quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

O projeto, que poderá transformar o paradigma de desenvolvimento do interior do país

Projeto de biocombustíveis da BLC 3

O maior projeto que está a ser desenvolvido em Portugal na área dos biocombustíveis de 2ª e 3ª geração pela BLC 3 — Plataforma para o Desenvolvimento da Região Interior Centro vai ser apresentado, no próximo dia 12, às 15h00, na Enervida’12, em Viseu.
O BioREFINA-TER, um projeto inovador de transformação da vegetação espontânea da floresta em biocombustíveis lenho-celulósicos, substitutos do gasóleo e da gasolina, já tem uma pré-candidatura aos fundos da União Europeia, no valor de 118 milhões de euros, tendo sido considerada por Bruxelas como “relevante”.
O projeto, considerado como altamente estratégico para alavancar em Portugal uma das mais promissoras indústrias da primeira metade do século XXI - a bioenergia - já conseguiu atrair uma rede de conhecimento que engloba 29 entidades de I&D de três países europeus, empresas de renome internacional e várias universidades portuguesas e estrangeiras.
Numa primeira fase, o BioREFINATER, que no ano passado foi financiado pelo Fundo Florestal Permanente em 500 mil euros, abrangerá os concelhos de Oliveira do Hospital, Tábua, Arganil e Góis, através da construção de uma biorrefinaria de demonstração industrial com capacidade para produzir cerca de 25 milhões de litros de biocombustíveis de segunda geração com base em vegetação espontânea. Isto permitirá colocar Portugal na vanguarda da tecnologia e da independência do petróleo.
Quando o conceito tecnológico estiver provado e a logística operacionalizada, o BioREFINA-TER poderá representar, pelo menos, uma poupança anual de 1,5 mil milhões de euros nas importações de petróleo.
No final de 2011, o BioREFINA-TER registou um grande avanço científico ao conseguir produzir — pela primeira vez no mundo — o primeiro bio-crude feito através da giesta, que está agora em processo de refinação como substituto do gasóleo e da gasolina. É neste contexto que o projeto, que poderá transformar o paradigma de desenvolvimento do interior do país, vai agora ser apresentado em mais um grande evento ligado às questões energéticas.
A Enervida 2012,- organizada pela AIRV — Associação Empresarial da Região de Víseu, vai decorrer, a partir de hoje, dia 9, prolongando-se até 12 de fevereiro, no pavilhão multiusos.
In Jornal da Beira

Sem comentários: