terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

SE NÃO FOR PRATICANTE SERÁ CATÓLICO?

É sintomático quando, para se falar de um católico, é preciso acrescentar «praticante». É o que sucede, nestes dias, acerca do novo vice-presidente da República de Taiwain.
Chen Chien-Jen é um respeitado cientista apresentado como «católico praticante». Ainda bem.
Aliás, como é possível ser católico sem ser praticante? Se não for praticante, poderá ser católico?
Como imaginar um católico que não pratique a fé, que não pratique a Eucaristia, que não pratique a Confissão, que não pratique os Mandamentos, que não pratique as Bem-Aventuranças?
É certo que nem sempre se consegue.
Mas praticante não é tanto aquele que consegue. É sobretudo aquele que tenta, aquele que não desiste de tentar!
Fonte: aqui

Sem comentários: