segunda-feira, 7 de maio de 2012

De volta à casa que bem conheço

Na tarde desta segunda-feira, estive na Casa Paroquial de Mondim da Beira. Foi a bênção e a inauguração oficial daquela casa após as profundas obras de remodelação pelas quais passou nos últimos tempos.
Fora construída de raiz nos anos cinquenta do século passado pelo saudoso P.e Sílvio com a colaboração activa e generosa da paróquia de Mondim. Mais tarde, albergava a 1ª equipa sacerdotal da diocese, constituída pelos padres Guedes, Silva Lopes e Machado. Nos finais da década de 70, voltou a acolher uma nova equipa sacerdotal, então constituída pelos padres Ramos, Matias e eu próprio. Foram 13 anos de vida em equipa ao serviço das comunidades paroquiais de Mondim da Beira, Dalvares, São João de Tarouca, Ucanha, Gouviães, Vila Chã da Beira, Cimbres e Várzea da Serra. Em 1991, o P.e Matias foi Para Várzea, o P.e Ramos continuou em Mondim e eu vim para Tarouca. Há 21 anos!
Já muito deteriorada, aquela casa sacerdotal foi intervencionada. Está agora com rosto novo e louvo as obras com bom gosto que lá foram realizadas.
Além da presença de todos os sacerdotes que trabalham neste arciprestado tarouquense, estiveram na cerimónia o Bispo diocesano, D. António Couto que presidiu à bênção das novas instalações, o Bispo emérito, D. Jacinto, e o presidente da Câmara, Mário Ferreira.
Após o almoço, os sacerdotes que puderam ficar conversaram, partilharam e conviveram em são espírito de amizade sacerdotal.
Parabéns ao P.e Ramos pela obra realizada.

Sem comentários: