terça-feira, 25 de abril de 2017

Tarouca comemorou o 43º aniversário do 25 de Abril

Comemorou-se o 43º aniversário do 25 de abril de forma diferente, sem discursos, mas com música, poesia, gestos e palavras.
Após a receção das Bandas Musicais e do Corpo de Bombeiros em frente aos Paços do Município, teve lugar o hastear da Bandeira Nacional. Seguiu-se o almoço-convívio no Quartel dos Bombeiros, após o qual se realizou o transporte das Bandeiras.
No Auditório Municipal, realizou-se a "Tarde Revolucionária"e foram entregues os prémios Prof. Doutor José Leite de Vasconcellos.
A "Tarde Revolucionária" constou de um sketch teatral, dinamizado por elementos da Academia de Música de Tarouca, versando com humor a realização pelos militares do 25 de Abril, Com o apoio do power point, foi feita ainda uma sátira à censura reinante até à data libertadora. Mónica Trigo e o Presidente, Valdemar Pereira encantaram o público com as canções que levaram ao palco. Antes de cantar, o Presidente falou com entusiasmo da Liberdade e citou  personagens que se notabilizaram em defesa da mesma, como Jesus Cristo, Luther King, Mandela, João Paulo II. 
Diz-se muitas vezes que antigamente o povo fazia a festa e que atualmente o povo paga a festa. Não foi assim hoje. Artistas do povo do concelho fizeram a festa e público participou, aplaudindo, levantando-se, erguendo o cravo vermelho que lhe fora oferecido, cantando em coro o "Grândola, Vila Morena", gesticulando. Foi uma festa interativa que deu gosto sentir.
Pelo meio, a Comissão Permanente da Assembleia Municipal, com o seu Presidente, Domingos Nascimento,  subiu ao palco e, em breves intervenção, saudou a liberdade, o progresso, a fraternidade,o futuro . Os discursos inflamados, que por vezes dividem, foram substituídos pelo poema, pela mensagem positiva, pelas imagens do power point.
O 25 de Abril foi aqui comemorado como merece ser. A festa da liberdade e da união. Ou o sim de um povo ao futuro que sabe que também tem nas suas mãos.
Ficámos felizes na felicidade dos alunos que foram premiados e dos seus pais. Parabéns!
Antes dos alunos entrarem em palco para receberem o prémio, um poema, belamente declamado por Ana Borges e intervalado com um refrão cantado por um coro intergeracional, proclamava que o nome de Deus é AMOR, seja qual for o credo religioso que cada um siga.
No ato da entrega do prémio, cada aluno leu uma pequena frase sobre o belo e imenso conteúdo da liberdade e da democracia.
Parabéns ao Presidente da Assembleia Municipal e à Assembleia Municipal por esta forma de celebrar o 25 de Abril. De parabéns está também a Câmara Municipal.
Parabéns a todos os que atuaram, participaram, fizeram a festa da liberdade e celebraram a liberdade em festa.
Foi uma comemoração de todos e para todos.











 
 
 
 
 
 

Sem comentários: