terça-feira, 9 de julho de 2013

Mário Soares diz que puseram na missa do patriarca de Lisboa "capangas" para "bater palmas aos políticos"

Veja aqui

"¿Por qué no te callas?", Mário Soares?
Mário Soares e Torgal Ferreira só fariam bem em prestar alguma atenção àquilo que o rei Juan Carlos disse ao falecido presidente da Venezuela naquela célebre reunião.
Como se ouve com frequência, já não há pachorra para ouvir o antigo presidente da República e candidato severamente derrotado nas últimas eleições presidenciais a que concorreu.  Não nego o importante papel que Soares teve em momentos críticos da nossa História recente. Mas não esqueço também as asneiras políticas que cometeu.
Pensava que agora os cabelos brancos lhe trariam a prudência, a sabedoria e a postura de um vero ancião. Neste campo, Eanes ganha-lhe de longe.
"De velho se volta a menino", diz o povo. Mas se há paciência, até alguma simpatia, para com certa irreverência da juventude, o mesmo já não acontece face à reguilice de uma pessoa daquela idade.
De um ancião espera-se muito mais. Outra postura.
De deita-abaixo está o país cheio. De Mário Soares espera-se muito mais. Ao menos a dignidade do silêncio.
 

Sem comentários: