terça-feira, 16 de outubro de 2012

PENSAMENTOS SOBRE A FÉ - IV


CRER COM A IGREJA

“A missão da Igreja consiste em nutrir sempre a fé e a esperança do povo cristão.”
Homilia, 21 de outubro de 200



Crer com
«[...] fé é sempre também um acreditar junto com os outros. Ninguém pode crer sozinho.
Recebemos a fé, diz-nos Paulo, através da escuta. E a escuta é um processo que requer estar juntos de modo espiritual e físico. Somente na grande comunhão dos fiéis de todos os tempos que encontraram a Cristo e foram encontrados por Ele posso crer. O facto de poder crer, de devo-o, antes de mais nada, a Deus que Se dirige a mim e por assim dizer, ‘acende’ a minha fé. Mas, de um modo muito concreto, devo a minha fé àqueles que vivem ao meu redor e que acreditaram antes de mim e acreditam juntamente comigo. Este grande ‘com’, sem o qual não pode haver qualquer fé pessoal, é a Igreja.”
Homilia, 24 de Setembro de 2011

Deixar-se cair
«[...] ninguém crê só por si mesmo. Nós cremos sempre em e com a Igreja. O credo é sempre um ato partilhado, um deixar-se inserir numa comunhão de caminho, de vida, de palavra, de pensamento. Nós não ‘fazemos’ a fé, no sentido de que é antes de tudo Deus quem a dá. Mas, não a ‘fazemos’ também no sentido de que ela não deve ser inventada por nós. Devemos deixar-nos cair, por assim dizer, na comunhão da fé, da Igreja. Crer é um ato católico em si.»
Discurso, 2 de Março de 2006

Gerados para a fé
“Ter fé é apoiar-se na fé dos teus irmãos, e fazer com que a tua fé sirva também de apoio para a fé de outros. Peço-vos, queridos amigos, que ameis a Igreja, que vos gerou na fé, que vos ajudou a conhecer melhor Cristo, que vos fez descobrir a beleza do seu amor. Para o crescimento da vossa amizade com Cristo é fundamental reconhecer a importância da vossa feliz inserção nas paróquias, comunidades e movimentos, bem como a participação na Eucaristia de cada domingo, a receção frequente do sacramento do perdão e o cultivo da oração e a meditação da Palavra de Deus.»
Homilia, 21 de Agosto de 2011

Na comunhão da Igreja
«[...] seguir Jesus na fé é caminhar com Ele na comunhão da Igreja. Não se pode, sozinho, seguir Jesus. Quem cede à tentação de seguir “por conta sua” ou de viver a fé segundo a mentalidade individualista que predomina na sociedade corre o risco de nunca encontrar Jesus Cristo, ou de acabar seguindo uma imagem falsa d’Ele.»
Homilia, 21 de agosto de 2011

Relação
«[...] a fé cristã não é algo meramente espiritual e interior e a nossa própria relação com Cristo não é apenas subjetiva e privada. Ao contrário, é uma relação totalmente concreta e eclesial.»
Discurso, 13 de Maio de 2005

Ação de contraste
“Com a sua longa tradição de respeito pela justa relação entre fé e razão, a Igreja desempenha um papel crucial na luta contra as correntes culturais que, com base num individualismo extremo, tentam promover conceitos de liberdade separadas da verdade moral. A nossa tradição não fala de uma fé cega, mas de uma perspetiva racional que liga o nosso empenho por construir urna sociedade autenticamente justa, humana e próspera à nossa certeza última de que o universo possui uma lógica interna acessível à razão humana.»
Discurso, 19 de janeiro de 2012

Como Maria
“[Maria] acolheu Jesus com fé e com amor O deu ao mundo. Esta é também a nossa vocação e a missão da Igreja: acolher Cristo na nossa vida e doá-l’O ao mundo, ‘para que o mundo seja salvo por Ele’ (Jo 3, 17).»
Angelus, 8 de dezembro de 2006

Sem comentários: