quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

2.872 casos de idosos encontrados mortos em casa em 2011

Os dados da PSP indicam que Lisboa é, de longe, o distrito com mais casos, apesar de existirem mais de 250 equipas de proximidade e apoio no terreno.

A PSP registou, durante o ano passado, 2.872 casos de idosos encontrados mortos em casa.

Os casos dizem respeito a pessoas com 60 ou mais anos, que morreram em casa sem qualquer tipo de assistência médica e que foram descobertas pela PSP, muitas vezes em conjunto com outras autoridades.

O distrito de Lisboa é o que regista mais casos - 1.299, cerca de 45% do total. Apesar dos números registados na capital, a PSP de Lisboa tem actualmente 259 equipas de proximidade e apoio a vítimas no terreno, que têm sinalizados quase quatro mil idosos em risco.

Depois de Lisboa, segue-se o distrito do Porto, com 414 casos, a ilha da Madeira, com 232, e Setúbal, com 220 casos. Os restantes distritos não chegam a um número com três dígitos. Ainda assim, destaque para Coimbra, com 99, Aveiro, com 90, e Braga, com 76 casos.

Nas contas da PSP, as regiões com menos ocorrências deste tipo, em 2011, foram a ilha do Pico, nos Açores, com um só caso, Évora, com dois, a ilha açoriana da Graciosa, com cinco, e a Guarda e o Faial, com 13 casos cada.

Fonte: aqui

Sem comentários: