quinta-feira, 19 de julho de 2007

Este (des)governo é o máximo!!!

Uma senhora que esteja grávida e que se veja forçada a ficar de baixa antes do parto, sem este ser de risco, recebe um subsídio de 65% do seu ordenado; uma mãe que tenha de assistir na doença um seu filho menor recebe 65% do seu ordenado.

Mas...

A interrupção voluntária da gravidez dá direito a 30 dias de licença com 100% do ordenado!

Ah! E Portugal é o país da União Europeia com mais BAIXA taxa de natalidade!

Que tal???

Sem comentários:

Publicar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.