segunda-feira, 3 de setembro de 2012

«O que você é fala tão alto que não consigo ouvir o que está a dizer!»


Observando atentamente o mundo, verificamos que a falta de ética é uma doença grave dos nossos tempos. As fraudes, a corrupção, as imoralidades pululam assustadoramente.

A primeira escola da ética tem de ser a família. Aí se ensina pelo exemplo, aí se aprende pelo comportamento dos pais e dos outros adultos.

Mas nem sempre os pais têm esse cuidado de orientar seus filhos no caminho do respeito pelos direitos dos outros, crescendo num ambiente de honestidade.

Há no entanto pais com a consciência da sua responsabilidade, que estão atentos mesmo às pequenas coisas.

Numa tarde soalheira de sábado, Boby Lewis levou os seus dois filhos a jogar minigolfe. Aproximou-se da bilheteira e perguntou: - Quanto custa a entrada?

– Três dólares para o senhor e três para cada criança acima dos seis anos. A entrada é livre para crianças com menos de seis anos. Quantos anos têm os seus pequenos? – disse o funcionário.

– Um tem quatro e o outro tem sete – respondeu o pai. – Devo-lhe portanto seis dólares: três meus e três do mais velho.

O rapaz da bilheteira retorquiu:

– O senhor podia ter ganho três dólares. Porque eu não sabia a idade do mais velho.

O pai respondeu:

– Você não sabia, mas os meus garotos sabem...

Boby não quis mentir para fugir ao preço, porque os filhos, embora pequenos, dariam pela mentira e aprenderiam a enganar os outros. Tinha consciência da importância do exemplo na educação dos filhos..

Tinha bem presente esta bela palavra do escritor americano Emerson: «O que você é fala tão alto que não consigo ouvir o que está a dizer!»

O testemunho dos pais – bom ou mau – fala tão alto, tão forte que abafa as palavras por mais belas que sejam...
Fonte: aqui

Sem comentários: