segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

TRÊS DESEJOS PARA 2012

1. Famílias de paz
O Plano Pastoral da Paróquia contempla este tema: "Família e Igreja nos caminhos da nova evangelização".
Que cada família se torne berço e jardim da paz. Apesar dos normais choques - as pessoas não são anjos, são humanas - provocados pelo temperamento, o stress, a indisponibilidade do momento, a diversidade no sentir, ver e analisar a vida, é importante que esses momentos não se prolonguem no tempo. Sejam como chuva de trovoada. Que interesse tem para homem/mulher, pais/filhos, irmãos/irmãs ficar dias, semanas ou anos a cismar no desentendimento surgido num momento?  Que interessa aprisionar o presente e o futuro a um momento menos feliz do passado?
Livres para caminhar, livres para amar, livres para construir a paz, livres para sorver o que de bom e belo a vida nos proporciona.
Que cada família saiba "educar para a justiça e para a paz" como elementos constitutivos da personalidade dos jovens.
Que cada família seja em 2012 casa e escola de paz.

2. A Família Paroquial
Que a Paróquia cresça em 2012 na fé, na esperança e na caridade.
Que a crise e as crise nos ajudem a compreender que a maior crise é a ausência de Deus na vida de tantas pessoas e famílias.  Porque d?Ele vem a força, a amizade, a ajuda para lutar aqui pela esperança do mundo novo que há-de vir.
Sejam as Procissões da Quaresma/Páscoa (ver aqui), que este ano vamos realizar, uma ocasião para crescermos na fé, para nos centrarmos mais em Cristo, o salvador/libertador.
Havia a promessa que, começando a funcionar o Centro Paroquial, voltaríamos a realizar as tão apreciadas procissões. As promessas cumprem-se e é isso que vamos fazer, de acordo com o Plano Pastoral da Paróquia.
Dentro em breve, estarão a funcionar duas partes do Centro Paroquial. Ficará a terceira para construir. Apesar das tormentas da crise, não somos gente para abandonar o barco a meio. Unidos, fortes, colaborantes e generosos, haveremos, com a ajuda de Deus, de levar o barco a bom porto.

3. Desejo ver FELIZ cada paroquiano, cada amigo, cada pessoa, cada visitante.
Sem esconder dificuldades que os tempos trazem ao tempo. Mas sentir as pessoa agarradas à esperança, convictas de  que, com o esforço de todos, vamos ultrapassar a crise, como os nossos antepassados ultrapassaram o Cabo das Tormentas.
Que Santa Maria Maria, Mãe de Deus e  Senhora da Paz obtenha de Deus tudo o que de bom e de belo deseja o coração de cada um.
Feliz 2012!

Sem comentários: