quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

O elogio na família

Hoje vou falar do elogio. É que há dias deparei-me com um estudo sobre o poder do elogio. Um elogio feito na hora certa e com sinceridade tem um poder verdadeiramente transformador. Ele funciona como uma poderosa fonte de encorajamento, inspiração e motivação para quem o recebe, elevando o ego e reforçando a autoconfiança.


O estudo que referi foi feito por terapeutas que trabalham com famílias. Nele se nota que os membros das famílias estão cada vez mais frios, mais distantes, deixa de existir carinho, as qualidades não são valorizadas, só se ouvem críticas.

As pessoas estão cada vez mais intolerantes e desgastam-se valorizando os defeitos dos outros. Essa é uma das razões por que os relacionamentos de hoje não duram. Esta ausência de elogio tem afectado significativamente as famílias.

Comecemos a valorizar as nossas famílias, amigos, alunos, subordinados. Vamos elogiar o bom profissional, a boa atitude, a ética, a beleza dos nossos parceiros ou parceiras, o comportamento dos nossos filhos.

O interessante do elogio é que ele faz bem não só a quem o recebe, mas também a quem o faz. Quando elogiamos, mostramos apreço pelas pessoas, ganhamos em relacionamento inter-pessoal, exercitamos a boa convivência, e podemos mesmo ajudar a pessoa a ultrapassar pessimismos e a superar-se.

Porém não basta só elogiar, é preciso fazê-lo de uma forma coerente, sincera e principalmente de forma correcta. Aquele que elogia tudo e todos pode estar mesmo a contribuir negativamente para a valorização da pessoa.

Vemos com muita frequência pessoas fúteis valorizando artistas, cantores, outras pessoas que usam a imagem para ganhar dinheiro e que, por consequência têm mesmo a obrigação de cuidar do corpo, da própria imagem.

Vamos aprender a valorizar os que lidam connosco. O bom profissional gosta de ser reconhecido, o bom filho gosta de ser reconhecido, o bom pai ou a boa mãe gostam de ser reconhecidos, o bom amigo quer sentir-se querido, a boa dona de casa valorizada, enfim vivemos numa sociedade em cada um de nós precisa do outro; é impossível alguém viver sozinho, e os elogios são uma motivação e um motor poderoso na vida de qualquer pessoa.
In O Amigo do Povo

Sem comentários:

Publicar um comentário