quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Ouvir e calar; ouvir e anunciar...

Ouve-se dizer frequentemente que a comunicação social só sabe anunciar mortes, guerras, violências, traições, corrupção, anormalidades... E muitas vezes, surge a conclusão: "Já não tenho pachorra para ouvir noticiários, ler notícias, etc".

Na guerra sem tréguas por audiências, a comunicação social explora aquilo que tem saída, que os  consumidores gostam e apreciam.

Logo os consumidores também podem obrigar a comunicação social a mudar. Como?
Por exemplo:
- Mudando de canal ou de emissora quando surgem certos tipos de notícias...
- Comentando nos jornais e na internet muito mais as notícias boas do que as más...
- Desvalorizando nas conversas do dia-a-dia as más notícias e dando ênfase às boas...

Será o que acontece? Se há uma má notícia, as pessoas falam dela constantemente nas suas conversas diárias. Mas se aparece uma boa notícia, ficam de lábios colados...

Não será tempo de mudar???

Sem comentários: