sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

HÁ QUEM ACREDITE MAIS NO MAL QUE DIZEM DE NÓS DO QUE NO BEM QUE NÓS POSSAMOS FAZER

«Não há inocência que esteja segura de um falso testemunho».
Eis o que disse o Padre António Vieira.
E é bem verdade. Só somos o que somos aos olhos de Deus e aos nossos olhos. De resto, acabamos por ser o que dizem de nós. E, aqui, não há qualquer friso de lógica.
Há quem seja recto, verdadeiro e justo e, não obstante, seja devastado pela opinião geral.
E, inversamente, há quem seja danoso e corrupto e, mesmo assim, se veja alcandorado aos píncaros da fama.
Nestes casos, antes ser sem parecer do que parecer sem ser!
Fonte: aqui

Sem comentários: