terça-feira, 15 de maio de 2012

Prémio Pessoa 2011 entregue a Eduardo Lourenço

Ao filósofo e ensaísta Eduardo Lourenço, nascido em 1923 em S. Pedro do Rio Seco, concelho de Almeida, distrito da Guarda e a residir em França,  foi atribuído o Prémio Pessoa 2011, que lhe foi entregue ao final da tarde de ontem, no auditório da Culturgest, em Lisboa, pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, e por Francisco Pinto Balsemão, presidente do semanário Expresso, promotor do galardão, em colaboração com a Caixa Geral de Depósitos.

O blog "NA PAZ, A VERDADE" retrata assim Eduardo Lourenço:
"Difícil já é ser grande como Eduardo Lourenço. Mas mais difícil ainda é, sendo grande, ser humilde como (quase só) Eduardo Loureno sabe ser.
A sua grandeza não se restringe ao seu talento, à sua capacidade analítica invulgar.
A sua grandeza avulta sobretudo na humildade, no modo como quase pede desculpa por ser bom, por ser grande."

Sem comentários: