domingo, 5 de janeiro de 2014

Terá razão a gritaria contra os carros caros?


1. Cada um usa o que é legitimamente seu naquilo em que acredita.

2. Há uma gritaria enorme de gente escandalizada quando alguém compra um carro caro. Que tal e que sim, que é um vergonha ter um carro tão caro em tempos de grandes dificuldades para muito gente.

3. Como se pode ver pelo quadro acima, quem compra um carro caro está a contribuir forte e feio para o bem comum. Atente-se nos impostos pagos ao Estado, o mesmo será dizer, a todos os cidadãos.

4. E se quem compra um carro de luxo não o fizesse e arrecadasse o dinheiro? Quanto deixaria de ganhar o Estado, isto é, todos nós?
E se quem compra um carro de luxo optasse antes por comprar um utilitário? Quem ficaria a perder não seria o Estado, isto é, todos nós?

5. Numa sociedade que vive para a aparência, também pode acontecer aquilo que, brincando, se diz: "Tem um BM na garagem e fome à mesa..."
Mas isto já é uma questão de prioridades e de opções pessoais de cada cidadão.

6. Claro que me parece de bom senso que antes do carrão esteja a alimentação, a casa, a educação dos filhos, a empresa, o futuro. Mas isto tem a ver com educação, cidadania, família, valores que muitas vezes escasseiam ou estão ausentes.

7. Agora ninguém se pode queixar do carro caro que alguém legitimamente possui porque paga caro para a comunidade. Impostos com língua de palmo...

Sem comentários: