quarta-feira, 8 de agosto de 2012

" E SE TE SAÍSSE O EUROMILHÕES!?"

Estávamos à mesa. Os avós, os pais, a tia, a criança e eu. Saltitando pelas peripécias da vida, às tantas alguém falou em euromilhões.
A criança ouviu e propôs: "Vamos fazer um jogo"?
Todos abanaram a cabeça em sinal de concordância.
Então ela ditou as regras: "Fala um de cada vez. E diz a verdade."
E todos anuíram.
Então o pequenito lançou o tema: "Se te saísse o euromilhões, qua fazias com o dinheiro?"
Cada um por sua vez lá foi dizendo que destino daria ao dinheiro do euromilhões, caso vencesse o chorudo 1º prémio. Em todas as intervenções - mesmo todas - houve um fortíssimo sentido solidário.  Pagaria o Centro Paroquial .... ajudaria a pobreza envergonhada ... criaria postos de trabalho ... ajudaria a minha família... criaria uma bolsa para ajudar estudantes pobres... fomentaria um fundo para apoiar com juros baixos pequenos investimentos que criassem postos de trabalho... fundaria um lar só para idosos pobres, etc, etc.
Claro que cada um também indicou uma "guloseima" para si mesmo - um carro novo... uma quinta no Douro... uma casa na praia... uma visita turística a esta ou àquela região do mundo... uma mudança na ocupação, etc, etc.
Por fim, o pai pergunta ao petiz: " E tu que farias com o euromilhões se te saísse!?"
O pequeno põe a mão na testa - "deixa cá ver" - e largou:
- Eu dava o dinheiro para que todos os meninos pudessem ter uns pais como os meus!...
E um sorriso bonito, inocente, belamente indescritível inundou-lhe o rosto.

São as crianças que nos fazem acreditar que Deus verdadeiramente ama o mundo!

Sem comentários: