quarta-feira, 20 de julho de 2016

Às vezes parece que os Clubes andam a dormir

[P.+Cascavel+3.jpg]


Olhando para a História, apetece-me a dizer que os Clubes andam a dormir.
Para não falar dos outros, falo do meu Clube, cuja estrutura, durante muito tempo, foi quase divinizada.
Os factos aí estão. Paulinho Cascavel, Thiago Silva e André Gomes passaram pelo Futebol Clube do Porto. Não lhes foi dado o devido valor. Saíram do Clube pelo "preço da uva mijona". Notabilizaram-se noutros Clubes.
Quanto perdeu o Porto por andar distraído e não se ter apercebido do valor destes atletas? Perdeu milhões!
Muito se fala nalgumas vendas de passes de jogadores operadas pelo FCPorto. É justo. O Clube fez muito dinheiro com a venda de passes de atletas seus. Mas não podemos esquecer o fracasso na aquisição do passe de alguns atletas (muitossssss) e a desatenção na observação e avaliação do valor de outros que fez com que o Clube perdesse milhões... E isto numa estrutura quase divinizada no tocante à sua eficácia!
Sendo mais concreto. Se o meu Clube tivesse estado atento a André Gomes, poderia agora vender o seu passe com cujo proveito teria oportunidade de apetrechar condignamente o plantel. Só um caso.
Quanto ganhou o Benfica com o Sanches? Quanto pode ganhar o Sporting com João Mário, Adrien, William e Patrício?
Porque teimam os Clubes em desaproveitar a prata da casa?
Como é que um Clube, que ganhou o campeonato da 2ª Liga, não promove praticamente nenhum dos seus jovens? De facto o FCPorto não anda bem....
Só me pergunto. Quanto valerá o André Silva se o Clube o souber ajudar a crescer, enquadrar, motivar? Tratando-se de um ponta-de-lança, atrevo-me a dizer: uma fortuna!
Porquê só o André Silva?

Sem comentários: