quarta-feira, 23 de abril de 2014

Reciprocamente obrigados


O País descobriu agora que para manifestar o seu agradecimento aos militares de Abril (vaguíssima definição já em 1974 e que quarenta anos depois muito mais vaga se tornou) a Associação 25 de Abril deveria poder falar na Assembleia da República.


Estranho que não tenham sentido esse apelo noutros aniversários mas a minha questão é outra: onde e quando manifestarão os militares o seu agradecimento ao País? Porque não é apenas o País que está em dívida para com os militares.
Os militares também estão em dívida para com o País. E não lhe devem pouco.

Leia aqui o artigo de Helena Matos. Vale a pena. Para sairmos da "poeira informativa" em prol do politicamente correto e entrarmos na substância dos factos.

Como diz a autora, "ainda hoje (os militares portugueses) se sentem mais à vontade a falar da ditadura e da guerra do que da democracia e dos países independentes."

Sem comentários: