sexta-feira, 12 de outubro de 2012

PENSAMANTOS SOBRE A FÉ


 
“A PORTA DA FÉ (cf. Act 14, 27), que introduz na vida de comunhão com Deus e permite a entrada na sua Igreja, está sempre aberta para nós. É possível cruzar este limiar, quando a Palavra de Deus é anunciada e o coração se deixa plasmar pela graça que transforma.”
Carta apostólica Porta Fidei, nº 1

Por iniciativa de Deus
«A fé, porém, não é fruto do esforço do homem, da sua razão, mas é um dom de Deus. “És feliz, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que to revelou, mas o meu Pai que está no Céu”. Tem a sua origem na iniciativa de Deus, que nos desvenda a sua intimidade e nos convida a participar da sua própria vida divina.”
Homilia, 21 de Agosto de 2011

Graça e dom
“A fé intensa como fruto do amor de Deus experimentado é uma graça, um dom de Deus.
Mas o homem só poderá experimentar a fé como uma graça na medida em que a aceitar dentro de si como um dom, do qual procura viver.”
Carta ao padre Peter-Hans Kolvenbach
15 de maio de 2006

Dom e graça
“O coração indica que o primeiro ato, pelo qual se chega à fé, é dom de Deus e ação da graça que age e transforma a pessoa até ao mais íntimo dela mesma.”
Carta apostólica Porta Fidei, nº 10

Já e ainda não
“A fé não é só uma inclinação da pessoa para realidades que hão de vir, mas estão ainda totalmente ausentes; ela dá-nos algo. Dá-nos já agora algo da realidade esperada, e esta realidade presente constitui para nós uma ‘prova’ das coisas que ainda não se vêem. Ela atrai o futuro para dentro do presente, de modo que aquele já não é o puro “ainda-não”. O facto de este futuro existir muda o presente; o presente é tocado pela realidade futura, e assim as coisas futuras derramam-se nas presentes e as presentes nas futuras.”
Carta encíclica Spe Salvi, nº7

 Projeção
“A fé não é simplesmente a adesão a um conjunto completo de dogmas, que saciaria a sede de Deus presente no coração humano. Ao contrário, ela projeta o homem, a caminho no tempo, para um Deus sempre novo na sua infinitude.”
Angelus, 28 de Agosto de 2005

Proximidade
“[...] realmente Deus está próximo, não são necessárias expedições complicadas para chegar até Ele, nem aventuras espirituais ou materiais. Deus está próximo com a fé, está no teu coração.”
Discurso, 5 de outubro de 2009

Condição
“A fé, em última análise, é um dom. Por conseguinte, a primeira condição é aceitar algum dom, não ser autossuficiente, não fazer tudo sozinho, porque não podemos fazê-lo, mas devemos abrir-nos na certeza de que o Senhor doa realmente
Discurso. 2 de março dc 2006

Ação da graça
“[...] a fé não é uma mera herança cultural, mas uma ação contínua da graça de Deus que chama e da liberdade humana que pode ou não aderir a essa chamada.”
Homilia, 9 de julho de 2006

Abertura
“[...] a fé exige que o homem se abra à graça do Senhor; reconheça que tudo é dom, tudo é graça. Que tesouro se esconde numa pequena palavra: ‘Obrigado!’»
Angelus, 14 de outubro de 2007

Sem comentários: