segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

A noite em que falei do Concílio.

Na noite deste domingo apareceu pedindo ajuda.
Porque estamos a comemorar o cinquentenário do início do Concílio Vaticano II, pediram-lhe para falar aos jovens crismandos da Igreja, antes e depois do Concílio.
Trazia um esquema com uma série de ítens que deveria abordar nos encontros com os jovens.
Embora o fim-de-semana seja cansativo, procurei ajudar com todo o entusiasmo. Primeiro, porque esta é uma das missões principais do padre: formar na fé, ajudar a crescer na fé. E quem me dera que muita gente me procurasse nesse sentido. Segundo porque é sempre entusiasmante falar da Igreja e do que significa essa lufada de ar fresco que foi o Concílio.
Ainda bem que há gente que quer saber mais e melhor para depois poder dar mais e mais.

Sem comentários: