domingo, 5 de junho de 2016

1ª Comunhão 2016



Estiveram muito bem as crianças que no dia 5 de junho fizeram a 1ª Comunhão.

Este ano foram 33.

Os pequenos portaram-se lindamente. Já se haviam confessado pela primeira vez. E como estiveram bem! Que delicadeza de coração!

Na Eucaristia, tiveram uma postura irrepreensível. Cantaram divinamente, proclamaram as leituras com clarividência, participaram com dignidade no cortejo de oferendas, souberam estar na celebração e edificaram com a maneira como comungaram. Que elevação! Que magia naqueles corações pequeninos!

Parabéns aos pais destes meninos. Souberam acompanhá-los,  marcar presença, sentir a alegria dos seus rebentos.

Um abraço do tamanho do mundo para os catequistas destas crianças e de todos os catequizandos. São fantásticos os nossos catequistas! Muito obrigado. Os responsáveis pelos ensaios fizeram um óptimo serviço. Como sempre. Obrigado.

Mas quem me marcou mais profundamente foram os  queridos "saltariquentos." Que maravilha! Obrigado, irmãos mais pequeninos!
Então os dois meninos que foram batizados, exatamente no dia da sua 1ª Comunhão!? Que elevação, que encanto!

1 comentário:

Luís Barros Pereira disse...

Como pai, paroquiano e Cristão Católico, quero agradecer a todos quantos contribuíram para esta festa, para este passo tão importante na vida cristã destas crianças. Em primeiro lugar às suas catequistas e ao Rev. Pe. Carlos. Também a todas aquelas pessoas que têm contribuído para a sua caminhada e para a edificação desta paróquia, desta casa de Deus pai. Foi uma festa linda e marcante! Quero apenas realçar um aspeto: já assisti a algumas comunhões em outras paróquias e, perdoem-me a comparação - pois somos todos membros do mesmo corpo que é a Igreja universal - a cerimónia nesta Paróquia, que é a minha, foi a mais bonita! Sabem o que teve de tão especial?! O facto de os meninos comungarem, pela sua primeira vez, acompanhados pelos pais (!) Em mais nenhuma paróquia se vê isto. É lindo, tocante e marcante. É o exemplo dos pais que acompanham as crianças nesta caminhada! É a Igreja doméstica (que deve ser a primeira) com lugar e espaço na Igreja Paroquial. Bem hajam pela ideia e pelo gesto tão marcante e distinto! Obrigado a todos, por tudo! Um pai agradecido.