sábado, 12 de maio de 2012

Tarouca: Bombeiros Voluntários divulgam nota informativa sobre as eleições para os órgãos sociais

Ver aqui

Também pode ler aqui o RESUMO DO COMUNICADO DO COMANDATE VASCO LIMA.

3 comentários:

Anónimo disse...

Caro Moderador do Asas da Montanha!
Certamente k saberá k esta nota informativa surgiu em resposta a um comunicado k o Sr Comandate Vasco Lima fez sair, no passado dia 9 de Maio, no Jornal Douro Hoje. Ora, parece-me k fará todo o sentido os leitores terem acesso aos dois comunicados. Se for da mesma opinião (plural) sugeria k divulgasse aqui o poste do TAROUCAndo onde está um resumo do referido comunicado do DH.
Muito obrigada! Abraço Blogueiro!:)
A Moderadora Principal do TAROUCAndo: ProfAnónima

asas da montanha disse...

Cara visitante:
1. Recebi por email um comunicado dos bombeiros para publicação. Como o vi já publicado noutro blog, remeti os leitores para esse blog.
Foi isto que se passou.
Ninguém me enviou qualquer outro comunicado. Apesar disso, atendi a sua sugestão e remeti os leitores para o blog que a cara visitante indicou.

2. Recordo, mais uma vez, que este blog é pura e simplesmente, PESSOAL. Não tem nada a ver com qualquer instituição e nunca se propôs ser um um meio de comunicação regionalista.
É o que é. Pessoal.
Na paz.
Asas da Montanha

DN disse...

Aquilo que estou a fazer, eventualmente será um dos grandes erros da minha vida, mas faço-o por imperativo de consciência. Estou aqui em minha casa a pensar e, não me atrevo a perguntar a opinião a alguém se devia ou não fazê-lo, pois provavelmente ninguém o aprovaria. Mas, o coração fala mais alto.
Não gosto, não gosto mesmo da forma como algumas pessoas estão analisar o problema da impugnação das eleições na AHBVT, embora reconheça naturalmente a liberdade de expressão para o fazerem.
- É legítimo a qualquer Associado contestar os atos praticados nas Instituições.
-É conhecida a minha opinião acerca do assunto, que não concordo com esta impugnação, que até lamento profundamente ter acontecido e que na qualidade de representante desta Instituição a defenderei sempre contra este processo.
-Mas isso não pode fazer esquecer a importância das pessoas na História das Instituições. Foi para mim uma honra ter trabalhado e continuar a fazê-lo, nesta Instituição Humanitária, com todos aqueles Homens e Mulheres Bombeiros Voluntários. Tem sido para mim uma profunda lição de vida. Contudo tenho que salientar, nesta hora também, o que referi no blog asas da montanha em 8 Dezembro de 2011: “ O Comandante Vasco Lima será sempre a “Referência Maior “ desta Instituição. Estive Presidente durante 9 anos e foi uma grande honra para mim ter esta referência como Comandante.”
Não esqueci o que disse e peço bom senso a todas as opiniões, porque a História não se pode apagar por não concordarmos ou até reprovarmos atitudes. E isto solicita-se para todas as pessoas que, cada um à sua maneira, têm contribuído para o engrandecimento da AHBVT.
As diferenças de opinião não fazem das pessoas inimigos, a vida são dois dias não vale a pena tanta confusão.
As críticas são também legítimas à forma de estar e atuar do Comandante Vasco enquanto liderou o Corpo de Bombeiros. Eu como Presidente cometi erros certamente também, mas isso só acontece porque somos Humanos.
O futuro será feito por outras pessoas e apresenta-se extraordinariamente promissor.
Solicito que haja respeito entre todos, independentemente das opiniões ou atitudes desde que sejam de direito. A Historia das Instituições faz-se com pessoas, e todos os que foram construindo História nos Bombeiros de Tarouca merecem a nossa consideração.
Apelo todavia, mais uma vez, ao coração de todos (eu incluído), aos sentimentos que nutrem por esta Instituição, pelos Bombeiros e pela causa Humanitária a repensarem a situação concreta e dizer-lhes que é sempre tempo para um Abraço. Há alturas da vida que não interessa que pensem se vencemos ou fomos vencidos, o importante é olhar em frente. Na Instituição onde se dá a vida pela vida, não será muito que nos seja pedido dar o braço a torcer, sem que isso nos retire dignidade. Andamos uma vida a querer ter razão quando mais fácil seria andar uma vida a querer ser feliz.
E certamente, após as devidas ponderações há sempre uma forma de minimizar a mágoa que se vai instalando, com um simples pedido de desculpas, mas isso só cada um saberá se deve e como fazê-lo.
(Não analisei ao pormenor as palavras, espero estar a ser minimamente coerente e nem quero pensar nos adjetivos que vou ouvir, mas vou dormir mais feliz.)
Uma boa noite a todos e venha daí aquele Abraço.
O cidadão: Domingos Nascimento