sexta-feira, 8 de junho de 2012

Também há notícias positivas sobre Portugal

40 VINHOS PORTUGUESES MEDALHADOS
No XI Concurso Internacional de vinhos "LA SELEZIONE DEL SINDACO". que decorreu em Lamezia Terme (Itália) , foram apresentados vinhos das várias regiões do mundo e cerca de 150 vinhos de Portugal.
Depois de Itália, Portugal foi o país que conquistou mais prémios, com 40 vinhos medalhados. Só os vinhos da Região Demarcada do Dão obtiveram 8 medalhas de prata e uma de ouro.

Relatório otimista da Moody’s
A imprensa diária disse que a ‘infame’ Moody’s lançou, há dias, um relatório otimista sobre Portugal. Mas, claro, este relatório passou mais ou menos despercebido entre nós. Não é curioso? Sempre que a Moody’s dizia alguma coisa de negativo sobre Portugal, os telejornais abriam com esse negrume. Agora, o relatório positivo da Moody’s não passou de uma nota de rodapé na agenda mediática do país. Faz sentido, sim senhora: se a Moody’s subir o ranking da nossa dívida, ‘estou desconfiado’ de que vou ver essa notícia em primeiro lugar na BBC World ou na Deutsche-Welle.


É PRECISO UM ESTRANGEIRO PARA TERMOS BOAS NOTÍCIAS SOBRE PORTUGAL
A malta anda sempre à procura do ponto de contacto entre Grécia e Portugal. Dez idiotas a insultar o primeiro- ministro na feira do livro é uma notícia que abre os nossos telejornais. É um cheirinho de Grécia, não é? Há dias, na BBC World, a pivot fez questão de dizer que era injusto comparar Portugal à Grécia. A fazer pendant com o espírito helénico das nossas redações, encontramos o dr. Seguro, o nosso acólito ansioso, que fica muito incomodado, quase histérico, quando as instituições internacionais dizem que Portugal está a fazer o ajustamento certo. 'Como se atrevem a dizer bem de Portugal?', grita o dr. Seguro. É o sistema neoliberal a funcionar, dr Seguro. É o sistema. A UEFA devia tomar providências, não é verdade? Seja como for, com ou sem sistema, uma coisa é certa: se queremos ver o lado positivo de Portugal, temos de olhar para o exterior. Há dias, no Expresso, o embaixador alemão, Helmut Elfenkamper, frisou algo que também deve incomodar o dr. Seguro: ‘o que mais nos impressiona neste momento é a capacidade de adaptação da indústria exportadora portuguesa, que cresceu enormemente no ano passado e que está ainda a crescer’.

Fonte: Jornal da Beira, 24/5/2012

Sem comentários: