segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

O que é que se discute em Portugal?

Se quisermos uma imagem de uma sociedade aprisionada pela agenda de minorias não temos melhor que aquilo que vivemos nos últimos anos: nada do que diz respeito à sociedade no seu todo é discutido. Os políticos evitam dizer como pensam governar. Até se dá como adquirido que não o devem fazer para não afastar potenciais eleitores. A não ser que uma evidência incontornável, como um atentado ou um pedido de ajuda externa, obrigue a uma reflexão – breve, naturalmente – os líderes políticos não querem falar de política mas sim de questões minoritárias. Quanto mais minoritárias e de maior valor simbólico melhor. Esse tipo de questões permite-lhes manter viva nos eleitorados a convicção da diferenciação ideológica sem que alguma vez tenham de falar de ideologia.

Sem comentários: