sábado, 11 de agosto de 2012

Naceu em Itália o 'partido dos padres'

'Homens novos por uma sociedade de iguais e participantes' é o novo partido italiano que já ganhou o nome de partido dos padres. Isto por ser dirigido por Dom Felice Lupo, que levará o partido a candidatar-se às eleições regionais de 28 de outubro.
O partido é um movimento católico autónomo e independente de antigas formações políticas, cujos símbolos são um lobo e um cordeiro num prado. As listas que apresentarão às eleições serão formadas por "leigos católicos comprometidos com o Evangelho e a doutrina social da Igreja", segundo D. Felice Lupo, padre da Igreja St. Eugene Papa de Palermo, numa carta às paróquias, que foi citada pelo jornal espanhol El Mundo.
O programa político ainda não está definido mas D. Lupo já anunciou algumas medidas como definir um teto para as remunerações dos membros do Parlamento, acabar com os privilégios dos políticos e estabelecer políticas de incentivo à família. A ideia surgiu porque o fundador acredita que a política atual está confusa e vazia e coberta por movimentos contrários ao Evangelho.
A ideia foi recebida friamente entre os partidos italianos. "Eu conheço-o há 30 anos e sempre foi próximo da antiga Democracia Cristã. A sua entrada na política deixa-me perplexo", afirmou Loris San Lorenzo, conselheiro da cidade de Palermo, sobre D. Lupo. Mesmo dentro da igreja se fizeram ouvir vozes discordantes. O sacerdote Francesco Michele Stabile, professor de História da Igreja na Faculdade de Teologia, afirmou que a iniciativa partir do clero não se coaduna com a natureza da política, segundo escreveu o El Mundo.
Fonte: aqui

- Que penso disto?
- Ri-me...

Sem comentários: