quinta-feira, 14 de junho de 2012

Os melhores também falham

Ainda não apareceu Cristiano Ronaldo neste Campeonato Europeu.
No jogo de hoje em que Portugal venceu a Dinamarca por 3-2, foram os obreiros que ganharam, porque o "astro" eclipsou-se.
Apesar de ser um dos melhores, senão o melhor, o astro português continua a ser humano e, como tal, a falhar. Neste último jogo, falhou escandalosamente e por duas vezes. A equipa compensou.
Esperamos que no próximo jogo seja Ronaldo a compensar a equipa.

1 comentário:

S. José disse...

Como ele proprio dizia "o que vale é o esforço coletivo"...Talvez já tivesse uma antevisão do seu fracasso...Detesto futebol, e mais ainda quando estes desfilam os seus potentes carros e outras excentricidades paga em parte por pessoas que muitas vezes nem pão tem na mesa. Nunca vi nenhum jogador mostrar solidariedade em prol de uma qualquer causa. Não basta dar a cara é preciso mostrar ação,e contribuir financeiramente. Veja-se o caso do Cristiano, com a familia parasita sutentada unica e exclusivamente por ele, desfilam na socieddae com se o merito fosse proprio; e o público aplaude como se fossem estrelas.

Ouvi o criminalista Hernani dizer a respeito da feira de vaidades que são os jogadores da seleção." Com menos estrelas e sem brincos nas orelhas também se ganham campeonatos"...