quinta-feira, 17 de março de 2011

Depois de veres e leres o que vem a seguir, faz a ti próprio esta pergunta: “Fugias?"

1 comentário:

  1. Hmm, vamos lá ver! Se eu tivesse o discernimento para pensar, talvez não fugisse, porque nestes casos quem vem para matar raramente avisa ou dá qualquer tipo de hipótese! Se reagisse no desespero da reacção, talvez fugisse, infelizmente! Sou infinitamente fraca!

    Beijinho sereno

    ResponderEliminar