sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Eliminação de feriados religiosos

O presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) afirmou ontem em Fátima que a decisão sobre a eliminação de feriados religiosos compete à “Santa Sé”, mas adiantou que os bispos querem que o dia da Imaculada Conceição permaneça “intocável”.

Em causa, no calendário nacional, estão dois feriados religiosos, um dos quais deverá ser o “Corpo de Deus”, celebrado anualmente a uma quinta-feira, 60 dias depois da Páscoa, que passa para o domingo seguinte.

“Nós, bispos, gostaríamos que o 8 de dezembro fosse intocável e que as negociações andassem à volta do 15 de agosto, que é outra festa de Nossa Senhora [solenidade da Assunção]”, disse D. José Policarpo na conferência de imprensa conclusiva da Assembleia Plenária do episcopado católico, que decorreu desde segunda-feira.

Sem comentários: