sábado, 6 de fevereiro de 2016

Jovens lavam a roupa a sem-abrigo

A comunicação social é mais atraída pelo que acontece de ruim do que pelo que acontece de bom, e por isso, coisas simples, que nos fazem acreditar que na humanidade ainda há bons corações, muitas vezes passam despercebidas. Lembro o caso da norte-americana Anna Taylor, que depois de reformada decidiu fazer algo realmente útil com o tempo que tinha disponível. E desde fevereiro de 2006, ela já tricotou mais de mil casacos de lã para pessoas necessitadas em todo o mundo. Ou o de Mark Bustos, cabeleireiro num salão de luxo na cidade de Nova York, mas que ao domingo, seu único dia de folga do trabalho, se aventura pela cidade em busca de pessoas pobres que precisam de um corte de cabelo.

O testemunho de hoje dá a conhecer dois jovens de 20 anos, Lucas Patchett e Nicholas Marchesi, que perceberam que a higiene dos moradores de rua era um problema grave e totalmente deixado de lado. Por isso, resolveram montar a primeira lavandaria móvel da Austrália dedicada exclusivamente aos sem-casa. Agora os desabrigados finalmente têm um lugar móvel conveniente para ter suas roupas lavadas e secas,
Os dois amigos prepararam uma carrinha já velha, montaram duas máquinas, uma de lavar e outra de secar roupa, e compraram um gerador portátil. E desde julho de 2014 começaram o trabalho em locais públicos de Brisbane.
E planeiam cooperar com grupos de doação de alimentos para que os sem-abrigo possam conseguir algo para comer, enquanto suas roupas estão sendo lavadas. Se tudo correr bem, a organização vai dentro em breve começar a operar em mais cidades da Austrália. E até sonham ter médicos e enfermeiros que possam ajudar a tratar dos doentes que vivem na rua.
Os 20 quilos de roupa que eles conseguem lavar por hora já facilitaram a vida de centenas de moradores de rua nesses últimos meses.
Fonte: aqui

Sem comentários: