quinta-feira, 15 de março de 2012

O ser humano é muito complicado!

Lemos, ouvimos, vemos e sentimos. Não podemos ignorar.

Gente que se bateu com toda a força por uma ideologia e posteriormente se empenhou com a mesma energia por outra ideologia diferente - e às vezes até contrária.
Gente que parecia uma referência de valores éticos e morais e que veio a surpreender. Afinal o que parecia  era apenas a máscara...
Gente que revelava ter convicções fortes, assumidas e dinâmicas e que deu depois um "trambolhão"-negação de tudo o que revelava.
Um homem e uma mulher que pareciam eternos namorados e que, inesperadamente, desaguaram no divórcio.
Amigos profundos que, por uma desconfiança, se separaram profundamente.
Amizades que pareciam eternas e que afinal não resistiram a uma discussão, umas "bocas",  um falatório, uma factual não presença...
Gente que faz bem e é criticada, ingratificada, desprezada; gente que é má e é seguida, bajulada, endeusada.
Gente que, simultaneamente, "adora Deus e o Diabo". Diante de uma pessoa, apoia-a"; mas diante de outra pessoa apoia-a também. Gente que publicamente diz tomar uma opção, mas secretamente toma outra (veja-se, por exemplo, o que acontece com as eleições).
Pessoas que se sentem tristes sem para tal terem motivos e pessoas que estão eufóricas sem para isso encontrarem razões.
Gente que pela frente dá palmadinhas nas costas e que por trás corta mais do que uma faca.
Gente que promete acolher, guardar segredo, manter confidências e que depois tudo espalha como ventania, recorrendo, tantas vezes, a estratégias sórdidas.
Pais que tudo fizeram pelos filhos e que deles recebem desprezo, ingratidão, abandono e pais que pouco fizeram pelos filhos e que por estes são estimados, queridos, respeitados.
Gente boa que não é estimada e gente má que é seguida.
Gente que só sabe enxergar defeitos, desvarios, incompetências, irregularidades, mas é completamente cega para ver o que de bom, de belo, de positivo acontece na vida das pessoas e das instituições.

MAS TENHAMOS SEMPRE EM CONTA...

Às vezes as pessoas são egoístas, ilógicas e insensatas.
Ainda assim… Perdoa-as.

Se és amável, as pessoas podem acusar-te de egoísta e interesseiro.
Ainda assim… Sê amável.
Se és um vencedor, terás alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros
Ainda assim… Vence.
Se és honesto e franco, as pessoas podem enganar-te.
Ainda assim… Sê honesto e franco.
Se tens paz e és feliz, as pessoas podem  sentir inveja.
Ainda assim… Sê feliz.
O bem que fizeres hoje, pode ser esquecido amanhã.
Ainda assim… Faz o bem
Se dás ao mundo o melhor de ti, isso pode nunca ser suficiente.
Ainda assim… Dá o melhor de ti mesmo
No fim de contas… tudo é e será entre ti e Deus.
Nunca foi entre ti e eles.
Madre Teresa de Calcutá

Sem comentários: