segunda-feira, 1 de julho de 2013

Parabéns, P.e Adriano!

 
Veja aqui


Bispo alerta para «ilusão do poder»

D. António Couto ordenou dois padres e lembra que anúncio do Evangelho implica «rejeição»

O bispo de Lamego afirmou neste domingo que a Igreja deve saber resistir à “ilusão de poder”, com a consciência de que o anúncio do Evangelho implica rejeição e dificuldades.
“Se a rejeição acompanha o Evangelho em pessoa, que é Jesus Cristo, os seus discípulos de ontem e de hoje devem saber bem estas coisas, para não procurarem facilidades no seguimento fiel do caminho de Jesus”, disse D. António Couto.
A celebração decorreu na Catedral de Lamego e inclui a ordenação de dois padres, Adriano Filipe Assis e António Júlio Fernandes Pinto.
O bispo diocesano partiu de uma passagem do Evangelho na qual dois apóstolos, Tiago e João, “propõem a Jesus dizimar uma povoação samaritana” porque esta recusa a acolhê-lo.
“A postura do mensageiro ou missionário é a de um pedinte que vai à frente e bate à porta, às portas. Tem de aprender a pedir e a receber; não a insultar, a suspeitar e a ameaçar”, observou.
D. António Couto disse que “Jesus caminha sem hesitação para a cruz”  e que quem o quiser seguir “tem, portanto, de apostar tudo no novo sentido que Jesus imprime à existência, partir da morte para a vida, com a única chave possível que abre este caminho Crucial: o amor, o amor, o amor”.
“Entenda-se: é um caminho novo que se abre à nossa frente. Sem retrocessos, sem desvios, sem distrações, sem nostalgias, sem qualquer saída de segurança”, precisou.
In agência ecclesia

Sem comentários: