sábado, 28 de setembro de 2013

“Espaço, poder e memória. A Catedral de Lamego, sécs. XII a XX”



Nove investigadores nacionais e estrangeiros, especialistas em diferentes áreas de trabalho como a História, a História da Arte, a Arquitetura, a Conservação e o Restauro dão forma às quase 300 páginas disponíveis a partir de 27 de setembro, online. O livro agora publicado resulta, em parte, do Encontro Internacional “Espaço, Poder e Memória: a Sé de Lamego em oito séculos de história”, realizado no Museu de Lamego, em abril de 2010.

Construída a partir da segunda metade do século XII, a Sé de Lamego é uma das catedrais mais antigas e emblemáticas do panorama historiográfico e artístico português. Porém, e em contraste com essa importância, os estudos que nas últimas décadas têm sido dedicados a este complexo catedralício e às suas sucessivas fábricas construtivas são resultado de investigações pontuais e dispersas, não existindo até ao momento uma síntese coerente e atualizada que ofereça uma interpretação de conjunto sobre a Sé de Lamego e os seus mais de 800 anos de história.

Procura-se com este livro preencher de algum modo essa lacuna e contribuir para o aprofundar da investigação e do debate interdisciplinar sobre as catedrais portuguesas, através de uma monografia dedicada à Sé duriense assente no rigor científico e na interligação temática e cronológica de diferentes abordagens, que constitui uma renovada e abrangente fonte de estudo e de informação também adequada e acessível ao público em geral.

O esforço de síntese e de contextualização encontra-se presente nesta obra, que percorre diferentes períodos temporais, da Idade Média à Época Contemporânea, articuladas numa organização temática representativa dos principais momentos históricos, construtivos e artísticos que moldaram a catedral de Lamego durante os seus oito séculos de existência, desde a pouco conhecida fase inicial de restauração da diocese e a subsequente construção da catedral românica e gótica, o período áureo da renovação renascentista da Sé, os séculos da Contra-Reforma, não esquecendo também a sua história recente, marcada pelas intervenções da Direção Geral de Edifícios e Monumentos Nacionais e pelas campanhas de restauro que a catedral de Lamego conheceu ao longo do século XX.

“Espaço, poder e memória. A Catedral de Lamego, sécs. XII a XX” é uma publicação do Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa, em parceria com o Museu de Lamego.

De forma a chegar a um público o mais abrangente possível, a obra é de acesso livre.
O livro pode ser consultado em: aqui

Sem comentários: