quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Julen Lopetegui já não é o treinador do FC Porto

FC Porto: Lopetegui acerta termos da rescisão de contrato
Julen Lopetegui já não é o treinador do FC Porto. O clube reuniu esta quinta-feira com o espanhol e anunciou-lhe que não contava mais com os seus serviços.
 
Nesse sentido, as duas partes têm agora que acertar os termos da rescisão, uma vez que o treinador ainda tinha contrato por mais ano e meio: quando chegou, assinou por três épocas, portanto a ligação terminava apenas em 30 de junho de 2017.

A primeira reunião, ao início da noite, foi apenas para informar o treinador da decisão da SAD portista e nela nem sequer participou o empresário de Lopetegui. Portanto só depois disso se começou a discutir os pormenores da rescisão de contrato.
 
Só depois de acertada essa rescisão é que o FC Porto oficializará a saída do técnico, o que deve acontecer nas próximas horas: o mais provável é que já na sexta-feira.
 
No entanto, e em declarações ao Maisfutebol, o pai de Lopetegui já confirmou a saída. «Penso que já está acertado que vai sair», referiu Jose António Lopetegui.
 
«O Julen aceitou a decisão de ir embora porque já não aguentava a pressão dos adeptos. Criaram um ambiente muito desagradável.»
Fonte: aqui


Será só Lopetegui  o culpado?
Nunca foi um treinador da minha simpatia, como este blog comprova em algumas análises que fiz.
No verão, perante a continuidade ou não do treinador, dei o benefício da dúvida a quem sabe muito mais de futebol do que eu.
No fundo, acreditava que, perante a instabilidade que atingia os dois rivais de Lisboa, a continuidade serena do treinador poderia ser benéfica para o Futebol Clube do Porto.
Enganei-me.
Esta época está a ser uma desgraça. Cheia de "lopeteguices" miseráveis.
Mas quem escolheu o treinador?
Quantas vezes a SAD Portista veio a terreiro? Não foi o técnico deixado sozinho a defender o Clube?
Retomo a minha tese. Pinto da Costa, que tanto fez pelo Clube, deveria ter a grandeza de sair pelo seu pé.
Os anos não perdoam e está mais que na hora de dar o lugar a outrem.
Toda a estrutura que não se renova, definha.
Mas isso pertence aos sócios.
Ou a estrutura se renova ou daqui a algum tempo voltamos a ter os adeptos na rua, lenços brancos no estádio, contestação infinda.
Nenhum treinador se aguenta sem uma estrutura capaz, aguerrida, combativa, determinada.

Sem comentários: