terça-feira, 4 de outubro de 2011

Nem preso a amarguras, nem alienado por venturas

Sem comentários: