segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Para falar com Deus e escutá-l'O, não são precisos telemóveis


Pede-se a cada pessoa que, durante as procissões e as vias sacras desligue MESMO o seu telemóvel porque causa da interferência com a instalação sonora, causando aquele ruído incómodo e aborrecido.
 
 Para falar e escutar Deus, não são precisos telemóveis, felizmente.  Por isso, não se esqueça. Ao entrar numa Igreja ou capela, desligue sempre o telemóvel. Pelo respeito que merece Deus, pelo respeito que as outras pessoas merecem, pelo respeito para consigo mesmo.
 
E já agora outra coisa. Quando estiver à mesa e o telefone tocar, querendo atender, peça licença, levante-se e venha atender cá fora. Os outros não têm que levar com as conversas telefónicas!

Sem comentários: