terça-feira, 20 de março de 2012

Profissão: má língua...

Há gente para quem a forma encontrada para se fazer notada é criticar a torto e a direito, com e sem razão, dando o nome ou (maioritariamente) permanecendo no covarde anonimato.
Gente de mal consigo, com os outros e com o mundo.
Gente vesga, que só vê com uma vista. E como a boca fala da abundância do coração, essa vista apenas enxerga iluminada pelo veneno do coração que tem.
Gente que nem sequer averigua as causas, apenas se guia pelo "diz-se por aí..."
Gente que é incapz de descobir o que de bom e belo vai acontecendo na vida, no mundo, na sociedade e nas pessoas.
Gente que a coberto da verdade e do direito à verdade vai dando cobertura ao boato, à discórdia e à divisão, "laureando o queijo" pela confusão que instala.
Gente que sente um ego do tamanho do planeta só porque pensa que tem muitos receptores, mas que esquece que os mesmos que lhe dão ouvidos e exaltam a coscuvilhice que semeia, jamais lhe confiariam qualquer cargo de importância...
Gente incapaz de propor e se bater por projectos, por ideias, com persistência e dando "o corpo ao manifesto".
Gente que fica apenas no piso interrado de profissional da má língua!

Sem comentários: