domingo, 8 de janeiro de 2017

O médico português Daniel Serrão, membro honorário da Academia Pontifícia para a Vida (Santa Sé), professor catedrático e investigador, faleceu hoje aos 88 anos de idade


Daniel Serrão, membro honorário da Academia Pontifícia para a Vida (Santa Sé), onde chegou a convite do Papa João Paulo II, em 1994, destacou-se pelo seu papel no desenvolvimento da Anatomia Patológica no país, a atenção ao sistema nacional de saúde e a reflexão, com reconhecimento internacional, na área da ética médica e da bioética.
O médico destacou-se pelas posições em defesa da vida, no debate público sobre temas como o aborto, a procriação medicamente assistida ou a eutanásia; em 2014, foi uma das 84 personalidades da sociedade portuguesa a subscrever um manifesto que exigia um referendo à lei da coadoção por pessoas do mesmo sexo.
 
Veja aqui

Sem comentários: