domingo, 21 de fevereiro de 2016

ELE JÁ NÃO SE REVIA NESTE MUNDO

Muitas das pessoas que marcaram a nossa vida já não estão vivas. Pelo menos, já não estão vivas na terra.
Nesta sexta-feira, foi Umberto Eco que se apagou. Mas o seu legado não se extinguiu.
Notei que, nos últimos tempos, andava desencantado com o mundo. Não se revia no rumo deste mundo.
A acidez assomava, com espantosa frequência, aos seus lábios.
A democratização da comunicação não o entusiasmava. Pelo contrário, chegava a assustá-lo: «Quando todos têm direito à palavra, damo-la a idiotas».
Não diria tanto. Mas uma coisa é certa. Nestes tempos, há que estar preparado para tudo!
Fonte: aqui

Sem comentários: