quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Para aprender a perdoar


Dizem que o acto de amor mais difícil é perdoar. Há mesmo grupos cristãos que acompanham pessoas para lhes ensinar o caminho do perdão.
Estamos em pleno ano da misericórdia e, por isso, deixo aqui algumas dicas para ajudar as pessoas que não conseguem perdoar nem ter compaixão, são duras de coração e cultivam o ódio ou a sede de vingança.
1. Comece perdoando a si mesmo. – Lembre-se de que ninguém é totalmente bom ou ruim – nem você nem os outros. Cada um reage às situações segundo aprendeu na vida. Mas todo o mundo quer ser feliz. Se você for mais tolerante consigo mesmo, compreendendo e aceitando suas sombras psicológicas, estará em melhores condições para fazer o mesmo com outras pessoas.
2. Aprenda a relativizar as coisas. – Faça um exercício de atenção consciente e conceda a cada acontecimento a importância que ele merece – nem mais, nem menos. Não exagere diante de coisas pequenas, negando-se a perdoá-las por orgulho. Coloque-se no lugar do outro e então verá as coisas de outra maneira.
3. Busque a verdadeira intenção do outro. – Encontrar a verdadeira motivação do seu ofensor ajudará você a ser mais condescendente com ele, colocando-se em seu lugar, ao invés de vê-lo como verdugo ou inimigo. Por exemplo: uma pessoa que ofende outra em público pode estar revelando sua insegurança ou necessidade de autoafirmação.
4. Facilite a reconciliação. – Diante de um problema, o melhor sempre é se aproximar da pessoa para comunicar-se. É importante escolher bem o momento, sentar-se e falar com calma, sem pressa, manifestando como o outro é importante para você. A reconciliação evita ressentimentos.
E nunca se esqueça: enfrentar um sofrimento de maneira adequada é o segredo para alcançar a paz interior.
Fonte (texto): aqui

Sem comentários: