terça-feira, 20 de abril de 2010

LA VIÑA DEVASTADA DE BENEDICTO XVI

Felizmente somos diferentes. Já diz o povo que se todos fóssemos iguais a"carga caía toda para o mesmo lado."
Há-de ser a diversidade que enriquece a unidade e a unidade a dar liberdade à diversidade.
A História da Igreja regista o facto, logo a patir das seus inícios. Pedro e Paulo, personalidades tão diversas, com algumas discordâncias públicas entre eles, jamais quebraram a unidade. Esta, fundada no amor, que é a força evangélica que alicerça o nosso viver em Igreja.

Há muitas análises sobre estes cinco anos de papado de Bento XVI. Desde o "endeusamento" cego até à crítica feroz. Pelo meio ficam referências mais moderadas, acentuando ora um ora outro aspecto.
Só nos enriquece a abertura à pluralidade de análises, sem que tal nos manipule.
AQUI fica uma focagem destes cinco anos de papado.

Por mim, desejo sempre: "Menos César, mais Cristo".

Sem comentários:

Publicar um comentário