sábado, 28 de abril de 2012

A partir da família

Todos os dias e em cada dia, Jesus Cristo chama-nos à perfeição do amor do Pai (cf. Mt 5, 48); a fazer da nossa vida, um dom a Deus, um dom para os outros! É no terreno de um coração assim, dado aos outros, aberto ao amor de Deus, que podem nascer, crescer e frutificar todas as vocações. Terreno que há de ser cultivado, em primeiro lugar, a partir da família.

É na sua família, que os mais novos, hão de fazer, em primeiro lugar, a experiência maravilhosa do amor de oblação, no dom total de si mesmo. Pais e casais que vivem o seu matrimónio, como vocação à santidade, num amor generoso, fiel e fecundo, edificam a sua família como Igreja e tornam-se «o primeiro e o melhor seminário da vocação à vida consagrada pelo Reino de Deus» (FC 53). Pais e casais cristãos, que testemunham, nas suas vidas, a beleza do amor paternal de Deus e o amor esponsal e de Cristo, sabem também estimar, apreciar e propor aos filhos uma vocação de consagração, secular ou religiosa, sacerdotal ou missionária!

Sem comentários: