domingo, 22 de maio de 2016

Batemos no fundo...

TP: FC Porto-Sp. Braga, 2-2, 2-4 gp (destaques dos dragões)
O FCPorto perdeu a final da Taça para o Braga, sendo derrotado nos penaltis por 4-2, depois de ter terminado o tempo regulamentar e o prolongamento empatado a 2 bolas.
"Parte daquilo que foi o FC Porto nesta época, principalmente o da era Peseiro, a partir de janeiro, explica-se nos lances dos golos do Sp. Braga. Outrora o pilar de grandes conquistas, a defesa dos dragões foi o elo mais fraco da equipa nesta temporada. Neste domingo não fugiu à regra. Precipitação, nervos desnecessários, péssimas decisões no processo de saída. Culpas divididas entre Helton, Chidozie e Marcano, que entregaram a Taça aos arsenalistas." (In Mais Futebol)
Depois de 3 épocas fraquíssimas, é preciso reerguermo-nos. Batemos no fundo. Algo tem que ser feito, sobretudo pela estrutura, mas também pelo técnico (seja ele quem for), pelos jogadores e pelos adeptos a quem lembramos que a "assobiação" sistemática só complica as coisas.
O Porto dos últimos 3 anos faz lembrar o dos anos 60 e não tem nada a ver com o das últimas três décadas. Precisamos todos de reerguer o portismo ao lugar que é o seu.
Quero acreditar que 2016/2017 será o ano de mudança. Radical. Queremos o Porto guerreiro, coeso, determinado, com inabalável espírito de vitória, que "come a relva". Um Porto com voz nos palcos mediáticos. Um Porto que luta a dobrar para conseguir vencer certa comunicação social hostil e uma arbitragem no mínimo "habilidosa".
Quero acreditar que Pinto da Costa, que recentemente aceitou recandidatar-se ao cargo de Presidente, continua com indomável espírito ganhador e que saberá tirar todas as lições destes últimos 3 anos de misérias. Caso contrário, o problema é mesmo sério...
Parabéns ao jovem André Silva. Grande exibição. Grande portismo. Venham mais como ele.

Sem comentários: