de Miguel Sousa Tavares, Miguel Guedes, Rodolfo Reis e até o próprio Bernardino Barros.
Os outros - a maioria - estão ali plantados para defenderem as suas agremiações e os seus chefes. São incapazes de admitir coisas óbvias, negam que o branco é branco e que o preto é preto. São pessoas  amenistas, obcecadas, unilaterais. Por exemplo, Pedro Guerra, Rui Gomes da Silva, André Ventura, afetos ao Benfica,  ilustram o facto. Vários comentadores afetos ao Sporting não ficam muito atrás.
Vem isto a propósito, claro está, do mais recente episódio dos balneários nacionais. Bem sabemos que as cabinas da capital lisboeta encerram mistérios e segredos difíceis de perceber ao cidadão comum. Basta que nos lembremos do que sucedeu num certo acesso aos balneários a Hulk e Sapunaru. Mas neste caso, com imagens de alta definição e sem qualquer pixelização, temos a verdade nua e crua perante os nossos olhos.
Como podemos esperar que esta gente  reconheça um penalty ou uma mão na bola se são capazes de jurar mentiras a pés juntos e transformem cuspidela em vapor de cigarro electrónico?!
Bem sabemos que a Norte as pessoas não se vendem ao desbarato e têm tendência a manter a coluna vertebral mais rectilínea. Por alguma razão, o Porto é a capital da liberdade. No entanto, o horrendo espectáculo televisivo que nos é proporcionado durante a semana nas principais cadeias televisivas nacionais, devia merecer uma intervenção do regulador. O nojo tem limites e o surrealismo já não está tão em voga.