domingo, 16 de dezembro de 2012

BANCO ALIMENTAR E TELEASSISTÊNCIA

A crise presente é muito grave. E, pelo que nos é dado saber, o próximo ano poderá ser ainda mais crítico.
Há muitas pessoas - e, infelizmente, poderão aparecer mais - arrastadas para a pobreza pela crise.
Preocupa, especialmente, a chamada "pobreza envergonhada". Gente que vivia normalmente e que, de repente, por estes ou aqueles motivos, caiu nas garras da crise. Gente que muitas vezes tem vergonha da situação em que está e a sofre calada.
O Banco Alimentar está entre nós e pode oferecer uma ajuda solidária a estes cidadãos.
Se está nesta situação ou conhece pessoas que estão, então não fiquemos parados. De lindas e belas palavras está o Natal cheio. É preciso muito mais: a beleza das obras.
No concelho tarouquense, quem gere este programa "Banco Alimentar" é a Santa Casa da Misericórdia de Tarouca. 
Consiste numa refeição completa diária e gratuita para a pessoa ou família afectadas.
Basta, para o efeito, dirigir-se à Santa Casa acompanhado de um documento identificativo, como o Bilhete de Identidade.
Todo o processo é confidencial.
A pessoa pode comer na Santa Casa ou levar a refeição para casa.
Se morar longe da cidade de Tarouca, a Santa Casa pode levar-lhe diariamente a refeição.

Se conhece pessoas que realmente precisam desta refeição diária e gratuita, então informe, esclareça, apoie. Não fique calado! Lembre-se sempre que o pecado de omissão é o pecado do nosso tempo.

Teleassistência
A teleassistência é um telefone de emergência, sem encargos económicos para quem o utiliza.
Claro que a pessoa não o pode usar para falar com amigos e familiares. É um telefone de emergência, ligado ao Centro de Socorro, nesta caso, a Santa Casa da Misericórdia de Tarouca.
É um meio sumamente importante para pessoas idosas ou doentes que vivem sozinhas.
Em caso de emergência - um problema de saúde, uma situação inesperada, um assalto, etc - é só carregar na tecla, não é preciso  marcar números. No Centro de Socorro sabem imediatamente de onde chega o pedido de socorro - mesmo que a pessoa não possa ou não consiga dizer nada - e  desencadeiam logo os meios de assistência.
 
A teleassistência pode salvar vidas! E é tão fácil! Basta contactar a Santa Casa.
Então se conhece pessoas que dela precisam, esclareça, informe, colabore. Ao fazê-lo, também está a salvar vidas.

Sem comentários: