sábado, 21 de janeiro de 2017

Matteo Baño, ontem foste o meu herói!

Peço que veja  aqui as fotos e o texto.

Um menino filipino de nove anos leva o irmão mais novo para a escola todos os dias porque não o quer deixar sozinho em casa. Imagens de Matteo Baño com o irmão de dois anos sentado ao colo na sala de aula tornaram-se virais esta semana, após terem sido publicadas no Facebook pela professora de Matteo.
Shyla Blasico, professora primária da escola J. Blanco em Cotabato do Sul, nas Filipinas, contou a história do aluno  Matteo e do irmão numa publicação esta quarta-feira.
Blasico explicou que a mãe dos meninos morreu no ano passado devido a complicações na gravidez. A mulher tinha uma gravidez ectópica, isto é, o embrião estava a desenvolver-se fora do útero, e acabou por deixar três meninos pequenos.
Como o pai de Mattteo trabalha como carpinteiro e não há ninguém que possa ficar com o menino durante o dia, Matteo e o irmão mais velho fazem turnos para cuidar do menino de dois anos, conforme contou a professora ao jornal local ABS CBN.
Matteo não quer faltar à escola e, por isso, leva o irmão mais novo.
As imagens dos irmãos foram partilhadas mais de 18 mil vezes no Facebook, criando uma onda de solidariedade de pessoas que querem ajudar os meninos.
Shyla Blasico agradeceu esta sexta-feira a todos aqueles que doaram roupa ou comida e publicou fotografias da casa onde os irmãos vivem.
*** 
Comovi-me com as imagens e o relato que a professora de Matteo faz da situação.
Senti uma admiração profunda por esta criança de 9 anos que não quer faltar à escola nem abandonar o irmãozinho de 2 anos.
Pensei em como é injusta esta sociedade que permite cenas destas.
Senti como tem toda a razão o Papa Francisco quando continuamente nos fala dos pobres.
Indignei-me com este mundo que permite que alguns tenham tudo enquanto a outros falta tudo. Reparem na casa (casa???) onde moram estas crianças...
Experimentei quão egoístas somos quando pensamos a vida a queixarmo-nos disto e daquilo quando há gente (de 9 anos!!!) que carrega o manito e a sacola para ir à escola.
Agradeci ao Matteo a lição viva de amor, ternura e abertura aos outros que ele oferece. Num mundo fétido de egoísmo, a vida deste pequeno é uma primavera de aromas novas que enche o coração de esperança.
Ficou-me na alma a imagem do pequenino sentado ao colo do irmão enquanto este trabalha na escola. Que doçura naqueles olhitos sofredores!
Quando voltará a ser a PESSOA HUMANA o centro da vida das pessoas?
Então esta criança de 2 anos não valerá infinitamente mais do que toda a fortuna do Trump e de outros multimilionários?
Não é mais importante do que todo o dinheiro, todo o prestígio, toda a fama, todos os cães e gatos?

Sem comentários: