quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Ainda do mundo dos automóveis

Grupo VW emprega 500 mil pessoasO Grupo Volkswagen aumentou os seus efectivos em 100 mil pessoas, no decurso do ano findo. Este crescimento resultou da integração de novas sociedades e da criação de 28 mil postos de trabalho em todo o Mundo. No final de Novembro, o Grupo VW empregava 500 mil pessoas das quais 12 mil jovens aprendizes.

Ambiente distingue Toyota EuropaA Toyota Europa ganhou o Prémio de Fabricante Ecológico 2011. De 2001 a 2009, as fábricas europeias da Toyota reduziram o impacto consolidado por viatura em termos de energia em 40%, os resíduos em 38%, as emissões de compostos orgânicos voláteis em 51% e o consumo de água em 44%.

Porsche bate recorde de vendasA Porsche averbou em 2011 um novo recorde de vendas à escala global com um total de 118.867 veículos vendidos, o que representa um aumento de 22% em relação ao ano anterior. Segundo a marca, o modelo mais vendido foi o Cayenne com um total de 59.897 unidades entregues a clientes.
Fonte: aqui

Peugeot 508 eleito Carro do Ano

O Peugeot 508 venceu a edição-2012 do Carro do Ano/Troféu Essilor Volante de Cristal, conseguindo título que escapava ao construtor francês desde 1989 (então, conquistou-o com o 405).  (In A Bola)

Numa eleição em que participaram ao todo 21 modelos, o Peugeot 508 acabou sendo aquele que mais votos reuniu em items como a estética, a qualidade de construção, o comportamento e a segurança, as performances e o conforto, a ecologia/ambiente, consumos e preços, entre outros. (Diáriodigital)

Lançado em Março de 2011, no mercado português, o 508 assumiu-se como porta-estandarte da marca francesa. Na minha opinião, o modelo francês vence com todo o mérito. O design deste modelo é atraente, a qualidade de construção é cuidada, possui uma relação preço/equipamento muito interessante, e oferece uma gama abrangente. A juntar a isto, o 508 revelou-se um carro seguro, com um estilo consensual, tanto a berlina como a carrinha, sendo capaz de transportar cinco pessoas com o máximo de conforto.
O painel de jurados, do qual a VISÃO faz parte, procura aconselhar o melhor produto de acordo com diversos fatores. O Peugeot 508 consegue piscar o olho a centenas de portugueses que gostam de um carro da gama executiva, a um preço relativamente acessível, com um comportamento dinâmico eficaz.
O prémio Carro do Ano/Troféu Essilor Volante de Cristal 2012, organizado pela Autosport e pela Volante, visa distinguir o automóvel que melhor se adequa à realidade do mercado nacional e é atribuído por um conjunto de 18 jurados em representação de alguns dos mais importantes órgãos de comunicação social.
A eleição dos vencedores das diferentes classes é realizada de uma forma democrática, com ética profissional, com rigor. A votação é feita individualmente e reflete a analise que o grupo de jornalistas faz da utilização prática dos diferentes automóveis no dia-a-dia, no final votam os seus defeitos e virtudes.  (In Visão)

Nas restantes classes a concurso, os vencedores foram os seguintes:Citadino do Ano: Kia Rio 1.1 CRDI TX; Familiar do Ano: Ford Focus 1.5 TDCi 115 cv Titanium; Carrinha do Ano: Audi A6 Avant 3.0 TDI 204 cv multitronic; Executivo do Ano: Audi A6 3.0 TDI 204 cv multitronic; Crossover do Ano: Audi Q3 2.0 TDI 140 cv; Todo o Terreno do Ano: Range Rover Evoque 2.2 SD4 190 cv 4WD Pure; Descapotável do Ano: BMW 640i Cabrio; Desportivo do Ano: BMW Série 1 MCoupé; Ecológico do Ano: Peugeot 3008 HYbrid4. (In O Jogo)

Igreja «está cansada» de casamentos que se tornam «obstáculo» à vivência cristã, diz D. José Policarpo

"O matrimónio cristão não é apenas a inclinação natural, como os passarinhos na primavera se encantam uns pelos outros, mas é uma vocação cristã, um caminho para a realização da fidelidade cristã, um caminho para a santidade”.

O cardeal-patriarca de Lisboa desafiou hoje as famílias católicas a assumirem a sua missão particular de “fidelidade” e “santidade”, frisando que “a Igreja está cansada” de casamentos que se tornam “obstáculo ao caminho cristão”.
“O matrimónio cristão não é apenas a inclinação natural, como os passarinhos na primavera se encantam uns pelos outros, mas é uma vocação cristã, um caminho para a realização da fidelidade cristã, um caminho para a santidade”, afirma.
Essa vocação, acrescenta, implica um “chamamento”, pelo que, segundo o cardeal-patriarca, os noivos devem fazer um discernimento: “Estão apenas a responder ao amor natural ou como cristãos, sentem que o Senhor os chama?”.
O casamento, acrescenta, é um caminho de “evangelização, de construção de comunidade”, e, como sacramento da Igreja Católica, une a “dimensão sobrenatural do cristianismo” aos “dons próprios com que o homem foi criado por Deus”.
“É na comunhão do homem e da mulher que se toca esse grande mistério de o homem ser imagem de Deus”, diz D. José Policarpo.
Nesse sentido, o patriarca de Lisboa sublinha a “exigência” que está implícita na escolha do matrimónio, numa “longa vida de comunhão”.
Este responsável destaca, por outro lado, que o “símbolo específico” deste sacramento é o “amor dos esposos, em todas as suas expressões”.
“É difícil encontrar um sacramento que exija mais, a cada momento, a atitude de dom, de ir ao encontro do outro”, observa.
D. José Policarpo convoca “todas as famílias”, em particular os noivos e namorados: “Tu que estás a começar a namorar, que estás a preparar-te para casar, sentes que isso é um caminho de santidade?”, pergunta.
In ecclesia

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

DEUS NUNCA ERRA

video

Para reconquistar competitividade, os salários em Portugal têm de descer "substancialmente", considera o prémio Nobel da Economia, Paul Krugman

Paul Krugman voltou hoje a alertar para a inevitabilidade de os salários terem de descer em Portugal.

Questionado sobre a redução de 20% a 30% em relação aos salários alemães que defendeu,o economista e prémio Nobel disse tratar-se de uma inevitabilidade.

"Não é bom, mas é o que tem de acontecer". "Portugal tem de descer os salários em relação ao core da zona euro. Muitas pessoas questionam por que é que insisto nos salários. Infelizmente, Portugal tem um défice externo muito elevado e tem de aumentar a competitividade, o que passa por baixar os salários", argumentou, lembrando que os desequilíbrios se agravaram desde a entrada no euro.

Ainda assim, disse, Portugal compete sobretudo com empresas europeias e é tendo a Alemanha - e não uma China - como referência que se deve fazer o ajustamento salarial. "Portugal não tem de reduzir os salários para o nível dos chineses", disse.

O economista voltou a apontar o dedo à Alemanha e ao BCE - os que "podem fazer a diferença nesta crise" - argumentando que ambos deveriam enveredar por uma política expansionista com salários mais altos para os trabalhadores alemães e uma política monetária mais inflacionista. Se assim fosse, o ajustamento na periferia seria menos doloroso, mas essa via é pouco provável, reconheceu.

Paul Krugman, um dos mais populares e mediáticos dos prémios Nobel da Economia, está hoje em Lisboa para receber o grau de Doutor Honoris Causa atribuído, pela primeira vez, juntamente por três universidades portuguesas.

Em Janeiro, em entrevista ao "Le Monde", o economista repetia o que havia escrito em Maio em 2010: para ficar no euro e compensar a perda de competitividade, é preciso uma descida dos salários nos países periféricos, onde se tem concentrado a perda de competitividade face ao centro – e, em particular, face à Alemanha.

"Para restaurar a competitividade na Europa ter-se-ia de fazer com que, daqui a cinco anos, os salários baixassem nos países menos competitivos 20% em relação à Alemanha".

Face à impossibilidade de desvalorizar a moeda, os países periféricos têm de proceder a cortes nos salários, de modo a reequilibrar as balanças comerciais, atacando, desta forma, o que considera ser o principal motivo do seu excessivo endividamento.

Em Maio de 2010, o economista e professor de Princeton recomendava cortes salariais que podiam ir até 30%, dando como exemplos a Grécia, Espanha, Portugal, Lituânia e Estónia.

Fonte: aqui

domingo, 26 de fevereiro de 2012

SOU O CENTRO PAROQUIAL SANTA HELENA DA CRUZ

Veja  as últimas informações sobre o Centro Paroquial Santa Helena da Cruz.
Agradecemos imenso a vossa visita, atenção e empenho.
AQUI

Ria. Rir faz bem

video
Touradas à corda

FRASES SOBRE DEUS

Nunca se esqueça de Deus

1 -'Deus não escolhe pessoas capacitadas,
Ele capacita os escolhidos.'
2 - 'Um com Deus é maioria.'
3 - 'Devemos orar sempre, não até Deus nos ouvir, mas até que
possamos ouvir a Deus.'
4-'Nada está fora
do alcance da oração, exceto o que está fora
... da vontade de Deus.'
5-'O mais importante não é encontrar a pessoa certa,
é sim ser a pessoa certa.'
6 - 'Moisés gastou:
40 anos pensando que era alguém;
40 anos aprendendo que não era ninguém e
40 anos descobrindo o que Deus pode fazer com um NINGUÉM.'
7 - 'A fé ri das impossibilidades.'
8 - 'Não confunda
a vontade de DEUS, com a permissão de DEUS.
9 - 'Não diga a DEUS que você tem um grande problema.
Mas diga ao problema que você tem um grande DEUS.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Discordo, senhores estudantes de medicina!

A Associação Nacional de Estudantes de Medicina (ANEM) considera que o "exagerado número de vagas em medicina põe em causa a qualidade da formação" dos futuros médicos, defendendo a diminuição do número de vagas. Em comunicado emitido na sexta-feira, a ANEM afirma que "o aumento do número de estudantes cria sérios riscos de deterioração do ensino tutorial, pela desadequação dos rácios tutor-aluno".
Reconhecendo que "as escolas médicas envidaram sérios esforços para se adequarem a este crescendo de estudantes", a ANEM entende que "esta reserva está esgotada".
Outra preocupação apontada pela Associação é a "incapacidade do Sistema de Saúde, com demonstrada saturação das suas capacidades formativas, em absorver os atuais estudantes de medicina", alertando que "não se justifica o investimento em formação que excede as necessidades do país e cria desemprego qualificado".
Por tudo isto, a ANEM considera que é necessária uma "redução do número total de vagas", uma vez que "só assim será possível garantir a excelência da formação médica, que se traduz na qualidade dos cuidados de saúde".
Fonte: aqui


POIS...
1. 9,3% dos médicos em Portugal são estrangeiros.
2. Temos 1,2 milhões de portugueses  sem médico de família.
3. A formação de um médico custa ao contribuinte perto de 100,000 euros (desde a primária até ao internato).
4. Estes estudantes aprendem muito bem as pisadas corporativas da Ordem dos Médicos. NÃO QUEREM CONCORRÊNCIA! Quando estavam cá fora gritavam pela abertura de mais vagas. Agora que estão dentro...
5. Diz o comunicado que"não se justifica o investimento em formação que excede as necessidades do país e cria desemprego qualificado".
Esta é boa! Então que hão-de dizer os estudantes de engenharia, arquitectura, enfermagem, cursos para a docência, etc??? Em último caso, teríamos que fechar as universidades...
6. Há uns tempos a esta parte, exige-se um média altíssima para entrar em medicina. Mas será que um aluno com 19 virá a ser melhor médico do que um aluno de 15? Conheço óptimos médicos que, com as exigências actuais no que toca a média de entrada, nunca seriam médicos. Não seria de usar antes testes psicotécnicos para escolha de candidatos? Não custa a admitir que há gente a entrar nas faculdades de medicina mais por estatuto, prestígio e dinheiro do que por vocação. (Posteriormente, o Director da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto veio exactamente falar da necessidade de "haver sempre entrevista para se escolher os alunos pela personalidade, pela vocação" - ver aqui).
7. Sempre me impressionou a fragilidade dos decisores políticos diante do porder corporativo da classe médica. Aliás mantenho bem viva uma frase que ouvi em tempos a um político:  "Já viu o que aconteceria a um governo se os médicos fizessem greve durante 8 dias?..."
8. Existe uma mania, muito portuguesa, dos cursos de prestígio que se refecte depois na postura de alguns titulares de certos diplomas. Foi o que ouvi certa vez a um médico espanhol: "Em Portugal os médicos são doutores; aqui em Espanha, os médicos são médicos!" Sábia observação.
9. E a província, senhores doutores? Por que motivo se fixam obsessivamente nos grandes centros urbanos? Há mais clínicas privadas para ganharem ainda mais dinheiro?

Só um em cada 40 jovens ganha mais de 900 euros

Entre a geração portuguesa mais qualificada de sempre, apenas 10,2 mil jovens com menos de 25 anos têm um rendimento mensal superior a 900 euros.
In Diário de Notícias

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Octogenário ferido em fogo rural

Veja aqui

Como vencer as tentações?


O Evangelho deste primeiro Domingo da Quaresma apresenta-nos as tentações de Jesus como paradigma das nossas próprias tentações.

Todas as tentações se resumem – em Cristo, nos nossos primeiros pais e em nós – a preferir a nossa vontade à vontade de Deus, a ser auto-suficientes prescindindo de Deus, a enveredar pelo mais fácil.

Jesus também sentiu o peso da imensa responsabilidade da sua missão e o diabo tentou-o a escolher um caminho mais fácil, o do milagre em seu próprio proveito.

O primeiro desejo de Jesus foi transformar as pedras em pão: é a "concupiscência da carne", o pensar só no corpo e no seu bem-estar, quando "nem só de pão vive o homem". É ainda a tentação de servir-se do poder divino para uso próprio.
O segundo foi forçar o milagre. Jesus atirava-se do ponto mais alto do Templo de Jerusalém e toda a gente "veria" que Ele veio do Céu. Para quê esforçar-se em arranjar outros meios de o povo o aceitar como enviado de Deus? Mas esse não era o caminho: "Não tentarás o Senhor teu Deus".

Por último, "vender a alma ao Diabo". É a "concupiscência dos olhos", a ambição, o materialismo, a idolatria dos bens materiais, o domínio total do "ter" sobre o "ser", a adoração dos ídolos. Esperava-se um Messias político, poderoso, ambicioso, conquistador. Mas "só a Deus adorarás e prestarás culto".
Na tentação do ter, do prazer e do poder se podem resumir todas as pretensões e tentações do homem actual: ser rei e senhor, sem olhar a meios nem aos direitos dos outros.

Temos que estar atentos. Só fazendo a vontade de Deus, venceremos toda a tentação do pecado. E Deus é a nossa força! Ele sabe das limitações do ser humano, conhece suas fraquezas e a incapacidade de sozinhos conseguirem vencer o inimigo. Mas, o Senhor é bom! Providenciou meios eficazes que capacitam o homem a lutar com superioridade e em nome de Jesus, pisar a cabeça do maligno (Mt 22.44).

O Jejum, a oração e a caridade são os meios que Ele pôs à nossa disposição. Pratiquemos isto e Ele nos ajudará a vencer todo o mal.

In O Amigo do Povo

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Humor com barrete vermelho

Desinibido e simples, o cardeal Timothy Dolan (arcebispo de Nova Iorque), a estrela ascendente do universo púrpura, teve, a seguir ao consistório, outro gesto genuíno: apresentar ao Papa a sua mãe, de 84 anos. “Santo Padre, esta é a minha mãe”. E com o seu habitual sentido de humor, o purpurado acrescentou: “Podia fazer dela a primeira dama do Consistório”.
Bento XVI [também tem 84 anos], sorridente e afável, apanhou as mãos da senhora Shirley e disse-lhe: “É muito jovem para ser a mãe de um cardeal”. Ao que a mãe do cardeal respondeu: “Santo Padre, essa declaração é infalível?”
Dolan, de 62 anos, é um dos escassos príncipes da Igreja suficientemente jovem para ter a alegria de conservar com vida a sua mãe.
Fonte: aqui

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Pode interessar aos tarouquenses e não só...

1. TaroucaHoje lança "kanal" de televisão
Para assistir a este novo "kanal" de televisão, basta ser cliente MEO e premir o botão verde do comando deste serviço de televisão, inserindo o número 300 332.


2. TDT: Retransmissor analógico de Lamego é desligado amanhã

O retransmissor do sinal analógico de televisão terrestre de Lamego é desligado amanhã, no âmbito do calendário de cessão das emissões analógicas de televisão, que serão substituídas pela Televisão Digital Terrestre.
O desligamento dos retransmissores desta primeira fase, não terminará em definitivo a receção do sinal analógico de televisão terrestre na região, pelo que poderá ainda continuar a ver televisão sem a necessidade de adquirir ainda um descodificador de sinal digital, caso a sua antena esteja orientada para o emissor do Marão, que será desligado apenas a 26 de Abril.
O calendário de desligamentos desta primeira fase prevê o fim de atividade do emissor de São Macário e de outros 24 retransmissores, entre os quais os de Lamego, Lalim, São Domingos, Resende e Viseu.

Fonte destas notícias: aqui

GHANDI /MADRE TEREZA

video

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Quarta-Feira de Cinzas

«E teu Pai que vê o oculto te dará a recompensa»!

1. Jesus di-lo hoje três vezes (cf. Mt.6,4.6.18) para que não o esqueçamos, em todo o tempo! As boas obras, da esmola, da oração e do jejum, não podem ser, nesta quaresma, um “carnaval, virado do avesso”, uma espécie de encenação pública da nossa piedade envergonhada, à espera do aplauso, no final do espectáculo religioso! Não. Jesus chama a atenção para o que está oculto, para aquilo que se tece e acontece, no coração da nossa relação com Deus, nessa aliança silenciosa de amor, que Deus quer viver com todos e com cada um dos seus filhos!
2. No fundo, Jesus aponta para a dimensão interior, mais cordial e espiritual, da nossa vida cristã! O «mundo oculto», que os olhos do mundo não podem captar, esse terreno mais fundo, lá no mais íntimo do nosso coração, é verdadeiramente um lugar a cuidar, porque é aí que se escondem os tesouros mais ricos da nossa vida! Por isso, a chamada de atenção, para a prática das boas obras, não se reduz a prestar atenção às necessidades físicas e materiais do próximo, meu irmão. É preciso ir bem mais longe, é preciso ver o oculto, ver não só a pobreza material escondida, mas também a riqueza espiritual oculta e singular, que há a cuidar e a estimular, no coração da vida de cada um!
3. Numa palavra, é preciso prestar atenção, não apenas às necessidades imediatas, físicas e materiais, das pessoas e das famílias, (cf. Heb. 10,24) mas também ao cuidado espiritual, pelo caminho da santidade e da salvação de cada pessoa! Não é uma área tão vistosa, tão apetecível, tão socialmente aceite. Mas o Santo Padre, na sua Mensagem para esta Quaresma, adverte-nos: “o facto de «prestar atenção» ao irmão inclui, igualmente, a solicitude pelo seu bem espiritual”. Vai nesse sentido, a recomendação da prática do exame de consciência e da correcção fraterna, em família e em comunidade, sempre feitas na verdade e na caridade; nessa perspectiva se entende também a celebração mais cuidada e procurada do sacramento da Reconciliação, a valorização da oração pessoal, familiar e comunitária, e sobretudo que tenhamos também em vista o retorno à casa da Igreja, dos que desertaram; animemos a voltar a nossa Casa, aqueles que “abandonaram a assembleia dominical” (Heb.10,25).
4. Ao longo da Quaresma, desafiamos as famílias, a “verem o oculto”, a amarem o invisível, a descobrirem os tesouros, que no arco da sua vida, Deus lhes ofereceu! Durante a Quaresma, cada família deverá valorizar os “tesouros” que tem guardados na sua “Arca da Aliança”. Em cada semana, deverá procurar-se e encontrar-se um tesouro nesta arca, numa busca semelhante à de «um pai de família, que tira coisas novas e velhas do seu tesouro» (Mt.13,52). Semana a semana, iremos ao “fundo da arca” que está junto do altar, buscar os documentos da aliança, para os colocar numa arca familiar, construída lá em casa. E quais os tesouros a descobrir e a valorizar? Pensemos no grande património do matrimónio, que são a própria família, o dom dos filhos, a lei do Amor, a graça do perdão, a vida em Aliança, a experiência da Paz e a esperança de uma Vida com futuro.
5. É muito importante, que nos animemos e envolvamos todos e a todos, nesta convocatória à conversão ao Senhor, “de todo o coração” (Jl.2,12). Façamos tudo por congregar, na casa de cada um e nesta Casa que é de todos, “os anciãos, os jovens e as crianças, o esposo e a esposa, o pai e a mãe de família” (cf. Jl. 2,16), a família inteira, para nos ajudarmos mutuamente e nos salvarmos, todos “juntos, na arca da aliança”!
Fonte: aqui


Carnaval de Lazarim

O Carnaval de Lazarim, no concelho de Lamego, é sem dúvida dos mais genuínos carnavais portugueses, mantendo bem vivas tradições ancestrais que perduraram ao longo dos tempos.
Lazarim é bem pertinho de Tarouca.

Veja aqui

Um bom Entrudo para todos. Haja alegria, pois um santo triste é um triste santo.


Desfiles de Carnaval de Tarouca e Arguedeira

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Poema aos homens constipados

Pachos na testa, terço na mão,
Uma botija, chá de limão,
Zaragatoas, vinho com mel,
Três aspirinas, creme na pele
Grito de medo, chamo a mulher.
Ai Lurdes que vou morrer.
Mede-me a febre, olha-me a goela,
Cala os miúdos, fecha a janela,
Não quero canja, nem a salada,
Ai Lurdes, Lurdes, não vales nada.
Se tu sonhasses como me sinto,
Já vejo a morte nunca te minto,
Já vejo o inferno, chamas, diabos,
Anjos estranhos, cornos e rabos,
Vejo demónios nas suas danças
Tigres sem listras, bodes sem tranças
Choros de coruja, risos de grilo
Ai Lurdes, Lurdes fica comigo
Não é o pingo de uma torneira,
Põe-me a Santinha à cabeceira,
Compõe-me a colcha,
Fala ao prior,
Pousa o Jesus no cobertor.
Chama o Doutor, passa a chamada,
Ai Lurdes, Lurdes nem dás por nada.
Faz-me tisana e pão de ló,
Não te levantes que fico só,
Aqui sozinho a apodrecer,
Ai Lurdes, Lurdes que vou morrer
António Lobo Antunes - (Sátira aos HOMENS quando estão com gripe)

Uma Câmara no caminho certo

Paredes de Coura:
Incentivo de 500 euros por filho
A Câmara de Paredes de Coura prepara-se para alargar o incentivo financeiro à natalidade, com que pretende travar a regressão demográfica, e vai passar a comparticipar as despesas de alimentação nos jardins-de-infância do concelho.
A medida foi aprovada no Executivo Camarário e será levada à reunião da Assembleia Municipal de 24 de Fevereiro, juntando-se ao anterior subsídio, já em prática, de 500 euros para o primeiro e segundo filhos, nos agregados familiares com menores rendimentos, e mil euros para o terceiro filho.
Este subsídio é pago uma vez, mas o incentivo à natalidade é alvo ainda de uma comparticipação mensal "para frequência de creche, ama ou estabelecimento similar" e na redução no pagamento das despesas de água e saneamento para famílias numerosas.
Depois de aprovada esta revisão ao Regulamento de Apoio à Natalidade, a autarquia, explicou à agência Lusa fonte ligada ao processo, passará também a comparticipar as despesas de alimentação para frequência de jardins-de-infância, em função do abono de família atribuído.
Em 1990, o concelho de Paredes de Coura tinha cerca de 13 mil pessoas, número que atingiu o "pico" em 1960, quando estavam registadas cerca de 14 600 pessoas.
A população tem vindo, contudo, a regredir, com 9571 habitantes registados nos Censos de 2001 e, já no recenseamento de 2011, um total de 9251.
A drástica diminuição do número de crianças no concelho é atestada pelos alunos que frequentam o 1.º ciclo do ensino básico, tendo em conta que em apenas uma década passaram a ser cerca de 300, ou seja menos milhar.
Esta realidade levou a Câmara a encerrar todas as escolas do 1º ciclo nas 21 freguesias do concelho, tendo concentrado aquele grau de ensino num edifício único, construído de raiz na sede do concelho.
No caso das famílias numerosas, o regulamento municipal contempla a redução de 50 por cento no pagamento das despesas de água e saneamento, até 15 metros cúbicos, para os agregados familiares compostos pelo conjunto de, pelo menos, seis pessoas ligadas entre si.
Já a comparticipação mensal de frequência de creche chega a um montante máximo mensal de quarenta e cinco euros, entre os quatro e os 36 meses, variando em função do escalão de abono de família do requerente.
Fonte: aqui

domingo, 19 de fevereiro de 2012

O nosso tempo fez da procura da saúde e do cuidado pelo corpo, uma obsessão doentia

O nosso tempo fez da procura da saúde e do cuidado pelo corpo, uma obsessão doentia. Estranhando a doença e a velhice, como se estas não fossem uma coisa natural, procura-se estar em forma, e a todo o custo, como se daí viera a própria salvação.
A saúde e a procura da aparente beleza do corpo tornaram-se hoje um culto, com as suas devoções, as suas asceses e sacrifícios. Senão vejamos:
- Aceita-se uma dieta rigorosa, para manter o corpo na linha! Mas despreza-se qualquer jejum e a abstinência propostos, em ordem ao domínio de si ou à partilha com os outros.
- Põe-se todo o empenho e sacrifício, no cumprimento estrito da receita para o emagrecimento, ou para o tratamento da pele, mas recusa-se qualquer disciplina moral, para o embelezamento da vida espiritual.
- Altera-se, em casa, a hora do jantar, por causa do ginásio ou da natação. Mas não se pode mudar a hora da Missa, por causa do almoço, nem apanhar frio, para vir à Oração.

Promove-se assim a imagem do corpo, seja à custa do que for, do cheiro ou do calor, em centros de beleza, de relaxe e da fitness. Mas foge-se a sete pés do segredo e do silêncio do quarto para rezar, ou do confessionário, para se examinar e curar. A sorte de muitos psicólogos é que os cristãos se confessam muito pouco.

Dia de Carnaval: Câmara com tolerância e sem tolerância de ponto no distrito de Viseu

Em Viseu, sem tolerância estarão Armamar (PSD), Cinfães (PS), Mangualde (PS), Moimenta da Beira (PS), Oliveira de Frades (PSD), Penedono (PSD), Sernancelhe (PSD), Tabuaço (PS), Tarouca (PS), Tondela (PSD), Viseu (PSD) e Vouzela (PSD). Com tolerância apresentam-se Carregal do Sal (PSD), Castro Daire (PS), Lamego (PSD/CDS-PP) e Penalva do Castelo só no período da tarde, Nelas (PSD/CDS-PP), Resende (PS), Santa Comba Dão (PSD), Vila Nova de Paiva (PS).
Fonte: aqui

Observação: neste post, está indicada a origem da notícia. Entretanto, chega a informação que Tarouca concede tolerância de ponto da parte da tarde.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Enciclopédia Mundial

Aproveitem!
Pode ler-se em Português, Francês, Espanhol e Inglês. É só escolher a língua!
Biblioteca Digital Mundial
Foi aberta terça-feira em Paris. É da Unesco.
Aprendendo a navegar, podemos ampliar fotos, ler comentários e manuscritos raros... Passem para filhos, sobrinhos, netos, amigos...

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Desfiles de Carnaval em Tarouca

Carnaval das nossas crianças - Centro Escolar
Veja aqui as fotos.
Vídeo, aqui
Foram os pais que organizaram em conjunto com a escola.  
A festa correu bem e foi feita de forma tradicional , também para dar a conhcer às crianças a tradição. Foram lidas as deixadas e depois a queima dos compadres. No final, a festa foi animada pelo professor de ginástica.



CARNAVAL 2012 - Desfile da Misericórdia de Tarouca
Veja as fotos aqui

"Desigualdades" na Igreja

1,2 mil milhões de católicos no mundo
Destes:
-  24%  são europeus
- 10,7% são asiáticos
- 15,2% são africanos
- 49,4 são americanos (maior parte na América Latina)
- 0,8 % são da Oceania

Amanhã será a cerimónia formal de investidura dos 22  novos cardeais durante uma missa na Praça de S. Pedro do Vaticano, com a entrega do anel e do barrete cardinalícios. No domingo, haverá uma outra celebração de homenagem dos cardeais ao Papa.

Este consistório marca também um outro factor: a partir de agora, a maioria de cardeais que podem votar num futuro conclave (68 num total de 125) terá sido já nomeada por Bento XVI, que assim influenciará decisivamente a escolha do seu sucessor.
A partir deste consistório, a maioria dos eleitores num futuro conclave para escolha do sucessor de Bento XVI serão predominantemente europeus (67). Destes, Itália esmaga com 30 cardeais, havendo ainda seis alemães.

O continente americano, que representa praticamente metade dos católicos mundiais, tem apenas 34 cardeais eleitores ( 12 americanos e 22 latino-americanos). Metade dos europeus!
11 cardeais eleitores são africanos e 9 são asiáticos.
Uma hierarquia mais europeia e mais italiana para uma Igreja Católica que se situa cada vez mais no Sul do mundo.

Estará a Igreja a saber ler os "sinais" que o Espírito de Deus lhe envia?
A "comunhão da Igreja" não será "descomunhão" para uma maioria que não parece devidamente representada?
Ou será receio do novo que os sinais dos tempos revelam?

O colégio dos cardeais acentua ainda outro facto: a liderança da Igreja continua a ser predominantemente de anciãos, numa altura em que a média etária dos católicos baptizados e mesmo do clero é cada vez mais jovem. Depois deste consistório, quase metade (58) dos cardeais terão 75 anos ou mais. Um total de 78 entre eles nasceram na década de 30 do século XX, antes do início da II Guerra Mundial. Só oito nasceram já na década de 50, tendo os restantes nascido na década de 40.

Baixa natalidade: Portugal está a desaparecer

Portugal envelhecido: Um terço do País sem crianças. Esta é uma das notícias em destaque na edição desta sexta-feira do Correio da Manhã. Para agravar o actual quadro negro, dados da OCDE divulgados recentemente demontram que o País tem a segunda menor taxa de natalidade do Mundo. Pior do que nós, só mesmo a Bósnia. Perante estes resultados desanimadores, nós viemos a rua perguntar aos portugueses se têm a noção da gravidade que esta situação representa para Portugal?
video
Veja AQUI e leia os comentários.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

As maiores religiões do mundo

A revista Superinteressante publicou em seu site um breve panorama sobre as oito religiões com maior número de seguidores no mundo, trazendo detalhes curiosos e interessantes sobre cada uma delas. Na lista o cristianismo figura em primeiro lugar, seguido pelo islamismo.
Apesar da grande mudança no perfil dos cristãos e da diminuição de dois terços para apenas um quarto de adeptos na Europa o cristianismo segue como a maior religião do mundo com 2,2 bilhões de adeptos no total. A região do mundo onde o cristianismo mais cresce é a África Subsaariana onde em um século a população de cristãos cresceu de 9 para 516 milhões de membros.

Com 1,6 bilhões de fiéis o islamismo é a segunda maior religião do mundo e projecções indicam que em 20 anos os muçulmanos serão um quarto da população mundial, e dobrará o número de adeptos do islão nos Estados Unidos.

Em terceiro lugar na lista está a religião baseada nos textos Vedas. Com 900 milhões de seguidores, entre eles 80% da população da Índia e do Nepal, o hinduísmo abrange seitas e variações monoteístas e politeístas, sem um corpo único de doutrinas ou escritura.

De acordo com o estudo, é errado pensar que o judaísmo é uma das três maiores religiões monoteístas do mundo ao lado do islamismo e cristianismo. O desconhecido sikhismo, surgido na Índia onde é praticado por 1,9% da população, é a sexta maior religião do mundo e a terceira maior monoteísta, com seus 20 milhões de adeptos.

Fonte: aqui

Portugal gasta 46 mil euros por aluno

Portugal gasta cerca de 46 mil euros com a educação de um aluno dos seis aos 15 anos de idade, segundo um relatório da OCDE divulgado esta quinta-feira, com dados do PISA de 2009, programa internacional de avaliação de alunos.

No topo da tabela de investimento está o Luxemburgo, com quase 123.200 euros, no entanto, com um nível de aproveitamento inferior na aprendizagem de matemática e ciência.
Portugal atinge quase 500 pontos na tabela de literacia, enquanto o Luxemburgo se fica pelos 475 pontos.
Os melhores resultados escolares são obtidos por Xangai-China - acima dos 550 pontos - e um investimento pouco superior a 40 mil euros no percurso escolar em análise.
O relatório diz que a riqueza nacional ou maiores investimentos em educação não garantem uma melhor prestação. "Entre as economias desenvolvidas, o montante gasto em educação é menos importante do que a forma como esses recursos são usados", lê-se no texto.
Os autores exemplificam que países que gastam mais de 100 mil dólares por estudante dos seis aos 15 anos, como o Luxemburgo, a Noruega, a Suíça e os Estados Unidos da América, demonstram níveis de desempenho similares a países que gastam menos de metade desse montante por estudante, como a Estónia, a Hungria e a Polónia.
A principal conclusão é que o dinheiro por si só "não pode comprar um bom sistema de educação". Os sistemas escolares de sucesso nestas economias, tendem a privilegiar a qualidade dos professores sobre o tamanho das turmas.
"Ao nível dos países, o PISA descobriu que o tamanho das turmas não está relacionado com os sistemas escolares mais bem posicionados", dizem os relatores.
Os sistemas com melhores prestações no PISA "acreditam que todos os estudantes podem alcançar" resultados e dão-lhes a oportunidade para lá chegar, destaca-se no documento.
O relatório diz ainda que, de um modo geral, os países com um bom comportamento no PISA atraem os melhores alunos para a profissão docente, oferecendo-lhes bons salários e reconhecimento profissional.
Os países que investem em salários mais elevados para os professores tendem a ter classes maiores.

Fonte: aqui

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

CURA REAL

video

"Perdi? Esqueci-me onde pus? Foi furto?"

A cada passo, se ouve a esta ou àquela pessoa que lhe desapareceu isto ou aquilo sem saber como.
Existe a tendência generalizada de pensar imediatamente que foi um furto. E pela cabeça da pessoa, passam as mais diversas suspeitas e quantas vezes essas mesmas suspeitam não desaguam pela língua fora...
O pânico não é bom conselheiro. Convém sossegar, serenar e tentar lembrar-se onde  terá deixado aquilo que lhe desapareceu. Será que o mudou de lugar e não se lembra de ter mudado nem para onde mudou? Será que deixou nalgum espaço e não se recorda? Será que perdeu? Isto está sempre em primeiríssimo lugar. Procure com calma.
Quantas vezes algo desaparecido não aparece quando menos se pensa...
Uma suspeita infundada e anunciada  põe em causa a dignidade da pessoa suspeita com consequências quase sempre irreparáveis. É, por isso, gravíssima. Além do aspecto moral - fundamental -, pode acarretar graves problemas ao denunciante, pois o ofendido, muito legitimamente, poderá recorrer à justiça para repor o seu bom nome.

Se há provas, indícios claros ou pegadas seguras que levem a fundamentar a desconfiança, o caminho é a justiça, jamais a denúncia pública. Cabe à justiça, apresentada a queixa, investigar e decidir.

Aliás tudo isto se resumo na sábia sentença de Jesus: "Sede simples como as pombas, mas espertos como as serpentes."

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Ação de Formação sobre o Novo Acordo Ortográfico, em Tarouca


Sob a égide e a colaboração da Câmara Municipal de Tarouca decorreu, no passado dia 11 de fevereiro, no Salão Nobre do Município, uma ação de formação sobre o Novo Acordo Ortográfico, dirigida aos funcionários da autarquia.

Este Novo Acordo Ortográfico, aplicado nos documentos da Câmara Municipal de Tarouca desde 1 de janeiro de 2012, respeitando a decisão tomada em Conselho de Ministros a 25 de janeiro de 2011, tem gerado, desde a sua génese, bastante polémica e controvérsia, criando mesmo, segundo o responsável pela ação, o Dr. António Martins, “várias querelas ortográficas e linguísticas”.

A ação, que decorreu natural e informalmente, contribuiu para que as,  aproximadamente, três dezenas de funcionários da autarquia local pudessem conhecer, aprofundadamente, todas as novas reformas ortográficas de forma a respeitarem a norma culta em vigência e aplicá-la ao seu contexto laboral.

Gabinete de Informação, Relações Públicas e Turisma
Câmara Municipal de Tarouca

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Apoios à contratação de desempregados entram em vigor amanhã

As empresas que contratarem um desempregado podem receber um apoio financeiro que vai até 419,22 euros por mês. O programa chama-se “Estímulo 2012” e entra em vigor na terça-feira.

A medida “Estímulo 2012” consiste na concessão, à entidade empregadora, de um apoio financeiro caso esta celebre um contrato de trabalho com um desempregado inscrito no centro de emprego há pelos menos seis meses. Esse apoio pode ascender entre 50 a 60% do salário do trabalhador contratado, comprometendo-se a empresa a dar-lhe formação profissional. Para beneficiar deste apoio, as empresas têm de manter o nível de emprego, ou seja, não podem despedir um trabalhador para ir buscar um novo contratado.

As regras foram publicadas nesta segunda-feira em Diário da República e a medida entra em vigor na terça. As candidaturas serão feitas pela Internet.

Para se candidatarem ao “Estímulo 2012”, as empresas têm de ter no mínimo cinco trabalhadores, a situação regularizada e não estar em incumprimento perante o Instituto do Emprego e da Formação Profissional (IEFP) ou o Fundo Social Europeu. O compromisso é celebrar um contrato de trabalho (a prazo ou não) a tempo completo, com desempregados inscritos há pelo menos seis meses.

Cada empresa pode contratar até 20 trabalhadores ao abrigo desta medida mas, para ter direito ao incentivo, tem de apresentar algumas contrapartidas, como é o caso da criação liquidez de emprego. Ou seja, na altura em que fazem o pedido para beneficiar do “Estímulo 2012”, as empresas têm de registar um número total de trabalhadores igual ou superior à média dos trabalhadores registados nos 12 meses que precedem o pedido, a que se juntam os trabalhadores abrangidos pelo incentivo. Além disso, durante o período em que vigore o “Estímulo 2012”, a entidade empregadora tem de registar, mensalmente, um número de trabalhadores igual ou superior ao que tinha quando apresentou a candidatura.

O apoio corresponde a 50% da retribuição mensal do trabalhador, com o valor máximo de 419,22 euros, durante seis meses. Em alguns casos, o apoio chega aos 60%: se for celebrado um contrato sem termo, se o desempregado beneficiar do rendimento social de inserção, se este tiver idade igual ou inferior a 25 euros, se tiver deficiência ou incapacidade, se for trabalhador sem o nono ano ou desempregado inscrito no centro de emprego há mais de 12 meses.

As empresas que apresentem projectos de investimento considerados estratégicos por despacho do ministro da Economia podem ter mais 20 trabalhadores ao abrigo desta medida, durante nove meses. Em contrapartida, o contrato tem de ser de pelo menos 18 meses.

As empresas são obrigadas a dar formação aos trabalhadores contratados ao abrigo do “Estímulo 2012”, sendo que esta formação pode realizar-se no posto de trabalho (durante, pelo menos, seis meses) com o acompanhamento de um tutor, ou por uma entidade acreditada (com uma carga mínima de 50 horas).

Fonte: aqui

A noite em que falei do Concílio.

Na noite deste domingo apareceu pedindo ajuda.
Porque estamos a comemorar o cinquentenário do início do Concílio Vaticano II, pediram-lhe para falar aos jovens crismandos da Igreja, antes e depois do Concílio.
Trazia um esquema com uma série de ítens que deveria abordar nos encontros com os jovens.
Embora o fim-de-semana seja cansativo, procurei ajudar com todo o entusiasmo. Primeiro, porque esta é uma das missões principais do padre: formar na fé, ajudar a crescer na fé. E quem me dera que muita gente me procurasse nesse sentido. Segundo porque é sempre entusiasmante falar da Igreja e do que significa essa lufada de ar fresco que foi o Concílio.
Ainda bem que há gente que quer saber mais e melhor para depois poder dar mais e mais.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

O seu imperativo não perdeu validade

«Age de tal maneira que o teu comportamento possa ser norma para todos»! - Kant, que morreu neste dia,  há 208 anos.

sábado, 11 de fevereiro de 2012

DESPERDÍCIO

O reparo de Angela Merkel deveria ter sido feito cá dentro e há muito tempo.
Os fundos europeus deveriam ter incidido sobre duas áreas fundamentais: a educação e as empresas.
A educação fornece conhecimentos. As empresas proporcionam trabalho.
A vista fica desvanecida com vias, túneis e auro-estradas. Circula-se melhor, mas para onde?
 
Fonte: aqui

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

D. António Couto esteve em Tarouca

Na tarde deste dia, o senhor Bispo, D. António Couto, esteve em Tarouca (veja AQUI).
D. António Couto é um biblista consagrado, um professor universitário respeitado. Mas tal não o torna distante, não cria à sua volta barreiras de inacessibilidade. Pelo contrário, é um Bispo atento, humano, com uma capacidade de presença fantástica, que sabe rir, partilhar, escutar, sugerir, apontar rumos pastorais.
Acompanhado do senhor Vigário Geral, pessoa já bem nossa conhecida e meu bom amigo, o senhor Bispo a todos encantou, escutou e apontou pistas de acção pastoral.
Estiveram presentes na refeição fraterna e no posterior encontro todos os padres que trabalham neste arciprestado tarouquense. Viveu-se e sentiu-se fraternidade, abertura às posições de cada um, sentido de família.
Obrigado, senhor Bispo.
Obrigado, colegas, pela amizade, abertura, partilha e preocupações pastorais.

Padres portugueses vencem «europeu» de futsal

Os padres portugueses venceram, esta quinta-feira, pela primeira vez, o Campeonato Europeu em Futsal para sacerdotes católicos, cuja sexta edição decorreu na cidade de Gyula, Hungria.
Depois do empate no final do tempo regulamentar, os padres portugueses ganharam (4-3) à seleção da Croácia através da marcação de penalties, como relatou hoje à Agência ECCLESIA o padre Marco Gil, capitão da seleção
O sacerdote português referiu que o jogo “foi difícil, mas estava controlado”, apesar da desvantagem inicial, porque as “oportunidades de marcar golos iam surgindo”.
Antes do jogo, o capitão da seleção portuguesa sentia que jogadores estavam “calmos” e “que era possível trazer a taça para Portugal”.
Durante o torneio, que se iniciou na segunda-feira, os padres portugueses jogaram sete partidas e apenas foram derrotados uma vez.
Eslováquia, Roménia, Ucrânia, Áustria, Polónia e Bósnia-Herzegovina e Croácia foram os adversários dos padres portugueses no torneio que decorreu na cidade húngara, cerca de 230 quilómetros a sudeste de Budapeste.
Ao nível de prémios individuais, o padre Marco Gil referiu que o melhor guarda-redes foi o da Eslovénia e o melhor marcador foi um sacerdote polaco.
O padre Custódio foi o eleito do capitão português para melhor jogador da equipa das «quinas».
Sobre o trabalho do treinador, padre José Cunha, o capitão refere que “ele percebe muito de futsal”, mas não esquece a experiência acumulada dos anos anteriores e o labor dos jogadores.
Em conversa com a Agência ECCLESIA, o padre Cunha começou logo por dizer que estava “rouco” por causa da forma de dar indicações para dentro de campo.
“Valeu a pena”, referiu.
A equipa nacional regressa hoje a Portugal, pelas 23 horas, tendo garantido um título inédito, após o segundo lugar na competição de 2011.
O próximo torneio decorrerá na Eslovénia.
In ecclesia

Portugal: 80 mil abortos realizados "por opção" desde 2007

Desde 2007 realizaram-se em Portugal mais de 80 mil abortos "por opção da mulher", dos quais perto de 13.500 foram repetições, revela um estudo da Federação Portuguesa Pela Vida (FPV) feito com base nos dados oficiais disponíveis.

Veja  aqui

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

O projeto, que poderá transformar o paradigma de desenvolvimento do interior do país

Projeto de biocombustíveis da BLC 3

O maior projeto que está a ser desenvolvido em Portugal na área dos biocombustíveis de 2ª e 3ª geração pela BLC 3 — Plataforma para o Desenvolvimento da Região Interior Centro vai ser apresentado, no próximo dia 12, às 15h00, na Enervida’12, em Viseu.
O BioREFINA-TER, um projeto inovador de transformação da vegetação espontânea da floresta em biocombustíveis lenho-celulósicos, substitutos do gasóleo e da gasolina, já tem uma pré-candidatura aos fundos da União Europeia, no valor de 118 milhões de euros, tendo sido considerada por Bruxelas como “relevante”.
O projeto, considerado como altamente estratégico para alavancar em Portugal uma das mais promissoras indústrias da primeira metade do século XXI - a bioenergia - já conseguiu atrair uma rede de conhecimento que engloba 29 entidades de I&D de três países europeus, empresas de renome internacional e várias universidades portuguesas e estrangeiras.
Numa primeira fase, o BioREFINATER, que no ano passado foi financiado pelo Fundo Florestal Permanente em 500 mil euros, abrangerá os concelhos de Oliveira do Hospital, Tábua, Arganil e Góis, através da construção de uma biorrefinaria de demonstração industrial com capacidade para produzir cerca de 25 milhões de litros de biocombustíveis de segunda geração com base em vegetação espontânea. Isto permitirá colocar Portugal na vanguarda da tecnologia e da independência do petróleo.
Quando o conceito tecnológico estiver provado e a logística operacionalizada, o BioREFINA-TER poderá representar, pelo menos, uma poupança anual de 1,5 mil milhões de euros nas importações de petróleo.
No final de 2011, o BioREFINA-TER registou um grande avanço científico ao conseguir produzir — pela primeira vez no mundo — o primeiro bio-crude feito através da giesta, que está agora em processo de refinação como substituto do gasóleo e da gasolina. É neste contexto que o projeto, que poderá transformar o paradigma de desenvolvimento do interior do país, vai agora ser apresentado em mais um grande evento ligado às questões energéticas.
A Enervida 2012,- organizada pela AIRV — Associação Empresarial da Região de Víseu, vai decorrer, a partir de hoje, dia 9, prolongando-se até 12 de fevereiro, no pavilhão multiusos.
In Jornal da Beira

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

A crise e as drogas

Alguém me chamou a atenção para o aumento do consumo do álcool e mesmo da droga entre os adolescentes das nossas escolas. E a facilidade que parece haver para os vendedores desses produtos.
Afinal esta é também a convicção do presidente do Instituto da Droga e da Toxicodependência, João Goulão, que alertou para o aumento do consumo e do tráfico de droga, em função da crise que está instalada em Portugal. "Mais pessoas terão a tentação de se dedicar à actividade de pequeno tráfico para subsistirem", afirma João Goulão, explicando as razões para o aumento do consumo: "Sabemos que o momento social e económico que vivemos é propício a um recrudescimento do fenómeno em termos da sua associação aos fenómenos de marginalidade e exclusão."

É bom, pois, que os pais e as diversas autoridades estejam atentos e combatam por todos os meios os traficantes. Na verdade todos sabemos os males que provocam o alcoolismo e a droga nos indivíduos e nas famílias. E os adolescentes precisam de ser ajudados, para não caírem nesses vícios.

É normal também que o desemprego leve as suas vítimas a consumir mais álcool e também tranquilizantes, anti-depressivos e outras substâncias como a cocaína e a heroína. Todo o cuidado é pouco por parte dessas pessoas pois a crise vai acabar mais cedo ou mais tarde e os viciados nessas substâncias vão-se autodestruindo e pode ser muito difícil voltar atrás.

Crises sempre houve e quem tem saúde não se pode deixar abater. Há que procurar emprego. Se não se encontra aqui, há-de se encontrar noutro lado. Foi este o exemplo que nos deixaram as gerações precedentes, que tinham pouca preparação escolar mas não hesitaram em demandar outros países. E quase todos se desenrascaram, apesar da maioria não saber nada de francês, inglês, alemão, etc..

Os jovens de hoje não são menos capazes que os seus pais e avós, antes pelo contrário. Por isso, não se deixem vencer pela crise!

In O Amigo do Povo

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

“Pobreza evangélica” e clamor contra a injustiça

 “Porque será que, quando ajudo um pobre, me dizem que sou um santo; mas, quando pergunto por que há pobres, me dizem que sou comunista?” - D. Hélder da Câmara

O elogio da “pobreza evangélica” sem um clamor contra a injustiça não reduzirá a religião a mais um instrumento nas mãos das estruturas geradoras de pobreza?

 In O BANQUETE DA PALAVRA

Pais não deixam filhos únicos ser padres


























In Notícia do JN de ontem, através d'aqui

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

“Venham para cá, portugueses, há muitos empregos disponíveis”

O presidente da Câmara de Schwäbisch Hall convida os portugueses a irem para a cidade.
Dirige a cidade de Schwäbisch Hall há 12 anos, mas antes conheceu o mundo como representante da Fundação Friedrich Ebert . Por causa da falta de mão-de-obra qualificada decidiu convidar jornalistas de países com elevado desemprego para dar a conhecer as oportunidades de emprego.
Leia aqui

Há uma cidade no Sul da Alemanha com três mil novos empregos disponíveis todos os meses e onde o salário médio é de 3.500 euros. 


Há uma cidade alemã a três horas de avião de Lisboa que precisa desesperadamente de trabalhadores qualificados. Numa iniciativa inédita, está a convidar portugueses a candidatarem-se aos mais de 2.700 empregos que ficam disponíveis todos meses. Chama-se Schwäbisch Hall, tem 37 mil habitantes e fica a duas horas de carro de Estugarda. Para lidar com esta falta de trabalhadores qualificados, o presidente da câmara da cidade, Hermann-Joseph Pelgrim, decidiu promover uma iniciativa inédita: convidar jornalistas de países europeus com elevado desemprego (Portugal, Espanha, Itália e Grécia) para conhecerem as oportunidades de trabalho e para as divulgarem nos seus países.

Na Alemanha há mais de 400 mil empregos à espera de candidatos. Os engenheiros estão no topo de lista das profissões mais procuradas, mas há um sem número de sectores a precisar de quadros qualificados.

O salário médio é de 3.500 euros brutos e um engenheiro pode ganhar entre seis a oito mil euros. Nesta cidade em que os empregos correm atrás das pessoas, a taxa de desemprego jovem é de 2%, quinze vezes menor que o valor registado em Portugal.
Há hipóteses para quem fala inglês, mas na maioria das ofertas falar alemão é essencial. Ainda assim, falar português também pode ser uma vantagem. "Dominar o português é um factor importante porque temos negócios no Brasil e em Angola", afirma Herr Christian Meyer, director de recursos humanos da Voith Turbo, uma empresa com mais de 1,5 mil milhões de euros de volume de negócios e mais de cinco mil trabalhadores.
Mas muitas das multinacionais que procuram pessoas estão disponíveis para pagar o curso de alemão e até a arranjar lugar onde ficar, emprego para o cônjuge e escola para os filhos. Mais: nesta cidade, os jardins de infância têm pessoal especializado para apoiar no ensino da língua a crianças que vieram de outros países para que quando entrem na escola primária não tenham qualquer dificuldade com a língua.
A escola é gratuita e se tem crianças pequenas saiba que pagará 85 euros por mês no jardim de infância. Se quiser um horário prolongado de dez horas, a factura sobe para os 240 euros. A Universidade aboliu as propinas este semestre, uma iniciativa do primeiro-ministro do Estado, o único do partido "Os Verdes" eleito na Alemanha.
Na cidade, a renda de uma casa com dois quartos ronda os 450 euros por mês. A representante económica da região fala do "big five" para convidar os estrangeiros a vir para esta latitude e não poupa nos elogios: "empresas internacionais e líderes de mercado, numa cidade sem engarrafamentos nas horas de ponta, numa região limpa segura e com um ambiente familiar, cheia de vida e actividades culturais e com comida saudável, é o cenário que pode encontrar na região", diz Elke Schweig, responsável pela Câmara de Comércio de Heilbronn-Franken.
Com cidadãos de mais de 110 países e uma intensa actividade cultural, apesar de ser uma pequena cidade localizada no mundo rural, Schwäbisch Hall acolhe algumas das maiores empresas, líderes mundiais de mercado nos sectores em que trabalham. Talvez por isso, quase 99% da população da região não trabalha na agricultura. Com esta operação de charme para atrair mão-de-obra qualificada pretendem garantir que as empresas continuam na região e não partem para outras paragens onde é mais fácil conseguir trabalhadores.
"Temos que convidar jovens europeus a vir para a Alemanha", afirmou Guido Westerwelle, ministro federal para os negócios Estrangeiros na sua apresentação no "Congresso de Líderes do Mercado Global" que, pelo segundo ano, trouxe à cidade algumas das maiores companhias alemãs.
O presidente da câmara diz que quase 70% das empresas foram criadas e continuam a ser geridas por famílias, o que significa que "têm grandes preocupações com a sustentabilidade futura da companhia e não apenas com o lucro rápido" para satisfazer os accionistas. No seu entender, esse é um dos segredos do sucesso da indústria alemã. A verdade é que não se ouve falar de crise, cortes nos salários ou subida do desemprego.
E o frio? Não é um problema "porque as casas estão muito mais preparadas", revela Liliana Henriques, a portuguesa de 33 anos que em breve vai começar a trabalhar em Estugarda como ‘project manager', cargo para o qual vai receber o dobro do que lhe pagariam em Portugal.
E os alemães não são muito fechados? Para acabar com o mito, Liliana Henriques diz que "são muito prestáveis, simpáticos e acessíveis".
"Aparentemente são mais distantes e frios, mas são pessoas com as quais se pode contar", afirma. "Funcionam muito bem. São como um relógio", sublinha.
Se está interessado, basta enviar o seu currículo em inglês para SchwaebischHall.Arbeitgeber@arbeitsagentur.de. A agência de emprego da cidade promete fazer tudo para lhe arranjar um lugar.
Bade - Vurtemberga
Uma região com sete mil vagas
Situada na região de Heilbron Franken, no Sul do país, o estado federal de Bade-Vurtemberga conta com quase oito mil empregos disponíveis nas 35 mil empresas existentes, que exportam mais de 50% da sua produção. Na região procuram diplomados nos sectores de Organização e Gestão, Investigação e Desenvolvimento e Aconselhamento, Educação e Comunicação. Quanto a competências procuram pessoas comunicativas , que saibam trabalhar em equipa, organizadas e com competências interculturais. Com 147 empresas que ocupam os três primeiros lugares em termos de percentagem de mercado que detêm. Quase 70% são propriedade familiar.

Algumas empresas que querem contratar portugueses
Ziehl-Abegg
A multinacional líder na construção de motores Ziehl-Abegg convida estudantes internacionais de Engenharia Mecânica e Eléctrica, de Gestão de Empresas e MBA a candidatarem-se. Basta enviar um currículo em inglês para career@ziehl-abegg.de. Dominar o inglês neste caso é essencial, já o alemão "é um plus, mas não um must", explica Ramona Blankenstein, responsável pelo recrutamento internacional. Ou seja, a empresa está disponível para financiar os estudos da língua. A estas vagas poderão candidatar-se alunos ainda na universidade que poderão receber bolsas de estudo.
Würth
Com quase dez mil milhões de euros de volume de negócios, em 2010, e 400 filiais em 84 países, a empresa especialista na entrega de ferramentas Würth tem mais de seis mil trabalhadores. "Precisamos sempre de pessoas", mas no sector das vendas falar alemão é essencial. Tem entre 100 a 150 vagas, das quais 15 a 20 são para engenheiros e arquitectos. A maioria é para o sector das vendas e, nestes casos, tem que dominar alemão. Carmen Hilkert, responsável pelos recursos humanos, está neste momento em Espanha a contratar pessoas.
Optima Group
É muito provável que tenha na sua cozinha ou casa-de-banho produtos embalados por esta multinacional. Chama-se Optima Group e é a maior empresa do sector situada na região de Bade-Vurtemberga, que é conhecida como "packaging valey" e que tem uma facturação de 12 mil milhões de euros. Mais de 60% dos seus empregados são engenheiros. Pretendem "pessoas que estejam interessadas em comunicar com outras culturas" e estão abertos "a contratar pessoas de outros países", diz Hans Buhler, o CEO da empresa.
Sonnenhof Arche
Hospitais e serviços de cuidados de pessoas e crianças com necessidades educativas especiais é a principal actividade de Sonnenhof Arche. O hospital é o 2º principal empregador da cidade com 1.300 postos de trabalho, 130 dos quais são médicos. Tem dificuldade em encontrar pessoas para preencher as vagas e quer atrair "jovens talentosos" para trabalhar ou estagiar. É importante que falem alemão, mas é dado apoio para que o obstáculo da língua possa ser ultrapassado. O hospital precisa de 10 médicos e 10 pessoas para outros sectores.
Voith Turbo
"Dominar o português é um factor importante porque temos negócios no Brasil e Angola", afirma Herr Christian Meyer, director de recursos humanos da Voith Turbo, uma empresa com mais de 1,5 mil milhões de euros de volume de negócios e mais de cinco mil trabalhadores. Oferece um salário médio bruto de seis mil euros. Também a Bem-papst GMBH & CO tem 10 a 20 vagas para engenheiros a que pode candidatar-se através do site www.ebmpapst.com. Já a Robert Bosch Gmbh Packaging precisa de 50 a 60 engenheiros mecânicos ou eléctricos.
Fonte: aqui

Frase para a esta semana

“Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós.”  (Mateus 7, 1-2 )

sábado, 4 de fevereiro de 2012

SOFRIMENTO


 - Por que há no mundo tantas pessoas sofrendo?
Ninguém gosta de sofrer… mas o sofrimento existe:
Calamidades, Injustiças, guerras, pobreza, fome, discórdias, doenças…
- Quem é o culpado? Seriam nossos pecados? É um castigo de Deus? Como explicar então os inocentes... o Cristo na cruz? Por que  permite Deus essas coisas sem intervir? Por que também sofre o justo e o malvado parece estar em situação melhor?

- Diante do sofrimento, ou descobrimos o rosto verdadeiro de Deus ou fazemos dele um monstro, que nos devora e nos inferniza…
- O Sofrimento pode ser uma visita de Deus…
E quando entendermos isso, tudo fica muito diferente…
"Não nascemos para sofrer, mas o sofrimento faz-nos  crescer..."

O sofrimento continuará a ser sempre  um mistério… Jesus não elimina o sofrimento, mas  ensina-nos a carregá-lo com amor e esperança, para que dê frutos de vida eterna…
Jesus  garante de que Deus nunca nos abandona…
Resta-nos confiar em Deus e entregar-nos em seu amor.

Os cristãos não descobriram o caminho para evitar o sofrimento. Sofrem como os outros e, às vezes, até mais do que os outros, mas descobriram que a Cruz de Jesus Cristo é redentora.
Carregar a cruz sozinhos é desesperador… Unidos a Cristo, todo sofrimento é salvador, inclusive o nosso…
* Qual é a nossa atitude diante dos nossos sofrimentos?
- de aceitação... ou de revolta?
* Qual é a nossa atitude diante do sofrimento dos outros?
- Estendemos a mão e ajudamos a se libertar?